XVII Encontro da Associação de Veículos Antigos de Juiz de Fora - Julho 2018

Mais uma vez brilhou o Encontro da Associação de Veículos Antigos de Juiz de Fora, Minas Gerais cujo tema era Homenagem aos Veículos Nacionais, mas vários belos americanos e europeus estavam lá. Esta foi a 17ª edição que sempre acontece em julho. Contou com a presença de vários colecionadores de Minas Gerais, oriundos das cidades de Além Paraíba, Barbacena, Belo Horizonte,  Cataguases, Congonhas, Nova Lima e Tocantins também na Zona da Mata Mineira.

Presentes também vários colecionadores de Juiz de Fora que tem uma frota respeitável no antigomobilismo mineiro e nacional. Do estado do Rio de Janeiro vieram carros de Araruama, Cabo Frio, Campos Goytacazes, Niterói, Petrópolis, Rio das Ostras e também da capital fluminense.  Cerca de 700 veículos dentre motocicletas, bicicletas, carros de várias décadas, caminhões e ônibus.E uma ótima feira de peças, miniaturas, camisetas e antiguidades ligadas ao mundo antigo do automóvel

Tudo muito bem orquestrado por Jorge Borboleta um incansável organizador deste evento ímpar na Zona da Mata Mineira. Que venha 2019!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os carros da General Motors

O mais antigo Chevrolet presente foi um modelo 1931 impecável. Um charme! Este da série AE Independence tem um motor de seis cilindros em linha, 3,2 litros de cilindrada. Foi fabricado em várias cidades americanas e também montado na Bélgica, Austrália, África do Sul e Japão

Chevrolet da linha Master Businees Cupê 1938

O modelo quatro portas era bem maior, ano 1941. Leia mais sobre a linha Master

Belo Cadillac Eldorado Series 62 ano 1955

Chevrolet Bel Air 1952

O fenômeno Chevrolet Bel Air que teve seu momento áureo nos anos 55,56 e 57. Carrocerias cupê, conversível, quatro portas com coluna (apenas modelos seis cilindros) e perua Station Wagon com quatro portas em 1955. Havia uma grande gama de motores com oito cilindros em "V" com potência em cavalos variadas. Em 1957 a perua Nomad de duas portas fez muito sucesso!

Chevrolet Impala cupê 1961. Havia ainda a carrocerias com quatro portas com ou sem coluna, duas portas com coluna, conversível e perua. O mais potente cobria o 1/4 de milha em 14,7 segundos atingindo 155 km/h! Tinha 410 cavalos e 6.702 cm³ em seu V8.

Chevrolet Impala 1964. Fabricado até hoje foi lançado em 1958. A partir de então as versões Bel Air, Byscaine, Caprice tinham diferenças mínimas nas carrocerias e motores

Outro belo Cadillac Coupê Deville 1972

Cadillac sedã DeVille novamente no evento. Com motor V8, 7.735 cm³, 225 cavalos e velocidade máxima de 195 km/h para este que pesa 2.195 quilos.          

Chevrolet Camaro RS 1968. Foi lançado em 1967 como motores com seis cilindros nas versões básicas e vários V8 mais potentes na RS (Rally Sport) e SS (Super Sport)

Chevrolet Camaro LT da segunda geração. Foi fabricado entre 1970 e 1981. Em 1974 o modelo sofreu alterações principalmente na frente como o modelo abaixo.

Chevrolet Corvette Stingray da terceira geração, ou C3 (1968 à 1982). Abaixo um modelo ano 1977. O Corvette foi o primeiro carro americano de produção em série a ter carroceria fabricada em plástico reforçado com fibra de vidro. Tinha motores V8 de bloco pequeno sendo que alguns atingiam altas cilindradas. O maior tinha 454 polegadas cúbicas (7,44 litros) e 425 cavalos. Descascava asfalto!

Belo Chevrolet Caprice 1973 fabricado no Canadá. Tem classe!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A Chevrolet no Brasil

A Chevrolet no Brasil começou a fabricar picapes e furgões. Até 1963 eram a picape Brasil, a perua Amazona, a cabine dupla Alvorada e o furgão Corisco. Em 1964 começou a linha C-1414, C1415 e C1416 que se tornou a Veraneio em 1965. Abaixo um modelo C-10 da década de 70

O mais amado Chevrolet no Brasil foi o Opala. Em outubro de 2018 fará 50 anos de seu lançamento.

