Encontros da Associação Mineira de Antigomobilismo (AMA) e Portal Auto Shopping

Os 53 anos do Puma GT, família Volkswagen Kombi, Volkswagen Passat, Voyage, Golf, Polo e Convidados

Ele nasceu para as pistas,mas ganhou as ruas dando muitas emoções á várias gerações dos anos 60, 70, 80... O Puma GT foi o esportivo de maior sucesso da indústria automobilística do Brasil sendo exportado para vários países do mundo.

É uma lenda que seus proprietários tratam com muito carinho uma raridade que é admirado e em 2016 foi matéria de revistas francesas, portuguesas e espanholas. Tanto na versão com motor DKW quanto na Volkswagen arrefecida à ar. O jornalista americano karl ludvigsen fez um teste para a famosa revista Car & Driver no começo dos anos 70 e o brasileiro Puma GT-1600 foi comparado ao Porsche 914 e ao Opel GT. E os superou em vários quesitos.

E a data foi muito bem comemorada em 8 de outubro de 2017 em Belo Horizonte em mais uma bem sucedida parceria da Associação Mineira De Antigomobilismo e do Portal Auto Shopping. Junto aos carros de fibra estavam modelos Volkswagen que marcaram época e outros que já são colecionáveis.

A bandeira do Clube do Puma de Minas Gerais

Saiba mais lendo a história da Puma Veículos.

 

O Volkswagen Kombi

O Utilitário universal ganhou o mundo desde a década de seu lançamento. O primeiro sucesso foi na Europa, mas quando caiu nas graças dos Estados Unidos o “Mini Bus” ou “Volkswagen Bus” ficou muito mais famoso. Também conquistou a América Latina e no Brasil foi utilizado em incontáveis segmentos. E ganhou a paixão dos antigomobilistas nas décadas de 80, 90 e principalmente no século XXI

Conheça mais sobre este grande utilitário

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O Volkswagen Passat

Na Alemanha e aqui no Brasil a guinada foi grande a partir de 1975. Funcionários da fábrica de São Bernardo do Campo foram para a sede na Europa para serem treinados e o pessoal da concessionária também recebeu um treinamento extenso. Tudo era novo, o motor era dianteiro, moderno e arrefecido à água. Foi apresentado no Salão do Automóvel em São Paulo em outubro de 1974 já como versão 1975.

Conheça mais sobre a família Passat

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O Volkswagen Voyage

Outro grande sucesso da família Gol foi o Voyage que utilizou os motores 1.500, 1.600 e 1.800 cm³ nas versões com duas e quatro portas. Atendia muito bem à pequenas famílias, jovens e taxistas. Foi um carro robusto, bonito, seguro, econômico e rápido. A versão 1.800 GLS era muito apimentada e a versão Fox foi utilizada nos Estados Unidos nas versões quatro portas e na perua Parati que lá se chamou Fox Station Wagon. Poucas se vêem por aqui.

Usou o mesmo motor AP (Alta Potência) do VW Passat

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O Volkswagen Golf

Após o lançamento da linha Passat, uma nova e grande família iria nascer e ficar muito famosa no mundo inteiro. Um carro menor, com carroceria de três e cinco portas, a perua Variant e a picape Caddy para exportação. Vários bons motores, mas a versão mais famosa cuja três mágicas letras “GTI” foram copiadas por vários construtores. O Golf é até hoje um grande sucesso e foi apresentado em maio de 1974. Em 1979 a versão três volumes Jetta chegava com os mesmos motores que o Golf. Em alguns mercados se chama Bora. A GTI tinha 1.588 cm³ e 110 cavalos capazes de o levar à 182 km/h. Ótimo para um carro de 3,81 metros e 770 quilos.Já está em sua sétima geração e uma sigla muito importante é a TSI.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Volkswagen Polo

Era o menor carro da Volkswagen da nova geração “água” nascida em 1975 e era muito semelhante ao Audi 50. Media 3,6 metros e pesava 685 quilos. Tinha motores com 900 cm³, 1.100 e 1300 cm³. Em Janeiro de 1977 chegava o sedã Derby de duas portas com os mesmos motores e em 1981 uma perua também com duas portas. Começou com uma versão GT, ganhou a GTI e como os irmãos maiores também motor diesel. Toda a linha na década de 90 foi equipada de um compressor volumétrico chamado de G. E eram muito velozes! O Polo está em sua sexta geração.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Convidados Ilustres

Um Volkswagen sedã imaculado

Um VW Brasília com rodas de liga de época. Leia mais sobre a Brasília

Um Volkswagen TL Fastback também muito bom!

Havia duas belas VW Variant

Um belo Karmann-Guia. Saiba mais

E este é um Volkswagen Typ3 que deu origem à Variant e ao TL. São raros no Brasil

Três cilindros, três bobinas, dois tempos, tração dianteira...esse DKW Belcar 1967 fez sucesso!

