Visita ao Uruguai

O Uruguai é um país pequeno e Montevidéu é uma cidade que tem por volta de um milhão e meio de habitantes. Não há engarrafamentos e o trânsito não é violento tão pouco as ruas. Os habitantes são muito amáveis e estão sempre prontos para ajudar, dar informações úteis e contar um pouco da história deles. A diversidade de automóveis é grande e aqueles das décadas de 60 e 70 estão presentes nas calmas ruas da capital. A maioria é europeia, mas todos muito interessantes. Seria bom ver todos restaurados, mas creio que a maioria em breve visitará a oficina. Vamos às fotos.

Um Mercedes-Benz 250 SE

Mercedes-Benz série W114/W115. Saiba mais.

Mercedes-Benz série W123 que sucedeu a série acima. Tinha carroceria com quatro portas, duas e perua. Era afamada pela robustez e suas versões diesel podiam receber um turbo. Foi apresentado ao público em janeiro de 1976. Motores com quatro ou seis cilindros em linha.

Mercedes-Benz 280 SLC. Foi a terceira geração da série SL. Saiba mais.

Este mais novo. Modelo 300  SD. Lá quanto na Argentina carros de passeio podem ter motorização diesel. 

Ainda com os carros vindos da Alemanha. Um BMW série 5 modelo 520 com motor de seis cilindros em linha, 1.990 cm³ e 122 cavalos à 6.000 rpm. Foi lançado em setembro de 1972. 

Opel Rekord C surrado, mas recuperável que deu origem ao nosso Chevrolet Opala. Saiba mais.

Um Opel Rekord 2.0 geração E que foi produzido na Alemanha entre 1977 e 1986. Depois foi batizado como Omega.

Outro Rekord da mesma geração

Este não é um Opel Kadett Caravan! É um Grumett! Um Chevette com carroceria de plástico reforçado com fibra de vidro fabricado no Uruguai. A mecânica é a mesma de nosso Chevette. O primeiro Grumett foi a perua 250M Rural ( abaixo) . Veja a diferença na ponta do capô acima da grade bi-partida. O restante idêntico a perua Marajó brasileira. Leia mais sobre.

Este é um Chevette brasileiro que foi exportado para lá.

Um Renault 12 que foi fabricado na França, na Argentina e na Romênia e lá se chamava Dacia. Era o projeto "M" do nosso Ford Corcel. Saiba mais.

Continuando com modelos franceses abaixo um Citroën Méhari que usou a mesma mecânica do Citroën 2CV

Um Peugeot 504 precisando de reformas. Leia mais

Um Peugeot 205. Foi um sucesso na Europa e nos ralis mundiais ganhou em 1984, 1985 e 1986. Um dos pilotos foi Ari Vatanen. Em breve toda a história no site.

Este é um 205 Cabriolet

Vamos para a Itália? Um Fiat 600 D. Sua versão Abarth colocava muitos grandes para trás!

Um modelo Fiat 128. Foi o primeiro Fiat tração dianteira.

E o utilitário Campagnolo. Seus concorrentes eram os ingleses Land Rover, o Gipsy da Austin Motor, muito semelhante ao Land Rover, o alemão DKW Munga (Candango) , o americano Jeep CJ-5 e o International Scout, os japoneses Nissan Patrol e o Toyota Land Cruiser, quase idêntico ao nosso Bandeirante e o russo Ulyanowsk UAZ 469

E um Cinquecento fabricado entre 1991 e 1998. Sucedeu o modelo 126. Compacto e muito econômico!

Um Fiat Panda em estado impecável. Tinha motor com dois cilindros em linha longitudinal, quatro em linha transversal com 903 cm³.  A versão 4 X 4 enfrentava facilmente os grandes!

Para a Inglaterra vamos num Austin/Morris Mini 1275 GT. Em breve no site. Sabia que havia nesta época uma versão perua com lateral fechada (Morris Mini-Van ¼ Ton), com vidros laterais e madeira na lateral (Clubman Countryman) e a picape Utility?

Um Austin Maestro sucedeu o Allegro e não obteve muito sucesso.

Um Ford Escort MK II. Este tinha tração traseira, foi muito utilizado em ralis, sendo campeão mundial em 1979 e 1981 com a versão RS1800. Após esta geração foi lançada em 1980 a mesma fabricada aqui a partir de 1984.

Dos Estados Unidos um Chevrolet Bel Air 210 ano 1955

Impecável picape International Harvest

Um Jeep Wagon que aqui se chamou Willys Rural Jeep e na Argentina Jeep Estanciera.

Ford Fairlane Ranch Wagon. Era a terceira geração do Fairlane produzida entre 1959 e 1961.

Imensa!

Ford Falcon argentino. Grande sucesso por lá! Por volta de meio milhão de unidades em 30 anos de fabricação nas versões sedã quatro portas, perua Rural Futura e Ranchero (saiba mais).

Volvo série 700. Os 740 tinham quatro cilindros e os 760 seis. Lançado na década de 80 enfrentou bem parte dos anos 90 principalmente o modelo perua como este abaixo.

As fotos acima foram tiradas em abril de 2012

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As fotos do amigo Felipe Chernicharo. A que está no topo da página é do mesmo.

Volkswagen Kombi picape. Saiba mais sobre este utilitário universal.

Visto o escapamento, não deve ser mansa!

BMW 320 série E30. Este modelo veio dos Estados Unidos. Os para-choques mais espessos e com polainas delatam a origem. Esses para-choques começaram a ser exigidos nos Estados Unidos na década de 70 para atender à normas de segurança. Até os americanos concordavam que até o modelo mais bonito do mundo ficava com aparência pior com eles. Mercedes, Alfa, MG, BMW... sofreram!

Picape Chevrolet 3100 da linha Advanced designer produzida entre 1947 à 1955. Eram os novos produtos pós-guerra americanos!

A ferrugem não atrapalha a bela vista com este Vauxhall Velox. A Vauxhall era a filial Opel da Inglaterra. A Opel A.G. foi absorvida pela General Motors em 1929 e em 2017 adquirida pelo grupo francês PSA (Peugeot Citroën Société Anonyme).

Ônibus Mercedes-Benz O-321 HL já com estrutura monobloco. Este certamente é um hotel sobre rodas!

Agradeço à ótima contribuição à Felipe Chernicharo.    

E as placas...