O Fabuloso Seis Cilindros de Detroit

A Hudson Motor Car Company foi uma fábrica fundada em 1909 por Roy Chapin, ex-executivo da Oldsmobile, e sete outros empresários, incluindo J.L. Hudson, empresário e fundador das lojas de departamento Hudson em Detroit, Michigan. Este último forneceu o capital necessário, a empresa foi nomeada em sua homenagem. O Hudson Motor encerrou suas atividades em 1954 quando se fundiu com a Nash Motors para formar a American Motors Corporation. O nome Hudson permaneceu em certos automóveis AMC até o ano modelo de 1957.

Um de seus melhores anos foi em 1929, com vendas acima de 300.000 veículos (séries Hudson e Essex, incluindo produção de fábricas na Bélgica e na Grã-Bretanha). Isso fez da empresa a terceira maior montadora naquele ano, atrás da Ford e Chevrolet. A Hudson Motor Car queria produzir um automóvel que pudesse ser vendido por menos de US 1.000 e, assim, atrair uma clientela em massa.

A empresa foi pioneira em novas técnica:  Os primeiros freios duplos hidráulicos, luzes indicadoras de pressão do óleo e tensão elétrica no painel de controle e eixo de virabrequim equilibrado que permite que o Hudson Straight-6 (apelidado de "Super Seis") girasse mais suavemente e com mais potência em rotações altas. A maioria dos carros produzidos pela Hudson possuía motores de seis cilindros em linha, um sistema de freio mecânico secundário (freio de estacionamento), uma embreagem de óleo e cortiça muito macia e durável. Este carro venceu o Pikes Peak International Hill Climb, subida de montanha, em alta velocidade, em 1916 (Foram os modelos Especiais em 1921 e Essex em 1923).

Em 1919, Hudson introduziu a marca Essex para população com orçamentos menores para competir com a Ford e Chevrolet, deixando o mercado um pouco mais luxuoso para a marca Hudson. Foi o primeiro carro de baixo custo a oferecer um interior fechado. Os vários Essex venderam mais de 1,13 milhão de unidades até 1932, quando foram substituídos pelo Terraplane. Esta última série era mais moderna, em 1932-33 o nome era Essex-Terraplane e, a partir de 1934, apenas Terraplane. Eles foram lançados com um grande evento  em torno da aviadora Amelia Earhart. Finalmente, o Terraplane se tornou o Hudson 112 em 1938.

Uma opção disponível no Hudson e Terraplane de 1935 a 1938 tinha uma alavanca de câmbio montada na coluna de direção, operando com controle eletromecânico. Este sistema, fabricado pela Bendix Corporation, que eliminou a alavanca do piso, mas ainda exigia o uso do pedal da embreagem. Como medida de segurança, uma alavanca de câmbio convencional foi deixada sob o painel em caso de falha da alavanca elétrica. Além dessa opção, era possível ter uma embreagem automática operada por bomba de vácuo a partir do início dos anos 30.

Em 1940, Hudson introduziu a suspensão dianteira independente e a direção com setor central (a direção atuava no ponto central do eixo entre as duas rodas), dois itens geralmente encontrados em automóveis mais caros. Em 1942, a primeira transmissão semi-automática de Hudson, chamada "Drive-Master", foi oferecida em resposta à transmissão automática "Hydra-Matic" da General Motors

Durante o período da Segunda Grande Guerra teve sua produção interrompida como todas americanas para fabricar materiais bélicos. Após o conflito apostou outra vez em inovações.

Em 1947, Hudson introduziu uma linha inovadora com carrocerias na parte frontal com estilo "Ponton" forma de carroceria com frente avançada e traseira mais baixa em estilo fastback.Fez tremer a concorrência das três grandes, Ford, General Motors e Chrysler. Assim como o Tucker Torpedo que era muito avançado para sua época. O modelo foi idealizado em 1941, mas o presidente da empresa achava muito avançado e radical

Para o ano modelo de 1948 este modelo muito esbelto fez escola, com as rodas traseiras cobertas e uma traseira rebaixada qua abalou a concorrência. Os modelos tinham denominação Pacemaker, Wasp, Commodore e Hornet. Foi a primeira carroceria desenhada por uma mulher nos Estados Unidos. Era obra de Betty Thatcher.

Mais uma inovação estava estava em seu chassi revolucionário. Além de sustentar a carroceria cobria parte da capota protegendo em caso de capotamento seus ocupantes. Esta solução, foi chamada de Monobilt. Ganhava em espaço interno, tinha rodar mais confortável, era um bom argumento de vendas na época e maior segurança em colisões. E várias indústrias dos Estados Unidos e Europa copiaram a genial ideia.

O modelo Hornet foi o de maior sucesso lançado em 1951. As carrocerias disponíveis eram o sedã quatro e duas portas, conversível Brougham,  mas o Club Coupé e o Hard Top Hollywood fizeram maior sucesso.

O modelo Hollywood tinha 5,25 metros de comprimento, 1,96 de largura, 1,52 de altura e 3,15 de entre-eixos. Seu peso era de 1.642 quilos.

O motor de maior potência tinha 5.047 cm³, seis cilindros em linha, cabeçote e bloco em ferro fundido e ficava em posição longitudinal. Era arrefecido a água. Tinha em sua versão mais potente 172 cavalos a 3.800 rpm e taxa de compressão de 7,5:1. Era alimentado por dois carburadores, versão Twin-H-Power.  Enfrentava nas estradas e pistas Chevrolet Bel Air, Ford Custom, Oldsmobile Super 88 e Desoto Firedome ambos com motor V8 sem timidez. Fazia de 0 a 100 km/h em 11 segundos e sua final era de 172 km/h. O motor de entrada tinha 145 cavalos e não contava com a dupla carburação da marca Carter. A caixa de marchas era manual com três velocidades mais overdrive ou automática Dual Range. Sua tração era traseira.