Um Ford LTD que acabou se ser restaurado. Leia mais sobre os grandes Ford

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As Miniaturas

Os rapazes do Miniatura Esporte Clube prestigiaram o evento

E encantaram os visitantes com vendas e exposição

Muito obrigado por terem aceitado o convite!

A premiação

A premiação com certificados começou por volta das 12:00 horas e foi dirigida pelo Doutor Antônio do Monte Furtado Filho, Presidente da Associação Mineira de Antigomobilismo, seus diretores Marco Túlio Landim (Presidente do Clube do Puma MG) e Milton Sálvio (Presidente do Clube DKW MG).

Representando o Portal Auto Shopping estava Viviane Valadares.

Receberam certificados o Clube do Puma MG que por sua vez também premiou, o Clube do Passat, o Clube da Kombi, O Clube do Voyage, o Clube do Golf, o Clube do Polo e o Miniatura Esporte Clube. A banda Puma que estava tocando um Rock de ótima qualidade e o primeiro Presidente do Clube do Puma também foram agraciados. Vários brindes foram sorteados para os membros de clubes.

Para ler

Os bons livros da Editora Alaúde. Clique abaixo.

Ou clique neste retângulo.

Compre livros de carros nacionais ou estrangeiros na Clique aqui para comprar livros

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A Editora Alaúde fez uma tem ótimos livros sobre os carros brasileiros e estrangeiros. Clique sobre a figura e acesse.

Vários bons títulos.

Ambos em capa dura e são muito ricos em fotos e dados. Clique sobre a figura para acessar.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Texto, fotos e montagem Francis Castaings                               

© Copyright - Site http://www.retroauto.com.br - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Role a página para ver os anteriores

Volte a página principal do site.

Com o passar do tempo, como qualquer carro, o Fiat 147, com o envelhecimento perdeu mercado e já estava em andamento um novo projeto e o Fiat Uno foi lançado em 1984.

Também causou impacto por suas linhas arrojadas diante de uma concorrência que não se renovava, já que o Ford Escort lançado em 1983 ia para o um segmento superior e o Volkswagen Gol dava sinais que a “briga” ia ser séria. Foi lançado o modelo duas portas, quatro portas, picapes e furgões, perua Elba e sedã prêmio com duas e quatro portas. Estes foram exportados inclusive para a Europa como motores diesel e eram chamados Duna. Na Argentina também foi aplicado este nome  E com as picapes formava também uma linha completa. Raros são os modelos 1.5 R e o primeiro Turbo produzido em série no Brasil.  * Foto acima gentilmente cedida por Luigi Kelvin presidente do 147 Motivos Club *

Em 1996 chegava o Fiat Palio para substituir o Uno, mas este ainda continuaria em produção por muito tempo em versões básicas e especiais o famoso Mille que entrou para o grupo dos "populares".

Em 1996 chegava o Fiat Palio para substituir o Uno, mas este ainda continuaria em produção por muito tempo em versões básicas e especiais. O Palio ganharia mais motores que o Uno. Foram lançados o motor 1.000 cm³, 1.250, 1.400, 1.500, 1.600, 1.800 e o 1.8 R.  As carrocerias foram duas portas, quatro, sedã Siena, perua Palio Weekend e picapes Strada com carrocerias cabine simples e estendida.

Encontros Associação Mineira De Antigomobilismo (AMA) e Portal Auto Shopping - Família Fiat

A Fiat Automóveis do Brasil começou suas atividades em Betim, região metropolitana de Belo Horizonte em 1976. Trazia muita inovação, um carro completamente diferente dos demais, ainda mais em seu segmento, dos pequenos, concorrendo com o Volkswagen Brasília, Chevrolet Chevette e atingindo ainda menores como o Volkswagen sedã ou maiores como o Ford Corcel.

O primeiro produto do grupo italiano foi o Fiat 147 derivado do Fiat 127 e este gerou uma grande família. A picape Fiat foi a primeira e a mesma ganhou uma caçamba maior sendo denominada Fiat Fiorino que por sua vez teve versões furgão fechado ou com vidros, para carga ou passageiros. Veio também a perua Panorama e o sedã Oggi. Saiba mais sobre o 147

O Tempra

A Fiat queria ser grande, já era, mas almejava um mercado mais amplo e tinha produtos para tal fim na Itália e por que não trazê-los para o Brasil? Em 1992 chegava o Fiat Tempra, um sedã muito moderno pronto para competir com o Chevrolet Opala no final de linha, o Ford Del Rey que também perdia fôlego e enfrentaria com vantagens o Volkswagen Santana e seu primo Ford Versalhes da Autolatina que já haviam sofrido reestilização. E fez sucesso!

Era um carro médio, que pesava 1.180 quilos, quatro portas, motor transversal com quatro cilindros em linha, 2,0 litros, 105 cavalos, cambio manual de cinco marchas e como todos os carros da linha no Brasil e desde o modelo 128 da década de 60 lançado na Itália, tinha tração dianteira.

