Encontro Veículos Chrysler 2019 - CCMG - Chrysler Clube de Minas Gerais – Março de 2019

Mais um ótimo encontro do Chrysler Clube de Minas Gerais realizado em 9 de março de 2019 no , Condomínio Alphaville, Lagoa dos Ingleses na região metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. O clube reúne as marcas pertencentes ao grupo Fiat Chrysler América e também aquelas do passado. São carros das marcas Chrysler, Dodge, Plynouth em sua maioria, mas também seu passado e presente é rico. No passado havia a Plymouth, a Desoto, a Imperial, a Fargo e hoje se juntam a eles a marca RAM de picapes e a Jeep ( que já pertenceu a Daimler Benz, a Americam Motors e à Renault. No Brasil assumiu a Simca no final da década de 60 e fabricou os modelos Esplanada, o Regente e o GTX (saiba mais)

No Brasil foi fabricado exclusivamente os Dodge que nasceram na década de 70 com o Dart quatro portas (acima) e depois com o modelo duas portas. Foi um belo sedã que concorreu com o Chevrolet Opala e com a linha Ford Galaxie, LTD e Landau

Este cupê 1971 tem mecânica moderna dos V8 Charger e Challenger americanos e decoração GT Sport. O motor que ilustra esta o início desta matéria  pertence a este muito veloz!

Na década de 70 e 80 vários brasileiros optavam por carros com duas portas por acharem mais seguros!!! E a versão Dart também foi fabricada aqui a partir de 1971. Abaixo um cupê, ano 1973

Outro belo modelo ano 1973. Neste ano também era lançado o Dodge 1800

E este com teto de vinil que era um dos opcionais. Ao fundo um Jeep da década de 90, modelo Cherokee Laredo, cuja picape era a Comanche que não chegou por aqui pelas empresas importadoras

Um exemplar também impecável

O grand Sedan foi uma versão luxuosa do Dart Sedã que iniciou carreira em 1973. Abaixo um modelo 1975

O Dodge Charger R/T (Road & Track) foi lançado em 1971. E em testes foi o carro mais rápido do Brasil. Abaixo um modelo 1976

Este Charger é um modelo 1977. Leia sobre a linha Dodge Dart e Charger no Brasil

A picape Dakota. Tinham uma boa gama de motores: Quatro cilindros (Gasolina ou Turbo Diesel), V6 (Gasolina) e V8 (Gasolina). Infelizmente durou pouco tempo em nosso país (1998 - 2001). Abaixo um modelo cabine estendida R/T

O Dodge Challenger foi relançado em 2008 baseado no modelo 1970.Este é um modelo 6.1 Hemi

E o modelo SRT de 2014. Saiba mais sobre os primeiro Challenger

Um Jeep Unlimited Rubicon edition

Um belo Fiat 130. Saiba mais

Um ótimo encontro

Veja a página de eventos as datas do primeiro Mopar Uai em abril de 2018

Texto, fotos e montagem:  Francis Castaings               

© Copyright - Site http://www.retroauto.com.br - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Role a página para ver os anteriores

Volte a página principal do site.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Encontro Veículos Chrysler 2018 - CCMG - Chrysler Clube de Minas Gerais – Junho 2018

Um domingo de tempo nublado, um pouco frio na capital mineira, mas não impediu que o Clube Chrysler de Minas Gerais se reunisse num dos principais e tradicionais bairros da cidade.

Foi no domingo, dia 24 de junho, na Savassi, que cerca de 25 Dodge Dart, Charger e um Charger SRT americano, ficaram estacionados em 45° para a admiração de vários Belo Horizontinos que todos os domingos tem parte das ruas fechadas do bairro para caminhar, andar de bicicleta, e neste dia admirar carros antigos que marcaram muito a década de 70. E os familiares acompanharam os proprietários! Muito bom!