Saiba mais sobre este sucesso nacional de 1968 à 1992.

Nosso pequeno Chevette chamado de anti-Fusca era baseado no Opel Kadett de 1973. Aqui teve carrocerias com duas portas, quatro, perua Marajó e picape Chevy 500

Leia mais sobre o Chevette

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os Carros de Henry Ford

Impecável Ford modelo T Runabout. Começou sua fabricação em 1908 e evoluiu com vários tipos de carroceria. Em 1927 cedeu lugar ao modelo A contra vontade de Henry Ford. Seu filho Edsel o convenceu a mudar e estava certo. Foram cerca de 15 milhões de modelos fabricados.

O Ford modelo A também tinha várias carrocerias disponíveis. Duas e quatro portas com com teto rígido ou de lona além de uma picape denominada Roadster. As mais luxuosas eram  a Leatherback Fordor Sedan, Victoria e a Phaeton.

Outro modelo A também distinto. Observe o furo na parte de baixo da grade do radiador para dar partida via manivela. Cedeu lugar em 1932 para o modelo B e em 1933 já tinha o motor "Flathead V8 " que foi elogiado em carta, enviada ao Senhor Henry, pelo casal de ladrões Bonnie e Clyde devido ao seu ótimo desempenho para a época.

Ford da geração 1941 fabricado até 1948 com carrocerias quatro portas e cupê. Entre 1939 e 1945, por causa da Segunda Grande Guerra, todas as fábricas americanas de automóveis não evoluíram muito em termos de carroceria, pois estavam fabricando equipamentos bélicos.

O Ford Thunderbird nasceu para concorrer com o Chevrolet Corvette, mas também muito mais para enfrentar os esportivos europeus que apaixonaram os americanos após a guerra tais como Jaguar XK, Triumph TR. MG e outros

Um Ford Thunderbird 1995 que tinha motores V6, sendo um com compressor mais potente que atingia 208 cavalos, 4,6 litros e chegava a 225 km/h. Leia mais sobre o pássaro da Ford

O Mercury Cougar utilizou a mesma plataforma do Mustang. Mas nasceu para ser mais requintado e também teve suas versões esportivas. Saiba mais

O Ford Mustang em sua quarta geração com bons motores V6 e V8. Havia também nesta, que durou dez anos (1994-2004) uma versão SVT Cobra R com um V8 de 5,4 litros, 32 válvulas, duplo comando (DOHC) com 390 cavalos e câmbio manual de 6 marchas. Interessante!

A primeira geração do Ford Taurus teve uma bela carreira nos Estados Unidos. Existiu nesta versão Station e também com quatro portas. Era muito usado pelos taxistas e pela polícia por sua robustez. A primeira geração foi de 1985 a 1991 e a segunda geração, sem muitas mudanças na carroceria de 1992 a 1995. Já o sucessor... deixou a desejar!

Picape Hot Ford F-100 da primeira geração pós guerra (1948–1952) que usava motores com seis cilindros em linha ou V8

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Ford Brasil

O Ford Galaxie 500 (acima) foi o primeiro sedã de grande porte fabricado no Brasil. E a mais luxuosa foi a versão Landau. Esta abaixo já com motor V8 302.

Leia mais sobre a linha Ford Galaxie, LTD e Landau

O Ford Corcel foi um dos maiores sucessos da fábrica no Brasil

Em 1978 chegava o Ford Corcel II. Leia mais sobre o cavalo da Ford

Em 1973 chegava o Ford Maverick

Abaixo uma versão quatro portas impecável!

Saiba mais sobre este médio da Ford

Picape Ford Picape F-100 Twin & Beam ( suspensão dianteira semi-independente), fabricada entre 1965 e 1970.

O Ford Escort foi fabricado no Brasil e na Argentina oriundo dos modelos da Inglaterra e Alemanha

A versão XR-3 usava o mesmo motor do Corcel 1600, mas com camêras Hemisféricas e comando de válvulas roletado. Foi obra do engenheiro francês Luc de Ferran, pai do piloto Gil de Ferran. Na Europa o Fiesta tinha a versão XR-2 e o Sierra era o XR-4

Uma réplica do Shelby Cobra que usava o motor Ford V8. Saiba mais

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os carros da Willys Overland

O primeiro foi o Jeep Universal baseado no CJ-5 americano

Depois foi a vez da Rural e da picape Jeep. Esta já foi fabricada pela Ford, modelo F-75 com motor Maverick 2,3 litros.