Em 1992 chegava o modelo cupê, só existente aqui como o Santana duas portas e mesmo com a versão Turbo fez pouco sucesso e hoje são colecionáveis e raros sobreviventes. A versão Ouro trouxe o primeiro motor com cabeçote com dezesseis válvulas no país e em 1995 a injeção eletrônica chegava aos motores que alcançavam 120 cavalos e a versão Turbo, com duas ou quatro portas atingia 212 km/h e fazia de 0 a 100 km/h em apenas 8,5 segundos . Era o carro mais veloz do Brasil em 1995.  A versão perua, muito bonita, é muito rara nas ruas e era importada.

O Tipo

O Tipo chegou ao Brasil importado em 1993 e logo venceu a concorrência por sua modernidade, conforto, versão duas e quatro portas, chegando a 4.000 unidades vendidas por mês. Um sucesso! O modelo 1.6 I.E era fraco, mas o 2.0 IE SLX agradava muito. A versão com dezesseis válvulas e 2.000 cm³ e 109 cavalos chegou no final de 1995, era um carro muito bom, mas a concorrência  crescia e hoje existem poucos em bom estado rodando. Assim com a ascensão foi rápida a queda infelizmente foi conta dos problemas com os carros incendiados. Decretou seu fim, mas o interessante é que há um bom número ainda rodando e em bom estado.

Fiat Brava e Marea

Saia de cena o Tipo e o Tempra e entravam a linha Brava e Marea bem mais modernos, bonitos e com estilo muito distinto. Os Fiat Brava e Marea foram apresentados nas versões sedã e perua de quatro portas  (Marea) e Brava (hatch) quatro portas e seguiram carreira até 2007. Por aqui, nacional ou não já havia o Chevrolet Vectra, Ford Mondeo, Honda Civic, Peugeot 406, Renault Laguna, Toyota Corolla e Volkswagen Bora.

Lá na Itália o Bravo tinha duas portas e versões bem apimentadas. Se a concorrência lá era muito forte, aqui também tinha com que se preocupar. Os motores eram com quatro cilindros 1,6, 1,9, estes com dezesseis válvulas, mas o mais interessante era o cinco cilindros em linha com 2,0 litros com potência, 20 válvulas e na versão turbo chegava a 182 cavalos e colocava muito carro para comer poeira, brita, cascalho, etc. O único problema de todos é que sua manutenção não era seguida como se devia. Como em todos os carros de fábricas honestas o manual estava lá, mas seguir as orientações é outra coisa! A versão HLX e Turbo ofereciam airbags frontais, laterais e ABS como opcionais. Era mais uma pioneirismo no mercado nacional nestes itens. E suas linhas não apresentam rugas até hoje!

O Stillo

Um carro bonito que não tinha outros tipos de carroceria para o Brasil já que na Itália haviam o cupê e a perua (Fiat Stilo Multiwagon). Mas tinha acessórios interessantes como o teto solar retrátil e a versão assinada por Carlo Abarth. Este belo carro aportou por aqui em 2002 já como modelo 2003, nas versões 1.8 com 8 válvulas e 103 cavalos, 1.8 16 válvulas e 122 cavalos, ambas com quatro cilindros em linha cilindros e poderosa Abarth 2.4 20V FiveTech com 168 cavalos. Em 2005 foi apresentada a versão Schumacher Season, para homenagear o alemão heptacampeão mundial da Fórmula Um, que atuava na Ferrari, Michael Schumacher. Havia apenas as cores amarela e vermelha, dando um toque esportivo e com rodas com desenho muito bonito. Pouco depois chegaram a cor prata e preta. 

Certificados, brindes e confraternização

Doutor Antônio do Monte Furtado Filho, presidente da Associação Mineira de Antigomobilismo comandou a entrega de certificados à novos clubes filiados à AMA.  Abaixo com Viviane Valadares gerente do Portal Autoshopping que acompanhou na entrega de certificados e brindes.

Momentos

O Bravo e o Punto

Em 2011 a Fiat anunciava que a "bravura" estava de volta. Havia os motores 1.8 16 Válvulas E.TorQ com cambio mecânico ou Dualogic ou o 1.4 T-Jet com cambio de seis marchas. 

O Punto lá fora era de segunda geração como o daqui, foi produzido com três e cinco portas com cilindrada variando entre 1.242 cm³ à 1.910 e potências entre 60 e 120 cavalos. Nesta podia chegar à 220 km/h. Logicamente com a gasolina de lá! Tinha desenho do grande Giugiaro e era equipado com airbag comuns e mais quatro, dois cortina e dois laterias, ABS nas rodas traseiras e motores 1,4 e 1,8 Flex aqui no Brasil.

Um evento família e uma reunião de amigos

O evento contou com o apoio da FIAT automóveis e do sistema SENAI FIEMG

Na caçamba da picape Strada estava um motor Fiat com várias partes internas à mostra funcionando. Ideal para o aprendizado

Para ler

Os bons livros da Editora Alaúde. Clique abaixo.