Marcado para começar às 10:00 horas da manhã, aos poucos foram chegando. Abaixo um sedã quatro portas 1970

Um belo cupê Dart, dos primeiros, sendo que o teto de vinil era um opcional. Foi lançado no final de 1970 como modelo 1971

Um cupê da mesma safra

Outro cupê, dos primeiros a chegar, ano 1973

As cores vivas eram atração na época

A versão Gran sedan era mais luxuosa a partir de 1973

Este em traje esporte

E um Charger LS

Este é um Dodge Charger R/T (Road and Track) ano 1973

As faixas laterais mudavam no Charger R/T  em 1975

Este é um modelo 1978 com parte do teto em vinil e perdia a falsas entradas de ar

Um dos últimos 500 Dodge Dart fabricados da linha 1979/1980

Este é um Dodge Magnun! Era a versão cupê do Le Baron. Era um dos modelos mais caros da linha 1979/1980. Leia mais sobre os grandes da linha Chrysler do Brasil

E o americano com um V8 de 6,4 litros e 471 cavalos! 

A turma Dodge

Registros de uma ótima manhã de domingo

Texto, fotos e montagem:  Francis Castaings               

© Copyright - Site http://www.retroauto.com.br - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Role a página para ver os anteriores

Volte a página principal do site.

Segundo Encontro Mensal Veículos Chrysler 2018 - CCMG - Chrysler Clube de Minas Gerais

Mais um ótimo encontro do Clube Chrsyler de Minas Gerais foi realizado, excepcionalmente no último sábado do mês de março de 2018 no Condomínio Alphaville, Lagoa do Ingleses, Nova Lima, que faz parte da região metropolitana de Belo Horizonte. Estiveram lá belos modelos nacionais Dart, Charger e picape RAM e também dois exemplares norte americanos.

Exemplar do primeiro Charger LS

Dodge Charger R/T 1973. As primeiras mudanças de faixas, travas de capô, grade dianteira e rodas Magnum.

Belo Dodge Dart cupê 1973. Placa preta merecida!

Outro belo cupê do mesmo ano

Este com acessórios de bom gosto

Dodge Charger R/T 1975. Nova grade para toda linha Dodge e neste falsas entradas de ar sobre o capô que lhe conferiam agressividade  e novas faixas laterais.

O Gran sedã a partir de 1975 com nova grade, calotas e sistema "Fuel Pacer" para economizar gasolina. Caso o motorista pisasse com força, os indicadores sobre o capô se acendiam luzes para avisar que não estava sendo econômico.

Este Charger 1978 tem entrada de ar personalizada com aletas que se abrem conforme a pressão. Mais ar dentro dos cilindros, mais potência! Debaixo do capô muita saúde!

Outro Charger agressivo

A linha Dart ganhava nova frente em 1979

O cupê de luxo tinha denominação Magnum

O Charger idem! Leia mais sobre os Dodge Dart e Charger nacionais.

A picape Dakota nacional podia ter cabine simples ou estendida. Esta é uma versão 5.2 R/T. Foi fabricada no país de 1999 até 2001. Foi produzida com cabine simples, estendida ou dupla com motores com quatro cilindros em linha, V6 e V8 e diesel com quatro cilindros em linha (Detroit Diesel). Foi produzida em Campo Largo no Paraná.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os Norte Americanos

O Dodge Challenger SRT 392 Hemi. Os modelos Challenger de maior sucesso foram os fabricados entre 1969 e 1974. Renasceu em 2008 com linhas claramente inspiradas nos primeiros modelos 69/70.) O 392 V8 (6.423 cm) tem 470 cavalos. Ainda, em 2018, o motor com 6,2 litros V8 Hellcat tem cerca de 716 cavalos e acelerações fulminantes! O motor V6 não é nada pacato com com 3,6 litros e 305 cavalos. O V8 5,4 litros tem 375 e o 6,4 litros tem 470 cavalos. Seus concorrentes nos Estados Unidos são o Ford Mustang e o Chevrolet Camaro que também são releituras do passado no que se refere ao designer. O Dodge Challenger R/T 440 ano 1970, placa OA-5599, cor branca ficou eternizado no filme de 1971 Corrida contra o Destino (Vanishing Point) estrelado por Barry Newman que faz o papel do piloto Kowalski. Veja um trecho do Challenger branco OA 5599 de kowalski.