Sempre presente nos encontros de Juiz de Fora, este Renault Gordini faz sucesso. Leia mais sobre este pequeno valente

Um sedã de sucesso na década de 60 foi o Aero Willys. Saiba mais

Os carros da Chrysler

Um belo Dodge Charger 500 de origem americana. Em 1968, uma prestigiada revista americana fez um teste com um modelo 440 ( 7.210 cm³). O sedã chegou a 243 km/h! Para quem gosta de filmes, Bullit mostra um modelo preto e a série Os Gatões um laranja apelidado de General Lee. Tinha 425 cavalos e era alimentado por quatro carburadores duplos.

O veloz e potente Dodge Challenger. Foi produzido entre 1970 e 1974 com poucas diferenças na carroceria e motores com seis cilindros em linha (Slant Six) nas versões mais baratas e vários V8 de alta performance. Haviam o 318, 340, 360, 383, 426 e o poderoso Hemi V8
440 (7,2 litros). Quem viu o filme Corrida contra o Destino de 1970 deve se lembrar de um modelo branco placa OA-5599 dirigido por Kowalski! O modelo voltou a ser produzido em 2008 com linhas baseadas no modelo abaixo.

E o Chrysler 300 M fabricado entre 1998 e 2004.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Também dos Estados Unidos um belo e raro Hudson Commodore 1948. A empresa Hudson, junto com a Nasch e a Rambler se uniram para formar a American Motors Corporation.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os Dodge do Brasil

O Dodge Dart SE (Special Edition) era uma versão simplificada, mas com tendência esportiva

O Charger R/T  era muito cobiçado

E as cores berrantes eram apreciadas. Leia mais sobre nosso Dodge

E o Dodge 1800 que chegou aqui em 1973, foi rebatizado com o nome Polara e enfrentou principalmente o Volkswagen Passat. Conheça um pouco o Doginho.

A Chrysler absorveu a Simca na Europa e no Brasil. Conheça a história deste franco-brasileiro

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os Carros de Volkswagen

Um dos carros mais amados do Brasil. Lá fora foi chamado e ainda é de Carocha em Portugal, Escarabajo na Argentina, Cox ou Coccinelle na França, Magiolino na Itália e Beetle nos países de língua inglesa. Foi produzido em grande escala aqui, em seu país de origem Alemanha, onde era apelidado de Käfer, besouro em alemão, e também foi fabricado na Austrália, África do Sul e no México, último país a produzi-lo. Viva o Fusca! Foi fabricado aqui com motores 1.200, 1.300, 1.500 e 1.600 cm³. É de longe o motor mais utilizado no planeta. Em carros, barcos, ultra-leve, motocicletas, triciclos, etc. Foi lançado aqui no Brasil em 1959, fabricado em São Bernardo do Campo, São Paulo. Mas os primeiros, de origem alemã desembarcaram no porto de Santos, São Paulo em 1950. E caiu no gosto brasileiro!

Não lhe faltavam acessórios. Na década de 60 eram inúmeros, hoje estes acessórios são raros e alguns são novamente fabricados como bagageiros, faróis de milha, telas de vime que vão abaixo do painel, bisnagas de água para molhar o para-brisa, etc. Um dos modelos, o  pé-de-boi, muito simplificado, lançado em 1965, assim como o modelo com teto solar de fábrica. Ambos renegados na época, mas hoje são raros e cobiçados. Em 1967 o motor 1.300 cm³ chegava e foi aplaudido por todos. O Fusquinha estava mais potente com 34 cavalos. E este tipo de para-choque tinha o apelido de "poleiro". E era útil em alguns casos! Já que a frente era mais leve, dois ou três adultos podiam levantar e deslocar o carro para um lado e outro. Em 1970 chegava o Fuscão com motor 1.500 cm³ e 44 cavalos. E vendeu muito bem! O painel podia ter revestimento imitando madeira. foi o carro mais vendido da década de 70, apesar do lançamento do Chevrolet Chevette, do Fiat 147, do irmão VW Brasília... Também nesta década, não faltaram rodas de liga de 13 e 14 polegadas mais largas, a famosa "tala larga" , com pneus radiais, escapamentos da marca Kadron, volantes de menor diâmetro e também eram rebaixados para ganhar mais estabilidade. A produção terminou em 1986. Só havia a opção com motor 1600 (o 1300 deixou de constar em 1984), vidros verdes, rodas com diâmetro de 14 polegadas...mas voltou em 1993 e por volta de 47.000 Fuscas foram produzidos até 1996.