Ou clique neste retângulo.

Compre livros de carros nacionais ou estrangeiros na Clique aqui para comprar livros

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A Editora Alaúde fez uma tem ótimos livros sobre os carros brasileiros e estrangeiros. Clique sobre a figura e acesse.

Vários bons títulos.

Ambos em capa dura e são muito ricos em fotos e dados. Clique sobre a figura para acessar.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Texto, fotos e montagem Francis Castaings                               

© Copyright - Site http://www.retroauto.com.br - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Role a página para ver os anteriores

Volte a página principal do site.


Encontros Associação Mineira De Antigomobilismo (AMA) e Portal Auto Shopping - Família VW Gol e Santana

No segundo domingo de julho foi a vez da família VW Gol e Santana se apresentarem no Portal Auto Shopping neste evento em parceira com a Associação Mineira de Antigomobilismo. Cerca de 150 carros estiveram lá no dia 9 de julho do Clube do Santaneiros de Minas Gerais e do Clube do Gol

Dois modelos muito importantes da família Volkswagen nasceram na década de 80. O compacto Gol em 1980 e o médio sedã Santana em 1984. Usavam plataformas distintas, mas tiveram motorizações comuns. E o Gol é símbolo de sucesso e fabricado até hoje! A família Volkswagen como o Fusca e Brasília estavam perdendo clientes para o Chevrolet Chevette e para o Fiat 147. E precisava de um novo modelo com urgência.

O Volkswagen Gol chegou com motor 1.300 cm³, arrefecido à ar, o mesmo bom e conhecido da família Volkswagen que por anos equipou a maioria d seus modelos. Só que no Gol ele era dianteiro e sua tração dianteira.

A ideia não era nova, já havia sido pensada, mas não aplicada na Alemanha. Era o projeto VW-Porsche EA266. Ainda existe um exemplar na matriz europeia, mas chegaram a fabricar 50 protótipos e alguns já estavam prontos no final da década de 60. A mecânica estava abaixo do banco traseiro e aqui no projeto BX foi colocada na dianteira. Não vingou lá, o presidente da VW Kurt Lotz pôs fim a este projeto afim de revolucionar a linha que começou com o Passat e logo depois o Golf que salvou a Volkswagen devido ao seu enorme sucesso. Kurt Lotz aproveitou todas as boas ideias e bons projetos da Audi e da NSU Motorenwerke. Ambas haviam sido absorvidas pela Volkswagen. O Projeto EA 276, já com motor dianteiro à ar e idealizado por Giorgetto Giugiaro também não vingou. Este estilista italiano foi o criador do Passat, Golf, Polo...

O estilo foi baseado no Golf e no esportivo Scirocco das décadas de 70. Os motores a ar tiveram cilindradas de 1.300 e 1.600 cm³, mas foram substituídos a tempo pelo motor arrefecido à água já usado e aprovado no VW Passat. O Gol, Voyage, Parati e Saveiro usaram motores 1.500, 1.600, 1.800 e 2.000. A versão 1000 16V também era muito atraente ainda mais na versão Turbo. Abaixo um 1800.

O Gol GT foi um grande sucesso e a GTS idem.

E o GTI arrancava suspiros e já é um colecionável

A primeira mudança de estilo, foi a frente e traseira remodelada para toda a linha em 1991.

Mais espaço para passageiros era necessário e Voyage com motor 1500 chegou em 1983 nas versões gasolina e álcool. Também rodou com motores 1.600 e 1.800 cm³.

A Saveiro era destinada à cargas, mas fez enorme sucesso com o público jovem também. As pranchas de surf e motos eram bem vindas!

E a Parati para a família, mas também atraiu muitos jovens

Um estilo que agrada muito até e graças a colecionadores ainda existem modelos em ótimo estado!

O Voyage e a Parati foram exportados para os Estados Unidos. Lá chamou-se Fox (raposa) e receberam mais de 100 modificações. Na Argentina o Voyage também foi exportado e lá ficou conhecido como Gacel (gazela). O Gol foi para vários países da América Latina.

O modelo quatro portas foi o escolhido para as exportações

O Santana

O Volkswagen Santana chegou ao Brasil em 1984 para concorrer com o Chevrolet Opala, Chevrolet Monza, Ford Del Rey e depois enfrentou o Fiat Tempra. Era uma versão do Passat alemão com três volumes e depois veio a perua Quantum lá e aqui no Brasil. Na Alemanha era a segunda geração do Passat e na terceira geração o nome Santana deixou de ser usado e Quantum tornou a ser Variant. Todas as peruas da marca VW na Alemanha se chamam Variant. Aqui também foi fabricada a versão com duas portas que não existiu lá. Era a época em que o Brasileiro achava que carro duas portas era mais seguro. O motor com 1.800 cm³ se mostrou-se fraco para o carro. Lógico que era um ótimo motor, mas o Santana era pesado! E logo foi colocado como opcional o de 2.000 cm³ que tornou sua aceleração mais vigorosa assim como a velocidade máxima. As primeiras versões foram a CS, CG e CD, Confort Silver, Gold e Diamond.

