6º Encontro de Carros Antigos de Cachoeira do Campo

Um grande sucesso orquestrado por Cornélio José! Assim foi o encontro de Cachoeira do Campo realizado nos dias 18 e 19 de agosto de 2018. Cerca de uma centena de carros, motocicletas, ônibus e caminhões da cidade, de Ouro Preto, Itabirito, Belo Horizonte, Conselheiro Lafaiete, Barbacena, Divinópolis, Contagem, Viçosa, Congonhas, Ouro Branco, Mariana... todos reunidos no estacionamento do Street Mall Jardins situado na margem da rodovia BR-356. E vários clubes das cidades citadas

Os veículos começaram a chegar no sábado, dia 18 e, na noite deste dia houve uma ótima festa que reuniu colecionadores, amigos e jornalistas. Grandes marcas de carros nacionais do passado eram maioria, mas também contou com marcas estrangeiras. Todos brilharam pelo ótimo estado apresentado.

Cornélio e sua esposa primaram pela receptividade, cordialidade e simpatia como sempre para receber os amigos das cidades vizinhas. Um grande encontro com esforço dedicado do organizador! Do alto do caminhão Engesa EE25 militar comandou a festa que começou às 9:00 hors e depois houve com uma missa com um momento de fé e bênção do Pastor Jorge Mendes no sábado e Padre Luiz Roberto no domingo. Ainda, um desfile com os membros da Associação dos Cavaleiros Inconfidentes, membros do grupo Terço dos Homens carregando um terço gigante e um carro de bois, estes enfeitados, com uma imagem de Nossa Senhora Aparecida até o caminhão palco onde o pároco de Cachoeira, Padre Luiz Roberto de Souza, fez a bênção para os veículos, proprietários e suas famílias. Observe abaixo que a presença e participaçãode patrocinadores é fundamental neste tipo de evento!

Parabéns amigos! Que venha 2019!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os carros da GM

Belo Chevrolet da linha Master que brilhou nas décadas de 30 e 40. Saiba mais

A Chevrolet no Brasil começou a fabricar picapes e furgões. Até 1963 eram a picape Brasil, a perua Amazona, a cabine dupla Alvorada e o furgão Corisco. Em 1964 começou a linha C-1414, C-1415 e C-1416 que se tornou a Veraneio em 1965. Abaixo um modelo C-10 da década de 70.

Outro modelo

Esta Veraneio também da década de 70

Um Chevrolet Bonanza derivado da picape Chevrolet D-10 fabricada entre 1989 e 1994.

E o Chevrolet Opala faz 50 anos de seu lançamento em 2018

Saiba mais sobre nosso mais amado Chevrolet

Em 1973 chegava o Chevette para concorrer com o Dodge 1800, VW Brasília e Ford Corcel

Saiba mais sobre o pequeno Chevrolet

E o Chevrolet Monza. O Monza, como quase todos os Chevrolet no Brasil, são de origem Opel. Lá se chamava Ascona, brilhou em ralis na primeira e segunda geração principalmente. Aqui foi lançado na versão Hatch, duas portas sedã e quatro portas (abaixo). Tinha versões com motor 1,6, 18 e 2,0 litros.  E caixa mecânica ou automática já no final da produção que ocorreu em 1996. Cedeu lugar ao Vectra

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os carros da Ford

O carro mais antigo do encontro foi este Ford Modelo A com carroceria Phaeton quatro portas e teto de lona. Foi fabricado entre 1928 e 1932

O primeiro carro da Ford no Brasil foi o Galaxie

E a última versão do Landau. Saiba mais sobre a linha Ford Galaxie, LTD e Landau

Impecável Ford Corcel GT. Qual o ano? Clique aqui e fique sabendo

O Ford Maverick chegou em 1973 para enfrentar principalmente o Opala. Saiba mais sobre este Ford

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A Ford absorveu a Willys Overland que tinha o Jeep, a Rural, o Aero, o Dauphine/Gordini e o Interlagos

A American Austin Car Company que depois passou a se chamar American Bantam fez o melhor projeto, mas este foi copiado pelos técnicos e engenheiros Ford e da Willys. Este soldado mundial serviu muito na guerra e ainda serve na paz. O Jeep até hoje é muito cultuado.