É o mais bonito esportivo americano da atualidade

A RAM passou a ser uma divisão da Dodge. E o modelo mais vendido dos Chrysler ficando em terceiro lugar nos Estados Unidos e segundo no Canadá. Este é um modelo RAM 2500 como motor Turbo Diesel Cummins. Tem um seis cilindros 6,3 litros com opções de 350 ou 370 cavalos. Pesa 3.320 quilos, 5,79 metros de comprimento e 2,03 de altura. Não passa despercebido!

Acompanhe o calendário de eventos do site para saber qual será a date em abril

Texto, fotos e montagem:  Francis Castaings               

© Copyright - Site http://www.retroauto.com.br - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

Role a página para ver os anteriores

Volte a página principal do site.

Primeiro Encontro Mensal Veículos Chrysler 2018 - CCMG - Chrysler Clube de Minas Gerais

A marca Chrysler reúne as marcas Chrysler, Dodge, Plymouth, DeSoto e Imperial sendo que esta última nasceu para competir com os luxuosos da General Motors (Cadillac) e Ford (Lincoln)

Nós no Brasil tivemos os Dodge Dart, Charger e os pequenos Dodge 1800 e Dodge Polara que eram derivados do Hillman Avenger inglês. As picapes D-100 e os caminhões 400 e 700 também foram fabricados aqui.

Tinha um motor V8 potente e moderno

A marca ainda reunia a divisão Fargo de caminhões e picapes. Em 2009 a RAM se tornou uma marca própria.

O primeiro a chegar foi o sedã de quatro portas Dart. Depois o cupê. Nos Estados Unidos ainda havia o conversível, não existiu a versão perua nesta geração. Mas a Station Wagon chegou a ser construída pela Brasinca em 1971. Não passou do projeto!

Os modelos grandes foram fabricados nos Estados Unidos, país de origem, e também na Espanha, Argentina, Austrália e Canadá. Na Argentina, o modelo Chrysler Valiant utilizou o motor Slant Six. Na Espanha foi fabricado o modelo quatro portas na versão anterior a nossa pela Barreiros entre 1959 e 1978. Tinha uma versão com motor diesel que agradou aos taxistas.

No que se refere ao porte era entre o Chevrolet Opala e o Ford Galaxie. Incomodou à ambos.

Abaixo um Charger sem o teto de vinil e personalizado com bom gosto!

Um Gran sedã muito bonito!

E um Grand cupê

Este modelo está sendo restaurado. E na ordem correta. Primeiro a parte mecânica, depois a carroceria e por último os estofados.

A primeira mudança na dianteira e traseira ocorreu em 1979.

O cupê também recebeu as atualizações. Essas modificações também aconteceram nos Estados Unidos. Nas versões esportivas Swinger e Hang 10.

A versão luxuosa quatro portas chamou-se Le Baron

E o cupê Magnum. Saiba mais sobre os grandes Chrysler do Brasil

E um belo Plymouth GTX 440 estava lá. Este V8 já tem 7.154 cm³ e 375 cavalos a 4.600 rpm. Esta usina de força leva o Plymouth a 100 km/h em 6,5 segundos e sua final é de 198 km/h! Números excelente para 1968!

Abaixo uma picape RAM 1500. Aqui no Brasil foi fabricada o modelo Dakota entre 1998 a 2001 com cabine simples e estendida com motores com quatro cilindros em linha, V6 e V8. Foi produzidaem Campo Largo no Paraná.

Muito bom ver colecionadores mineiros conservarem seus Dodge! A programação será divulgada no site e em princípio será a cada segundo sábado do mês. Em Belo Horizonte e região metropolitana, em Minas, temos belos exemplares dos americanos Charger, Challenger, Dodge Super Bee, DeSoto, Plymouth Barracuda, Cuda, Road Runner, etc. que não compareceram, mas seria muito bom se juntarem à esta turma, pois o clube promete bons eventos!

Em breve a história do Plymouth Barracuda, do Road Runner e dos Dodge Argentinos. Aguardem!

Texto, fotos e montagem:  Francis Castaings                          

© Copyright - Site http://www.retroauto.com.br - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Volte a página principal do site.