Alguns proprietários do carro com motor 1800 optaram por colocar um turbocompressor. Ficava ótimo!

Em 1991 veio a primeira reestilização.

Frente e traseira baseadas no irmão alemão

A última alteração na carroceria foi em 1998. O Volkswagen Santana foi fabricado até 2006. Já havia a concorrência de vários importados e aqui no Brasil havia o Vectra da General Motors e depois o Marea da Fiat. A Ford trazia o Mondeo

A versão Sport de 1993, exclusivamente na versão duas portas, nas cores preto ou branco no início, tinha lanternas com acabamento fumê e spoiler traseiro. Tinha motor 2.0 com injeção e freios ABS. A cor vermelha ganhou admiradores. Foi produzido de 1987 a 1991 com o nome de Carat (Quilate em francês) na Argentina. A Quantum foi exportada para lá atém 1996.

ENCONTROS  ASSOCIAÇÃO MINEIRA DE ANTIGOMOBILISMO (AMA) E PORTAL AUTO SHOPPING - FAMÍLIA GM

Muito bom ver vários clubes no mesmo espaço para uma exposição. E foi o que aconteceu no Portal Auto Shopping em parceria com a Associação Mineira de Antigomobilismo no domingo, dia 4 de junho de 2017.

Estavam lá vários Chevrolet de várias décadas. O Chevette, Kadett, Corsa e Vectra.

O primeiro automóvel General Motors fabricados no Brasil são de origem alemã, da Opel A.G. filial GM na Europa desde 1929 e neste ano de 2017 adquirida pela PSA, Grupo Peugeot Citroën Autonmobile S/A.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A exposição do Caçula da GM

A primeira geração era idêntica ao Kadett alemão

A segunda chegou em 1978

Por dentro tinha boa ergonomia

Esta frente da segunda geração era inspirada no Pontiac Firebird americano

 Em 1983 a versão Hatch.

Outra remodelação que se inspirou no Monza da GM

Leia mais sobre nosso Chevette

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O robusto motor quatro cilindros.


Entrega de certificados aos clubes Volkswagen e sorteio de brindes.

Na foto acima Doutor Antônio do Monte Furtado Filho presidente da Associação Mineira de Antigomobilismo. Também estavam lá   Rosane Cristina Pereira, gerente geral do Portal Auto Shopping e Milton Sálvio diretor técnico da AMA e Presidente do Clube dos DKW. Foi mais uma manhã muito agradável com bons amigos num ótimo local.

Para ler

A Editora Alaúde fez uma tem ótimos livros sobre os carros brasileiros e estrangeiros. Clique sobre a figura e acesse.

Vários bons títulos.

Ambos em capa dura e são muito ricos em fotos e dados. Clique sobre a figura para acessar.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Texto e fotos Francis Castaings                               

© Copyright - Site http://www.retroauto.com.br - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Role a página para ver os anteriores

Volte a página principal do site.


O Corsa, lançado aqui em 1994, foi a opção da General Motors de um carro pequeno para o Brasil. Era baseado na segunda versão lançada na Alemanha também com tração traseira.

O Corsa foi lançado aqui na versão Hatch duas portas, mas a família aumentou com as versões quatro portas, perua e sedã Classic e picape. Versões com motores 1,0, 1,4 e 1,8 litros de cilindrada.

O kadett lançado aqui era a sexta geração da Europa, segunda com tração dianteira e uma vasta gama de carrocerias.

Aqui as carrocerias foram hatch duas portas, conversível GSi com carroceria Bertone e perua Ipanema com quatro portas muito rara hoje em bom estado de conservação. Motores 1,8 e 2,0 litros. Foi fabricado aqui entre 1989 e 1998. Foi substituído pelo Astra aqui e lá na Europa.

Nosso Chevrolet Monza lançado aqui em 1992 era o Opel Ascona na Alemanha em sua terceira geração. Tanto lá e cá foi substituído pelo Vectra. Chegou aqui no final de 1993 e ficou nas linhas de montagem até 2011. Motores 2,0 e 2,2 litros.

Tanto lá quanto aqui no Brasil só tinha a disposição a versão quatro portas. Todos futuros colecionáveis. Tanto o Corsa, kadett e Vectra. Veja outros.

Foi um sucesso de vendas aqui.

Belo Chevrolet linha Master. Leia mais sobre este famoso.

Os DKW

Esse clube foi convidado pela organização e como os outros fez bonito. O primeiro significado da sigla DKW era "Dampf-Kraft-Wagen", carro de força a vapor, já que os primeiros veículos tinham pequenos motores a vapor.