Em 1968 chegava o sedã 1600 quatro portas

Pouco depois o TL

E a Variant (abaixo asegunda versão)

O Volkswagen Brasília

Baseado na Variant, o projeto do mineiro Márcio Piancastelli, de Belo Horizonte, chegou em 1973 o grande sucesso Volkswagen Brasília. Conheça sua história.

Mas o primeiro veículo Volkswagen no Brasil foi o utilitário Kombi

Conheça a história deste utilitário universal

O primeiro esportivo da Volkswagen na Alemanha e no Brasil foi o Karmann-Ghia

Na foto acima e abaixo a versão TC que não existiu na Alemanha. Saiba mais sobre o Karmann-Ghia

E a revolução da água em 1974. O Volkswagen Passat. Conheça sua vida de sucesso no Brasil

O Volkswagen Gol chegou com motor 1.300 cm³, arrefecido à ar, o mesmo bom e conhecido da família Volkswagen que por anos equipou a maioria de seus modelos. Só que no Volkswagen Gol ele era dianteiro e sua tração dianteira.

A ideia não era nova, já havia sido pensada, mas não aplicada na Alemanha. Era o projeto VW-Porsche EA266. Ainda existe um exemplar na matriz europeia, mas chegaram a fabricar 50 protótipos e alguns já estavam prontos no final da década de 60. A mecânica estava abaixo do banco traseiro e aqui no projeto BX foi colocada na dianteira. Não vingou lá, o presidente da VW Kurt Lotz pôs fim a este projeto afim de revolucionar a linha que começou com o Passat e logo depois o Golf que salvou a Volkswagen devido ao seu enorme sucesso. Kurt Lotz aproveitou todas as boas ideias e bons projetos da Audi e da NSU Motorenwerke. Ambas haviam sido absorvidas pela Volkswagen. O Projeto EA 276, já com motor dianteiro à ar e idealizado por Giorgetto Giugiaro também não vingou. Este estilista italiano foi o criador do Passat, Golf, Polo...

O estilo foi baseado no Golf e no esportivo Scirocco das décadas de 70. Os motores a ar tiveram cilindradas de 1.300 e 1.600 cm³, mas foram substituídos a tempo pelo motor arrefecido à água já usado e aprovado no VW Passat. O Gol, Voyage, Parati e Saveiro usaram motores AP (alta performance) 1.500, 1.600, 1.800 e 2.000. A versão 1000 16V também era muito atraente ainda mais na versão Turbo

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os Especiais - Fora de série

Os carros da Puma Veículos

Foi lançado aqui com motor DKW dianteiro e depois com o VW arrefecido a ar. Havia a versão fechada GT-1600 e a conversível Spider

O Puma GTB usava mecânica do Chevrolet Opala

E depois veio a versão S2. Leia a história dos Pumas

O Santa Matilde também usou a ótima mecânica do Opala e foi fabricado em Três Rios, no estado do Rio de Janeiro, entre 1977 e 1997 pela Companhia Industrial Santa Matilde que fabricava vagões.

Uma ótima réplica do MG T foi fabricada no Brasil

Conheça mais a história dos carros da Morris Garage e do MP Lafer

Um gênio da engenharia foi João Augusto do Amaral Gurgel. Conheça seus carros

E um belo Bugue Geely da década de 70. Poucos sobreviveram!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os carros Fiat e Alfa Romeo

Belo FNM (Fábrica Nacional de Motores)  2000 raro neste estado. Para substituí-lo veio o modelo Alfa Romeo 2300. Saiba mais

E o italiano Alfa Romeo 155 que foi fabricado entre 1992 e 1998 e tinha a mesma plataforma do Fiat Tempra e do Lancia Dedra. Com motores mansos e alguns apimentados típicos da fábrica de Milão na Itália

Um impecável Fiat 147 chegando

E o sedã Oggi. Leia mais sobre nosso primeiro Fiat

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os carros da Inglaterra

Uma réplica baseada no Morgan inglês com mecânica Fiat. O conjunto é originário da Argentina

O Austin Morris Mini. Saiba mais

Um Jaguar X-Type com linhas claramente inspiradas no grande sedã XJ

E o S-Type baseado na linha do MKII da década de 60

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os carros da Alemanha

Mercedes-Benz 300 classe W108 década de 70.

