Plataforma de Sucesso

A plataforma J da General Motors fez carros de sucesso em todo o mundo. Aqui no Brasil foi batizado como Chevrolet Monza

O Monza, como quase todos os Chevrolet no Brasil, são de origem Opel. Lá se chamava Ascona, cuja geração B, brilhou em ralis na primeira e segunda geração principalmente. Aqui foi lançado na versão Hatch, duas portas sedã e quatro portas. Tinha versões com motor 1,6, 18 e 2,0 litros. E caixa mecânica ou automática já no final da produção que ocorreu em 1996. Cedeu lugar ao Vectra. A General Motors queria um carro médio entre o Chevette e o Opala, que iria rivalizar com o Volkswagen Passat e a linha Ford Corcel.

Era um carro moderno e foi lançado na Alemanha em 1981. No primeiro semestre de 1982 foi lançada a versão Monza Hatch 1600 baseada na versão Ascona C. Aqui como em outros países que foi fabricado, tinha tração dianteira e motor dianteiro com quatro cilindros em linha e em posição transversal. Nos Estados Unidos a plataforma foi usada no Buick SkyHawk, no Cadillac Cimarron, no Chevrolet Cavalier, no Oldsmobile Firenza, no Pontiac 2000 Sunbird e Pontiac Sunfire. Na Coreia era Daewoo Espero que chegou aqui importado e tinha carroceria desenhada por Bertone. Na Austrália foi fabricado pela filial GM e se chamava Holden Camira, na Inglaterra Vauxhall Cavalier e no Japão Isuzu Aska e Toyota Cavalier.

Aqui no Brasil no final de 1982 chegava o motor com 1.800 cm³. Em 1993 chegava com carroceria três volumes com quatro portas e um ano depois a de duas portas com motores 1,8 e 2,0 litros bem mais adequados ao peso do carro. O hatch tinha 4,26 metros de comprimento, largura de 1,66, altura de 1,34 metros e pesava 1.035 quilos.Tinha duas amplas portas e a traseira tinha ótima abertura para abrigar bagagens com volume de 597 litros . Outra inovação era o banco traseiro bi-partido opcionais que melhora ainda mais o espaço para cargas. Podia-se optar por combustível gasolina ou álcool sendo que este último tinha melhor performance tanto em aceleração quanto em velocidade final.O estilo moderno e bonito chamava atenção!

Sua velocidade máxima em testes foi de 148 km/h e fazia de 0 a 100 km/h em 16,5 segundos. Seu motor dianteiro com quatro cilindros em linha em posição longitudinal, era arrefecido a água, tinha 1.598 cm³, comando de válvulas no cabeçote, 75 cavalos de potência a 5.600 rpm. Tinha cambio mecânico com quatro marchas com alavanca no assoalho e tração dianteira. Tinha rodas de ferro ou em liga de alumínio opcionais. Os pneus eram na medida 185/70 SR 13. 

Em 1983 a família crescia com a bem vindo sedã de quatro portas e o novo motor 1.8. Também estava disponível para o Hatch. O sedã tinha o mesmo tamanho do irmão, mais velho, mas ótimas quatro portas com acesso muito bom. Visto de lado, os primeiros não tinham o quebra ventos e as portas no início vinham da Alemanha. Nossas prensas ainda  não estavam prontas! O motor 1.6 ainda estava disponível, mas apenas na versão movida a álcool. O motor mais potente estava com 1.796 cm³ e 86 cavalos. Seu torque subia de 12,4 mkgf para 14,5 mkgf. Sua aceleração de 0 a 100 km/h ficava em bons 14 segundos e sua velocidade final para 165 km/h.













O sedã visto de trás. O carro tinha ótima visibilidade.

O painel da versão SL/E. Painel era muito completo. Velocímetro graduado até 220 km/h (Usava o mesmo instrumento do Opel Calibra) com hodômetro total e parcial, nível do tanque de combustível, utilíssimo voltímetro,  temperatura da água do radiador, econômetro e conta-giros com até 7.000 giros com faixa vermelha começando com 6.000 rpm

Ótimo conforto na frente. Volante de boa pega e diâmetro, comandos de seta e faróis bem ajustados ao volante e alavanca de marchas em ótima posição. Porta objetos e porta luvas com iluminação.

E atrás com apoios de cabeça e braço central



Era o projeto "J" de carro mundial da General Motors que tiveram modelos lançados na Inglaterra, Japão, Coreia, Estados Unidos. África do Sul e Austrália. Aqui não foi lançado o Hatch quatro portas nem a perua.


Chevrolet Monza EFi

Belo e raro Monza Classic500 IE IF, edição especial com certificado assinado por Emerson Fittipaldi

Em 1985 foi lançado o Hatch S/R 1.8 com ótimo acabamento externo e interno. Raro nas ruas hoje.

Auto_Araxa_Classic_Show_2014_Primeiro_dia_098


Visto de trás

Raro e bonito Monza S/R 1.8.

O Chevrolet Monza foi reestilizado em 1991 sendo apresentado no Salão do Automóvel em São Paulo em 1990. Tinha capô mais aerodinâmico, nova grade, novos faróis e para-choques. Estava mais moderno! Atrás recebia novas lanternas, bem maiores que as anteriores.  Só havia a versão quatro portas e duas portas ambos com três volumes e motores 1.8 e 2.0.

Chevrolet Monza EFI com injeção eletrônica monoponto .

Com esta nova frente a versão Hatch não foi fabricada.

Já é um colecionável. Veja outros.


Foi substituído pelo Vectra

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O Chevrolet Cavalier

Esta versão se fabricada no Brasil iria competir com o Volkswagen Santana Quantum. E era muito interessante!

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O nome

O nome já tinha sido aplicado no Chevrolet Corvair que tinha uma versão esportiva Monza e também um carro conceito muito interessante a avançado. O modelo em série tinha motor traseiro com seis cilindros opostos (boxer).

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nas pistas

Chevrolet Monza 1975 americano, mas não tem nada da plataforma J. Era a plataforma H que também serviu ao Buick Skyhawk

Circuito de Monza - Norte da Itália.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Antes

O Manta era uma versão esportiva do Opel Ascona

Circuit_Linas-Montlhery_(20)

Outro Opel Manta 400 que também fez bonito em competições. Foi pilotado por Bruno Saby. Os Mantas fora pilotados por pilotos de renome como Henri Toivonen, Colin Mac Rae e Guy Fréquelin.

Circuit_Linas-Montlhery_(37)

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O Ascona B

Havia semelhanças entre a carroceria antiga e a atual. Principalmente na área central

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Em Escala









----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os Especiais

O Monza Benz 

190_Mercedes-Benz_Site__(19)

Na década de 80, uma empresa paulista lançou o “Monza Benz”. Era feita a troca do capô e da tampa do porta-malas por peças que imitavam o Mercedes-Benz 190 (acima). Graças a Deus esta metamorfose só foi feita nos modelos de quatro portas, mas também uma empresa fez uma limousine. A uns 100 metros de distância, confundia-se o carro. Mas chegando perto, um exame não muito detalhado, a verdadeira identidade do modelo da GM era revelada. 






















---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Texto, fotos e montagem Francis Castaings  - Fotos sem a logo Retroauto foram cedidas gentilmente pelo amigo Cláudio Lopes                             

© Copyright - Site http://www.retroauto.com.br - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Volte a página anterior

Volte a página principal do site.