A fábrica cresceu, fazia sucesso e vieram os motores a gasolina com ciclo de dois tempos. Os primeiros modelos de motor de dois tempos foram adaptados para brinquedos e foram denominados "Des Knaben Wunsch", o desejo do menino

A última denominação para automóveis e motocicletas foi "Das Kleine Wunder", ou seja, a pequena maravilha. Aqui foram produzidos a perua Vemaguet, o Belcar, o utilitário Candango e o belo sedã Fissore. Em 1956 os primeiros DKW F-91 foram lançados e produzidos até 1967 quando foi absorvida pela Volkswagen. Seu motor foi utilizado no DKW Malzoni e também no carro de recordes Carcará. Três cilindros, três bobinas, motor de dois tempos, gasolina e óleo e muita bravura!

No evento houve a entrega de certificados aos clubes e sorteio de brindes.

Na foto acima Doutor Antônio do Monte Furtado Filho presidente da Associação Mineira de Antigomobilismo,  Rosane Cristina Pereira, gerente geral do Portal Auto Shopping, Milton Sálvio diretor técnico da AMA e Presidente do Clube dos DKW e Desembargador Milton Vasques Thibau de Almeida. Foi uma manhã muito agradável com bons amigos num ótimo local.

ENCONTROS  ASSOCIAÇÃO MINEIRA DE ANTIGOMOBILISMO (AMA) E PORTAL AUTO SHOPPING - ABRIL

147 Motivos Club de Minas Gerais, Abril de 2017

Uma turma unida, sempre com bom humor e dispostos a fazer ótimos encontros realizados desde o ano passado. Este é o 147 motivos cujo presidente Luigi Kevin sempre une os amigos e nestas reuniões sempre muito boas vários eles estão sempre presentes. No estacionamento do Portal Auto Shopping, que é muito amplo, com parte aberta, parte fechada, espaço para as crianças brincarem, mesas para os adultos, alimentação, música e muito bate papo de alta qualidade.

A AMA e o Portal Auto Shopping fizeram uma parceria e até o final do ano haverá um evento por mês de carros antigos variando a marca. E esta foi a frase do presidente do clube: 49 carros,49 famílias e 147 Motivos para se juntar a nós!

Luigi Kevin (Presidente 147 Motivos Club), Anderson Souza Rocha (Belo Horizonte Convention & Visitors Bureau),  Doutor Antônio do Monte Furtado Filho (Presidente da AMA), Marco Túlio Landim (Presidente Clube do Puma MG)  e Cláudio Kakau (Membro do Clube  Galaxeiros das Gerais)

Este é um dos primeiros modelos. O logotipo FIAT ficava no centro

Um pequeno grande carro que revolucionou o mercado

A primeira picape derivada de um carro no Brasil

Outro belo exemplar

Foi o primeiro carro a ter motor transversal no Brasil e o primeiro em grande produção em série a ser movido a Etanol. E a versão com motor movido a diesel foi exportado para a Europa. Era o menor carro a diesel da categoria no mundo!

Exemplar impecável por dentro e por fora

Outro muito bom

Havia uma grande variedades de cores na época

Este pretinho estava na parte interna. Veja como ela é grande

Um modelo 147 Europa

Outro Europa

A linha Europa possuía várias versões de acabamento e motorização  1.050 e 1.300 cm³. Outro ótimo exemplar

Uma Perua Panorama 1300

Outra Panorama personalizada

Confortável para cinco pessoas e o maior porta-malas da categoria. Superava até modelos maiores

Foi o carro nacional com maior número de tipo de carroceria. O modelo Fiorino havia a versão fechada com chapas ou com vidros laterais e traseiros

Um modelo Spazio

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Homenagens

O Presidente da Associação Mineira de Antigomobilismo Antônio do Monte Furtado Filho.

Acima Rosane Cristina Pereira, gerente geral do Portal Auto Shopping, o Presidente da Associação Mineira de Antigomobilismo Antônio do Monte Furtado Filho, Anderson Souza Rocha (Belo Horizonte Convention & Visitors Bureau) e e Luigi Kevin presidente do 147 Motivos Club.

Mais um certificado é entregue pela AMA

Marco Túlio entrega o certificado à Rosane Cristina

O próximo evento está programado para dia 07 de maio, domingo.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Luigi Kevin e Ricardo Savallas diretor para assuntos estratégicos do clube

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Agradeço o convite, o certificado e a canequinha a Luigi Kevin. Muito Obrigado!


Para ler

A Editora Alaúde fez uma tem ótimos livros sobre os carros brasileiros e estrangeiros. Clique sobre a figura e acesse.

Vários bons títulos.

Ambos em capa dura e são muito ricos em fotos e dados. Clique sobre a figura para acessar.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Texto e fotos Francis Castaings                               

© Copyright - Site http://www.retroauto.com.br - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Volte a página principal do site.