Sua carroceria mais baixa proporcionava ótima estabilidade, acima da concorrência. Seus pneus eram na medida 7.60 x 15. Seus freios contava com tambores , tinha comando hidráulico com assistência opcional.

Por dentro era muito confortável podendo acomodar seis passageiros. Seu painel tinha rica instrumentação.Contava com velocímetro, relógio de horas, amperímetro, marcador de temperatura, pressão e nível de óleo .

Apesar de muitos predicados, das vitórias nas corridas (veja boxe abaixo) as vendas não foram muito boas. Por volta de 44.000 unidades no primeiro ano, 36.000 em 1952 e 27.200 em 1953.

Em 1954 ganhava nova carroceria, mas mantinha a mesma estrutura. Estava mais moderno, mas menos charmoso. Contava com novos motores inclusive um V8 de origem Packard.

Em 1956 nova mudança de carroceria que não agradou e acelerou seu fim. Já estava antiquada sem condições de concorrer como Ford Fairlane, Chevrolet Bel Air (Saiba mais) e Plymouth Fury. Seu último ano modelo foi em 1957

Passou a fazer parte da American Motors Corporation fundada em 14 de janeiro de 1954 pela fusão da Nash-Kelvinator Corporation e da Hudson Motor Car Company. O modelo Hornet de 1951 a 1953 foi um ícone da indústria automobilística norte americana.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nas pistas

Abaixo o Hudson Hornet. Tinha um motor com seis cilindros em linha muito afinado e potente. Era chamado "The Fabulous Hudson Hornet" e foi tricampeão na NASCAR em 1951, 1952 e 1953. Tinha duplo escapamento, 210 cavalos de potência, válvulas maiores, taxa de compressão maior , comando mais afinado e cabeçote rebaixado. E também graças a boa aerodinâmica do carro. O lema era: Ganhar no domingo e vender na segunda-feira.

O Hudson venceu 27 das 34 provas do campeonato NASCAR Grand National  (acesse) em 1952, 22 das 37 em 1953 e 17 da 37 corridas em 1954.Mudaram o regulamento e não participou mais

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Abaixo um Hudson Commodore 1948 com carroceria bem semelhante ao Hornet

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Terence Steven McQueen

Mais conhecido como Steve McQueen, foi um ator americano  sempre lembrado pelos filmes de ação que protagonizou. Apelidado de "The King of Cool", é considerado um dos maiores atores de todos os tempos e em 1974, ele se tornou o astro de cinema mais bem pago do mundo. Nasceu em 24 de março de 1930, Beech Grove, Indiana e faleceu em 7 de novembro de 1980, Ciudad Juarez, México. Este grande ator possuiu vários carros: Ferrari 275GTB/4 1967,  Ferrari 275 GTS/4 NART Spyder 1967 e Ferrari 250GT Lusso 1963, Porsche 911S 1970 e Porsche 911 Carrera Turbo 175, Lotus Eleven 1959, Jaguar XKSS 1956, Mini Cooper S1967, Mercedes-Benz 300 SEL 6.3 1972 e Chevrolet Styline DeLuxe 1951. E dois Hudson : Um Hudson Custom Commodore Six, um 1950 (abaixo) e outro Hudson Hornet ano 1953. A foto do carro abaixo é da casa d eleilões RM Sotheby's. Steve McQueen ficou com o carro até seu falecimento.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

No Cinema

Porky's, é um filme de 1992 que  conta as aventuras de adolescentes do colégio de Angel Beach, na Flórida, em 1954. Teve três sequências: Porky's II: The Next Day (1983), Porky's Revenge! (1985) e Pimpin' Pee Wee (2009).

No sul da Flórida, em 1954, Pee Wee (Dan Monahan), Billy (Mark Herrier), Tommy (Wyatt Knight) e Mickey (Roger Wilson) têm de enfrentar quatro dolorosos anos na Angel Beach High School. Mas as atividades escolares e esportivas estão em segundo plano, pois o principal interesse deles é sexo. Assim, a vida deles consiste principalmente em observar as garotas no chuveiro e transformar em um inferno a vida dos seus professores, sendo no entanto sempre perseguidos por Beulah Balbricker (Nancy Parsons), a professora de ginástica. Acabam indo ao Porky's, um misto de cabaré e bordel onde o dono (Chuck Mitchell) lhes arrumará uma prostituta por um preço razoável. Mas Porky pega o dinheiro deles e os joga em um pântano, com os jovens prometendo se vingar. Mas isto não é fácil, pois o xerife Wallace (Alex Karras) é irmão de Porky e só esquecendo suas diferenças pessoais (um deles é judeu e não é totalmente aceito) eles poderão derrotar Porky e sua gangue. No filme aparecem vários carros bonitos da época e um Hudson Hornet cor de rosa é do dono do estabelecimento.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Em Escala

Dois modelos do filme Cars que foi uma série de filmes de animação e franquia de mídia da Disney ambientada em um mundo povoado por veículos criados por John Lasseter. A franquia começou com o filme de 2006 de mesmo nome, produzido pela Pixar e lançado pela Walt Disney Pictures. Doc Hudson (acima) era o juiz e mecânico da cidade de Radiator Springs. Sua voz era do ator e piloto Paul Newman. Abaixo dois modelos da Hotwheels

Texto  e montagem Francis Castaings. Fotos de divulgação                                                        

© Copyright - Site http://www.retroauto.com.br - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Volte a página Anterior

Volte a página principal do site.