Mercedes-Benz SL da terceira geração. Saiba mais sobre este sucesso

A volta da Mercedes aos médios compactos se deu com o modelo 190. Conheça sua história

Mercedes-Benz Classe C década de 90.

O BMW (Bayerische Motoren Werke) geração E36 possuía ótimos motores com seis cilindros em linha. Carrocerias sedã quatro portas, perua Touring, Hath duas portas e cupê conversível como o modelo abaixo.

A casa de Stuttgart e seus esportivos maravilhosos. O Porsche 911 é um dos melhores esportivos do mundo! Este é um modelo de 1977, safra digna do seis cilindros boxer (cilindros opostos). Saiba mais

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os carros da França

Um belo e raro Peugeot 406 Coupé com motor V6 e designer Pininfarina

A empresa italiana tem uma parceria com a Peugeot desde a década de 50 e foi aplicado nos modelos 403, 404, 405, 204, 205 e 504 só para citar alguns. Abaixo o motor V6 com comando de válvulas variável, 2.945 cm³ e 211 cavalos à 5.500 rpm. Faz de 0 a 100 km/h em 8,5 segundos e tem velocidade final de 235 km/h!

O utilitário JPX tem carroceria e motor diesel Peugeot. Este numa versão militar, mas as civis faziam parte do catálogo

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A feira

Um pouco de tudo que se refere ao automóvel em escala normal ou pequena. Ótima!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os Pesados

Em Minas Gerais não há outro evento que tenha caminhões e ônibus como este. Um Ford F-600 (acima), o ônibusMercedes-Benz O-321 monobloco que foi fabricado entre 1958 e 1973 aqui no Brasil. Várias outras marcas de ônibus e caminhões do nosso passado como Ciferal,  ônibus Chevrolet da linha Advanced Designer, lá fora chamados de Chevrolet Advanced Design buses. Cirb 1967 e um GMC Hot de peso avantajado

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os amigos

Num encontro de carros antigos pode-se rever bons amigos e fazer outros! É ótimo!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As Homenagens

Vários presidentes de clubes e colecionadores das cidades citadas foram homenageados no começo da tarde de domingo, 22 de julho. No sábado à noite, dia 21 de julho, houve uma bela festa de congraçamento. Na inscrição do evento, cada veículo contribuiu com a doação de cinco quilos de alimentos. Cerca de quatro toneladas chegaram para entidades beneficentes! Ótima atitude!

Mais uma vez agradeço o convite e a recepção por parte de Jorge Borboleta. E também aos colecionadores e amigos que adorei rever. Vamos voltar em 2019?

Para ler - Clique no livro para acessar

Picapes Chevrolet - Robustez que conquistou o Brasil

Caminhões FNM 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A História do Automóvel - Três volumes

Uma excelente coleção para quem quer conhecer o mundo ao automóvel é o Box coleção: A História do Automóvel - 3 volumes . O autor é o famoso engenheiro e jornalista José Luiz Vieira um dos responsáveis das edições da antiga revista Motor 3. Estes exemplares citados aqui tem excelente qualidade gráfica e editorial. Vem no formato 19 x 26 x 9 cm. São ao todo 1.320 páginas contando a história de todo automobilismo mundial com muitos textos e fotos. Ele se divide em:

  • Volume 1 - da pré-história a 1908
  • Volume 2 - de 1908 a 1950
  • Volume 3 - de 1950 aos dias atuais

Clique abaixo acessar o site.

Os bons livros da Editora Alaúde. Clique abaixo.

Compre livros de carros nacionais ou estrangeiros na Clique aqui para comprar livros

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A Editora Alaúde fez uma tem ótimos livros sobre os carros brasileiros e estrangeiros. Clique sobre a figura e acesse.

Vários bons títulos.

Ambos em capa dura e são muito ricos em fotos e dados. Clique sobre a figura para acessar.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Texto, montagem e fotos :  Francis Castaings                           

© Copyright - Site http://www.retroauto.com.br - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Volte a página principal do site.