ENCONTROS  ASSOCIAÇÃO MINEIRA DE ANTIGOMOBILISMO (AMA) E PORTAL AUTO SHOPPING - MARÇO

Encontro Omega Clube de Minas Gerais, Março de 2017

No dia 26 de março, domingo, no Portal Auto Shopping ocorreu um evento muito importante para o antigomobilismo mineiro. Lá foi firmada uma parceria entre a Associação Mineira de Antigomobilismo e o Portal Auto Shopping.

Neste dia, no mês de abril, e um domingo por mês haverá um evento de autos antigos marcante na capital mineira. Mono marcas ou não o importante é que a AMA e este ótimo espaço num local central da capital estão juntos. Estes encontros serão realizados no quarto piso do Portal Auto Shopping. A entrada é na Avenida Pedro II, 1900, bairro Carlos Prates em Belo Horizonte.

Todos os eventos serão previamente divulgados, como todos os outros na página da Associação Mineira de Antigomobilismo no Facebook, no Face Retroauto https://www.facebook.com/retroauto.franciscastaings e neste site na página de eventos.

No estacionamento aberto, neste evento, cerca de quinze carros estavam, mas ficam bem estacionados mais de quarenta.

Um clube com ótimos carros

E membros unidos

Doutor Antônio Do Monte Furtado Filho, presidente da AMA e Rosane Cristina Pereira, gerente geral do Portal Auto Shopping

O sedã médio Opel Omega, da divisão alemã da General Motors, produziu o modelo entre 1986 e 2003. Ele substitui o Rekord que já estava em sua sétima geração. O nosso Chevrolet Opala (Saiba mais) foi o Rekord C fabricado lá na Europa entre 1966 e 1972. Era um carro muito confortável, surpreendeu os clientes da marca por sua ótima estabilidade, conforto, luxo e alto nível de acabamento.

Bonito em qualquer ângulo

Na Europa e no Brasil existiram apenas o sedã e a perua Suprema que é rara hoje em dia em bom estado. 

A versão inicial chegou com o motor alemão 3.0 com seis cilindros em linha

Depois, como importante modificações, foi usado o 4100 do Opala também com seis cilindros em linha.

O novo carro foi fabricado aqui, nos Estados Unidos como Cadillac Catera, na Inglaterra como Vauxhall Omega, na África do Sul como Chevrolet Omega e na Austrália desde 1997 como Holden Commodore com versões muito interessantes sendo qua as últimas nossas eram importadas de lá.

O motor com quatro cilindros em linha e 2,2 litros do nosso modelo era adequado ao carro

Na Inglaterra, a famosa Lotus criada pelo genial Engenheiro Colin Chapman fez uma verão especial radical. Era o Omega Lotus ou Vauxhall Lotus Carlton na Inglaterra. Tinha 2.969 cm³, era alimentado por dois turbos Garrett T25, 378 cavalos a 5.200 rpm, fazia de 0 a 100 km/h em 5,5 segundos e tinha velocidade final de 284 km/h. Um míssil e simplesmente o sedã mais rápido do mundo. Hoje vale muito nos leilões!

Outro belo modelo

Outro modelo bacana

Este com certa agressividade

Os proprietários faziam questão de deixar o motor a vista

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os personagens do Encontro

Willian de Paula presidente do Clube Omega MG, Doutor Antônio presidente da AMA, Rosane Cristina Pereira gerente geral do Shopping Portal, Luigi Kevin do 147 Motivos Club e Marco Túlio Landim, um dos diretores da AMA e Presidente do Puma Clube MG.

William recebe o certificado de filiação de Dr. Antônio

William recebe os certificados  AMA do evento e filiação do Clube do Omega MG

ENCONTROS  ASSOCIAÇÃO MINEIRA DE ANTIGOMOBILISMO (AMA) E PORTAL AUTO SHOPPING - Opala

No dia 7 de maio de 2017, domingo de sol, aconteceu no Portal Auto Shopping em parceria com a Associação Mineira de Antigomobilismo, o encontro do Chevrolet mais amado do Brasil: O Opala! Cerca de 70 exemplares da marca estavam em mais um ótimo evento AMA.

O parceria com o Portal e com os clubes foi fundamental.

Abaixo impecável um modelo 1974 sedã acabamento Luxo 2500.

A maioria dos carros eram dos clubes convidados Planalto Opala Clube BH-MG e o Clube Opala BH. Estavam lá modelos de quatro portas, primeiro a ser lançado no Salão do Automóvel em 1968, vários cupês fastback que chegou em 1972 e também um bom numero de Caravan que completou a linha em 1975. Estavam no amplo pátio carros das décadas de 70,80 e 90.

De 1968 a 1992 foram 988.444 unidades que saíram da linha de montagem da General Motors em São Bernardo do Campo em São Paulo. Na estreia utilizavam motor com quatro e seis cilindros em linha.