O modelo mais comum e duradouro em nosso mercado foi o CJ-5

Este já preparado para atividade fora de estrada

Autêntica Rural Willys como motor seis cilindros em linha que equipava o Jeep e o Aero-Willys. Nos Estados Unidos era chamada de Jeep Wagon e na Argentina de Jeep Estanciera. Pode sustentar com propriedade o título de precursor dos esportivos utilitários ou SUV como são chamados.

Quando lançada foi chamada de Picape Jeep e já sob o comando da Ford, F-75

Esta preparada para laser pesado

O Belo sedã Aero Willys enfrentou na época o Simca Chambord e o FNM 2000

Saiba mais sobre o Aero-Willys

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os carros da Volkswagen

Um dos carros mais amados do Brasil. Lá fora foi chamado e ainda é de Carocha em Portugal, Escarabajo na Argentina, Cox ou Coccinelle na França, Magiolino na Itália e Beetle nos países de língua inglesa. Foi produzido em grande escala aqui, em seu país de origem Alemanha, onde era apelidado de Käfer, besouro em alemão, e também foi fabricado na Austrália, África do Sul e no México, último país a produzi-lo. Viva o Fusca! Foi fabricado aqui com motores 1.200, 1.300, 1.500 e 1.600 cm³. É de longe o motor mais utilizado no planeta. Em carros, barcos, ultra-leve, motocicletas, triciclos, etc. Foi lançado aqui no Brasil em 1959, fabricado em São Bernardo do Campo, São Paulo. Mas os primeiros, de origem alemã desembarcaram no porto de Santos, São Paulo em 1950. E caiu no gosto brasileiro!

Não lhe faltavam acessórios. Na década de 60 eram inúmeros, hoje estes acessórios são raros e alguns são novamente fabricados como bagageiros, faróis de milha, telas de vime que vão abaixo do painel, bisnagas de água para molhar o para-brisa, etc. Um dos modelos, o  pé-de-boi, muito simplificado, lançado em 1965, assim como o modelo com teto solar de fábrica. Ambos renegados na época, mas hoje são raros e cobiçados. Em 1967 o motor 1.300 cm³ chegava e foi aplaudido por todos. O Fusquinha estava mais potente com 34 cavalos. E este tipo de para-choque tinha o apelido de "poleiro". E era útil em alguns casos! Já que a frente era mais leve, dois ou três adultos podiam levantar e deslocar o carro para um lado e outro. Em 1970 chegava o Fuscão com motor 1.500 cm³ e 44 cavalos. E vendeu muito bem! O painel podia ter revestimento imitando madeira. foi o carro mais vendido da década de 70, apesar do lançamento do Chevrolet Chevette, do Fiat 147, do irmão VW Brasília... Também nesta década, não faltaram rodas de liga de 13 e 14 polegadas mais largas, a famosa "tala larga" , com pneus radiais, escapamentos da marca Kadron, volantes de menor diâmetro e também eram rebaixados para ganhar mais estabilidade. A produção terminou em 1986. Só havia a opção com motor 1600 (o 1300 deixou de constar em 1984), vidros verdes, rodas com diâmetro de 14 polegadas...mas voltou em 1993 e por volta de 47.000 Fuscas foram produzidos até 1996.

Mas o primeiro a ser fabricado foi a Kombi

Leia mais sobre este grande utilitário

A linha do Volkswagen sedã 1600 quatro portas, o TL e a Variant fizeram grande sucesso.

Baseado na Variant, o projeto do mineiro Márcio Piancastelli, de Belo Horizonte, chegou em 1973 o grande sucesso Volkswagen Brasília. Conheça sua história.

O belo esportivo da Volkswagen SP-2

A revolução na Volkswagen começou com a produção do Passat. Saiba mais

Utilizando o motor de cilindros opostos VW os carros da Puma Veículos fizeram muito sucesso

Que também tinha a versão Spider. Leia mais sobre o Puma GT-1600 e sobre os outros esportivos da empresa.

A fábrica de João Augusto do Amaral Gurgel também usou a mecânica Volkswagen

Este modelo abaixo preparado para estradas ruins. Os carros da Gurgel eram muito distintos

E este Gurgel TA-01 é um triciclo agrícola, mas também muito útil nas cidades! Leia a história da Gurgel.

O compacto Fibron também usou a robusta mecânica Volkswagen e foi construído em Belo Horizonte.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os DKW - "Dampf-Kraft-Wagen", carro de força a vapor e depois "Das Kleine Wunder", a pequena maravilha.