Encontro Associação de Veículos Antigos de Juiz de Fora AVA - Julho 2017

A Zona da Mata Mineira começou bem com o Encontro da Associação de Veículos Antigos de Juiz de Fora (AVA) que aconteceu em 1 e 2 Julho 2017. A previsão do tempo não vingou, não houve chuva e o frio (intenso) na cidade só foi sentido à noite. Estavam no imenso pátio do supermercado por volta de 400 veículos, carros nacionais, americanos, europeus, belos caminhões e ônibus. E uma ótima feira. A organização ficou por conta de Jorge Borboleta, muito conhecido na região por organizar este encontro que reúne colecionadores de Minas Gerais mas também do Rio de Janeiro. Foi ótimo e em 2018 vai brilhar também!

Entrando a pé ou de carro a recepção era feita por um caminhão Mercedes-Benz LP 312 rebocando um outro Ford F6

Este outro Ford F-600 também chamou atenção. Mantendo a decoração da época fica muito mais bonito! 

Outra grande atração foram os ônibus. Quem está com mais de 50 já foi transportado por este Mercedes-Benz O-321 monobloco que tanto rodava por nossas ruas como coletivo ou por nossa estradas. Foi fabricado entre 1958 e 1973 aqui no Brasil

Várias outras marcas de ônibus e caminhões do nosso passado como Caio, Ciferal, Carbrasa, Caminhão Mercedes 1113, caminhão Ford F-600,  e ônibus Chevrolet da linha Advanced Designer, lá fora chamados de Chevrolet Advanced Design buses.

Os carros Americanos

Os carros da General Motors

Oldsmobile Dynamic 88 1959. Um cupê muito grande

Chevrolet Bel Air 1952

Um Chevrolet Impala 1963

Chevrolet Impala quatro portas sem coluna 1964

Um Chevrolet Camaro LT 1974

Chevrolet Corvette da terceira geração.

Lembra-se do carro do seriado Kojak? Era um Buik Regal e este é um Buick Century 1974 com motor 350 polegadas cúbicas ( 5.735 cm³), V8 e 155 cavalos. Pouca potência? Já havia começado a crise do petróleo em 1973. Fazia 180 km/h suficientes para um carro de 5,42 metros e 1.650 quilos

Detalhes e manual

Cadillac DeVille cupê

Cadillac Eldorado 1967. Assim como o irmão Oldsmobile Toronado, tinha tração dianteira, motor V8 com 6.964 cm³, 390 cavalos , duas toneladas de peso e velocidade final acima dos 200 km/h!

Cadillac sedã DeVille. Motor V8, 7.735 cm³, 225 cavalos e velocidade máxima de 195 km/h para este que pesa 2.195 quilos.                                                                                                                               

Os carros da Ford

Belo exemplar do Ford T Cabriolet 1927, Um grande sucesso mundial com carroceria aberta coberta por lona, tipo Torpedo, fechadas Tudor e Fordor e picape Truck. Foi substituído pela linha A em em 1928.

Ford Thunderbird 1971. Belo carro, mas não era mais esportivo

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os carros da Alemanha

Mercedes-Benz 300 classe W108 década de 70.

Mercedes-Benz 190 2,6 litros. Impecável!

Outro 190 E. Saiba mais sobre este famoso Benz.

Os carros da Bayerische Motoren Werke AG

BMW 325 da série E36

BMW 325i Cabriolet 

Outro Cabriolet. O sucesso come;ou com os modelos série 02 da década de 60/70. Era o 1602, 1802 e o famoso 2002.  Depois veio a E21. A série E30 nasceu em 1982 e foi até 1994. A E36 foi de 1990 à 2000 e fez sucesso em todo o mundo com carroceria sedã quatro portas, duas portas, hatch, conversível e perua Touring.