O primeiro com 2.507 cm³ e 80 cavalos a 4.000 rpm. O mais potente tinha 3.770 cm³ e 125 cavalos a 4.000 rpm. Fazia de 0 a 100 km/h em 12,5 segundos e chegava à 171 km/h. Era o carro brasileiro mais veloz deixando o Ford Galaxie para trás e o Esplanada GTX da Chrysler.

Em 1971 ganhava nova grade dianteira diferenciada entre o modelo Standard e o modelo luxo. No final do ano chegava a versão Gran Luxo que tinha cores metálicas de série e teto de vinil e também o primeiro SS (Super Sport) já com motor seis cilindros e 4.100 cm³ com 138 cavalos.

O 3800 era retirado da produção. E já tinha um novo concorrente de origem americana: O Dodge Dart também lançado em versão quatro portas primeiramente e depois cupê. Logo depois veio o Charger R/T e o Opala foi para o segundo lugar em velocidade final.Em 1973 nova grade dianteira com poucas alterações na traseira em relação aos modelo 1971/1972.

Uma boa novidade em 1973 era o cambio automático para o motor seis cilindros com alavanca na coluna e para o motor de quatro cilindros já havia a opção de quatro marchas no assoalho para o modelo cupê.

Para os Opalas com motor 4100 também estavam disponíveis ar condicionado

al.

Outro cupê elegante!

O cupê 4100 abaixo tem um acabamento esmerado.

O proprietário fez a grade em alumínio. E veja os detalhe dentro do cofre do motor

Observe por dentro e o acabamento do console central

Outro 4100 com teto Las Vegas. Bonito!

Outro da mesma safra muito bonito

E a Caravan SS. Esta sempre presente nos bons eventos!

Outro modelo muito bonito com vários admirando. Este é um 1979.

Chegava a década de 80 e mudanças na frente e na traseira dos três modelos.

E poucas alterações no painel

Um bonito modelo Comodoro chegava ao evento

O modelo sedã quatro portas. Poucas alterações entre 1980 e 1987. Grades, faróis, faroletes...

E com nova frente a partir de 1988

Outro sedã da mesma época.

Em 1991 o campeão começava a se despedir

Junto com a Caravan encerrou sua bela história em 1992. Leia a história do Chevrolet Opala.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Premiações, certificados, sorteios e confraternização

O Presidente da Associação Mineira de Antigomobilismo Antônio do Monte Furtado Filho, Rosane Cristina Pereira, gerente geral do Portal Auto Shopping, Anderson Souza Rocha (Belo Horizonte Convention & Visitors Bureau) e Milton Sálvio diretor técnico da AMA e Presidente do Clube dos DKW. Foi uma manhã muito agradável com bons amigos num ótimo local.

Alex Godoy, presidente do Clube Opala Planalto recebe um certificado AMA de Milton Sálvio

Rosane Cristina Pereira recebe um certificado de Anderson Souza Rocha

Agradecimento especial à Alex Godoy pelo belo certificado

Amigos presentes

Estavam lá Marco Túlio Landim (Presidente do Clube do Puma), Luigi Kelvin (Presidente do Clube do 147 Motivos Club) e seus associados , Cláudio Kakau, membro dos Galaxeiros das Gerais, associados dos dois clubes Opala com suas famílias, de vários bairros da cidade numa reunião muito simpática e agradável.


Para ler

Os bons livros da Editora Alaúde. Clique abaixo. 

Ou clique neste retângulo.

Compre livros de carros nacionais ou estrangeiros na Clique aqui para comprar livros

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A Editora Alaúde fez uma tem ótimos livros sobre os carros brasileiros e estrangeiros. Clique sobre a figura e acesse.

Vários bons títulos.

Ambos em capa dura e são muito ricos em fotos e dados. Clique sobre a figura para acessar.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Texto e fotos Francis Castaings                               

© Copyright - Site http://www.retroauto.com.br - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Role a página para ver eventos anteriores

Volte a página principal do site.

 


Foi sem dúvida um dos melhores carros já fabricados aqui. Já é colecionável e este grupo o está preservando. Continuem!


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Para ler

A Editora Alaúde fez uma tem ótimos livros sobre os carros brasileiros e estrangeiros. Clique sobre a figura e acesse.

Vários bons títulos.

Ambos em capa dura e são muito ricos em fotos e dados. Clique sobre a figura para acessar.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Texto, fotos e montagem:Francis Castaings                               

© Copyright - Site http://www.retroauto.com.br - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Volte a página principal do site.


Para ler

Os bons livros da Editora Alaúde. Clique abaixo.

Ou clique neste retângulo.

Compre livros de carros nacionais ou estrangeiros na Clique aqui para comprar livros

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A Editora Alaúde fez uma tem ótimos livros sobre os carros brasileiros e estrangeiros. Clique sobre a figura e acesse.

Vários bons títulos.

Ambos em capa dura e são muito ricos em fotos e dados. Clique sobre a figura para acessar.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Texto e fotos Francis Castaings                               

© Copyright - Site http://www.retroauto.com.br - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Volte a página principal do site.