Um Belcar 1967, última safra do carro com motor dois tempos e três cilindros

Outro Belcar em belo estado

E o belo sedã que foi encomendado ao Estúdio Fissore italiano

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os carros da Fiat

Um Fiat Uno com placa preta. Começou a ser fabricado no Brasil em 1983 e a mesma plataforma gerou o Fiat Prêmio
Fiat Elba e Fiat Fiorino. Sucedeu o Fiat 147

A Fiat na Itália incorporou a Alfa Romeo. E aqui também! Produziu o modelo 2300. Conheça esta charmoso de origem italiana

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Da Alemanha

Uma relíquia sobre duas rodas. Bela motocicleta Zundapp 1939. Foram fabricadas em Nuremberg entre 1917 e 1984. Os modelos foram muito usados na guerra com ou sem side-cars. Eram rápidas e robustas!

Mercedes-Benz da geração W123 que sucedeu a W114/115. Havia carrocerias cupê, quatro portas, perua e limousine Mercedes-Benz V123 "Lang" ou Long Wheelbase. Tinha motores quatro e seis cilindros com cilindradas diversas e e Turbo Diesel série W123 fabricada entre 1976 e 1985 tinha motores com quatro ou cinco cilindros.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os Pesados

Nas cidades do interior de Minas sempre vemos bons ônibus e caminhões em bom estado. Abaixo um Mercedes-Benz O-321 HL

Um ancião com disposição este caminhão Mercedes-Benz LP 321. Foi fabricado no Brasil entre 1958 e 1970 e foram produzidas cerca de 34.000 unidades. Tinha cabine avançada e era equipado com motor OM 321, de seis cilindros em linha, 120 cavalos a 3.000 rpm. Era movido à diesel

Quando de seu lançamento era apelidado de Mercedinho. Este é um modelo 708 E

E o primeiro foi o 608 D. Seu motor tinha quatro cilindros em linha, 2.307 cm³ e 85 cavalos

Caminhão Chevrolet C-60 de uso militar

A feira

Miniaturas, biscoitos e tecidos alegraram aqueles que queriam comprar

Os Amigos na festa de sábado

Uma ótima festa na noite de sábado onde aconteceu a confraternização dos os antigomobilistas com show muito bom de Ronnie Kid. Tudo no ótimo espaço do restaurante Sarah Gourmet.

Momentos da ótima comemoração

Os amigo no domingo

Muito sol, sombra e cerveja fresca. A festa continua com alegria e descontração.

Cornélio sempre com atitudes elegantes entrega os troféus de participação


Mais uma vez agradeço o convite para participar deste evento ímpar

A ótima Pousada das Bikes - https://www.facebook.com/pousodasbikes/

Para ler - Clique no livro para acessar

Picapes Chevrolet - Robustez que conquistou o Brasil

Caminhões FNM 

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A História do Automóvel - Três volumes

Uma excelente coleção para quem quer conhecer o mundo ao automóvel é o Box coleção: A História do Automóvel - 3 volumes . O autor é o famoso engenheiro e jornalista José Luiz Vieira um dos responsáveis das edições da antiga revista Motor 3. Estes exemplares citados aqui tem excelente qualidade gráfica e editorial. Vem no formato 19 x 26 x 9 cm. São ao todo 1.320 páginas contando a história de todo automobilismo mundial com muitos textos e fotos. Ele se divide em:

  • Volume 1 - da pré-história a 1908
  • Volume 2 - de 1908 a 1950
  • Volume 3 - de 1950 aos dias atuais

Clique abaixo acessar o site.

Os bons livros da Editora Alaúde. Clique abaixo.

Compre livros de carros nacionais ou estrangeiros na Clique aqui para comprar livros

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A Editora Alaúde fez uma tem ótimos livros sobre os carros brasileiros e estrangeiros. Clique sobre a figura e acesse.

Vários bons títulos.

Ambos em capa dura e são muito ricos em fotos e dados. Clique sobre a figura para acessar.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Texto, fotos e montagem:  Francis Castaings - Fotos Daimler Benz  (Divulgação)  e digitalização de catálogos                              

© Copyright - Site http://www.retroauto.com.br - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Veja como foi os anteriores

Volte a página principal do site.