E

E um modelo cupê

Um lindo e autêntico Porsche 356. A réplica brasileira feita pela Envemo, chamada de Super 90, é rara em bom estado. Este esportivo marcou época na Europa e Estados unidos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os carros da França

Renault Caravelle ou Floride? Depende do mercado. Leia mais

O Peugeot 406 foi desenhado pela casa Pininfarina assim como vários modelos da linha desde a década de 50. O 406 era um sedã que podia ser equipado com a versão quatro cilindros ou V6. O modelo sedã e perua (break) não tem o mesmo estilo deste esportivo, mas são muito bonitos também. Veja mais colecionáveis

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os carros da Itália

Lindo Alfa Romeo Alfetta que inspirou nosso Alfa Romeo 2300

Fabricado no Brasil, o FNM 2000 lançado em 1961 era idêntico ao Alfa Romeo 2600 italiano. Lá também a versão cupê muito semelhante a Giulia, porém mais longa

Chamado aqui de Lada Laika e fabricado na Rússia na cidade de Togliatti ( Homenagem ao comunista italiano Palmiro Togliatti) este simpático sedã era idêntico ao Fiat 125, fabricado na Itália entre 1967 e 1972, Fiat 1600 na Argentina e Polski Fiat 125p na Polônia.  Raro neste belo estado! E um bom carro. O modelo Samara e Niva receberam caixa Porsche e correram o Paris-Dakar na década de 80 e 90.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Antigos do Brasil

Os carros da General Motors.

Vários e belos Chevrolet Opala das décadas de 60,70,80 e 90 estavam lá.

Foi lançado no final de 1968 e saiu da linhas de montagem em 1992. Leia mais sobre um dos melhores e mais amados carros nacionais.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Chevrolet Chevette

Nosso pequeno Chevrolet Lançado em 1973 fez muito sucesso até 1992 em várias versões com motores 1.400 e 1.600 cm³. Foi fabricado com carrocerias cupê, quatro portas, Hatch, perua Marajó e picape Chevy 500. Leia mais sobre o Chevette.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Um Chevrolet Monza Hatch muito bonito. Motores 1.6, 1.8. 2.0 e carrocerias Hatch, sedã duas e quatro portas. Em breve no site.

Um exemplar como este é muito raro. A empresa Envemo fez a versão conversível e perua. Eram bonitos!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Picapes e utilitários Chevrolet

A General Motors do Brasil montava automóveis aqui no Brasil desde a década de 20. Na década de 50 já havia os caminhões, no final a linha de montagem de furgões e picape Brasil, furgão Corisco e a perua Amazona, o furgão Corisco e a cabine dupla Alvorada. A partir de 1964 chegou a nova linha de picapes C-1410, C1414 e C1416. Em 1963 a Chevrolet Amazona a picape Brasil, a cabine dupla Alvorada e o furgão Corisco tinham faróis circulares duplos. No ano seguinte tudo mudava. As diferenças básicas entre a picape lançada em 1964 e os modelos da década de 70 estavam nos quatro faróis circulares e nervuras no capô nos modelos anos 60. Havia a picape C-14, a C-1416, mas em 1965 já era conhecida como Veraneio.

Os carros da Ford

Vários Ford Galaxie, LTD e landau estavam lá e fizeram bonito também. Foi o luxo nacional dos anos 60,70 e 80 com perfeito estilo americano clássico.

Outros belo modelos também estavam lá.Leia mais sobre a linha Ford Galaxie, LTD e Landau

O Ford Maverick

Chegou aqui e 1973 para concorrer com o Opala, Versões com duas e quatro portas

Outros modelos bonitos estavam lá. Leia mais sobre o Ford Maverick

O Cavalo da Ford

O interior de Minas sabe guardar a memória do Ford Corcel seja em cidades pequenas ou grandes. Tem um grande volume de ótimos exemplares. Leia mais sobre o Ford Corcel



Os carros da Willys

A pedido do governo americano, por conta da Segunda Grande Guerra Mundial, foi construído um veículo todo terreno para enfrentar terrenos ruins, lama, gelo, neve, asfalto na Europa, África, Oriente, etc. O Jeep (corruptela de General Purpose) foi fabricado pela Ford, Willys e a American Bantam perdeu a batalha para estas empresas, mas o projeto, mais adequado era dela. O Willys MB e o Ford GPW tinham poucas diferenças e seu motor quatro cilindros era o "Go Devil". Para fins bélicos foram fabricados quase 640.000 unidades e parte delas ficaram na Europa. A empresa francesa Hotchkiss fabricou sob licença o modelo M201. Como os outros também                     ara fins civis após a guerra.

O primeiro produto da Willys Overland no Brasil foi o Jeep, depois a Rural, a picape Jeep, o Aero Willys (saiba mais) e o pequeno e valente Renault Dauphine/Gordini

Os carros da Volkswagen

O primeiro automóvel Volkswagen no Brasil foi o utilitário Kombi. Depois, em 1959, veio o sedã 1200 que utilizou motores 1.200, 1.300, 1.500 e 1.600 cm³. Depois veio o Karmann-Ghia, em 1968 chegava o VW 1600 quatro portas, que deu origem a Variant, TL. O esportivo SP-1 e SP-2 foram fabricados exclusivamente no Brasil.

Vários belo exemplares estavam lá.

Os Volkswagen arrefecidos a água

O Volkswagen Passat foi lançado no Brasil em 1975.

Seu motor AP equipou o Gol, Voyage, Parati, Saveiro e Santana.

Os carros da Fiat

Já tinha marcas americanas, francesas, alemãs, mas faltava uma italiana. E chegou em 1976 trazendo o Fiat 147 baseado no Fiat 127. E este gerou uma grande família de sucesso aqui.


Os Carros da Chrysler

A Chrysler começou no Brasil fabricando o Dodge Dart, depois veio o Charger e em 1973 o pequeno Dodge 1800 baseado no Hillman Avenger inglês. Leia mais sobre a linha Dart/Charger

Havia lá três Dodge Polara muito distintos.

Antes da Chrysler havia a Société Industrielle Mécanique et Carrosserie Automobile

Os carros Simca fizeram sua estreia em 1959. Primeiro o modelo Chambord e baseado neste o Rallye, Présidence, o simplificado Profissional, Alvorada, a perua Jangada, o Tufão e Emi-sul. Remodelado depois o Regente, Esplanada e GTX. Leia mais sobre o Simca

Nacionais Especiais

Um boa quantidade de modelos que foram fabricados em pequena série. Um deles foi o MP Lafer baseado no MG TD inglês de 1952. Neste encontro estavam belos exemplares em exposição. Usava a ótima e robusta mecânica Volkswagen. Saiba mais sobre a a MG T

O Puma

Um dos esportivos de maior  sucesso no país. Saiba mais.                                             

Outros Especiais também importantes

A empresas Santa Matilde fabricava no Estado do Rio de Janeiro vagões para a indústria ferroviária. E as linhas do SM 4.1 nasceu das mãos de uma mulher. O esportivo foi equipado com o motor 250/S do Opala e havia ainda a carroceria conversível. 

Ainda lá um esportivo argentino (Mecânica Fiat), um Gurgel (Mecânica VW) e um JPX (Mecânica Peugeot Diesel) que foi fabricado no sul de Minas, em Itajubá.

O DKW

O primeiro significado da sigla DKW era "Dampf-Kraft-Wagen", carro de força a vapor, já que os primeiros veículos tinham pequenos motores a vapor. A fábrica cresceu, fazia sucesso e vieram os motores a gasolina com ciclo de dois tempos. Os primeiros modelos de motor de dois tempos foram adaptados para brinquedos e foram denominados "Des Knaben Wunsch", o desejo do menino.

A última denominação para automóveis e motocicletas foi "Das Kleine Wunder", ou seja, a pequena maravilha. Aqui foram produzidos a perua Vemaguet, o Belcar, o utilitário Candango e o belo sedã Fissore. Em 1956 os primeiros DKW F-91 foram lançados e produzidos até 1967 quando foi absorvida pela Volkswagen. Seu motor foi utilizado no DKW Malzoni e também no carro de recordes Carcará. Três cilindros, três bobinas, motor de dois tempos, gasolina e óleo e muita bravura!

Feira

Uma ótima feira encantou os visitantes. Livros, revistas, miniaturas de carros, postos, antiguidades.... para todos os gostos e bolsos

Quem disse que não gosta é mentiroso!

Os amigos

Ir à um evento como este só não é bom. Ir com e encontrar amigos é muito melhor. Trocar ideias, escutar bons conselhos técnicos, rir com as mentiras e palpites errados... tem de tudo! Não falem mal de pescadores! Existem os proprietários de carros antigos!       

Meus agradecimentos à Jorge Borboleta organizador do encontro e ao anfitrião João Fernandes Monteiro, aos amigos Bruno Vianna, José Carlinhos, Osmar, Marcelo Zenha e Maurício José Castilho. Foi muito bom e até 2018.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Para ler

Os bons livros da Editora Alaúde. Clique abaixo.

Ou clique neste retângulo.

Compre livros de carros nacionais ou estrangeiros na Clique aqui para comprar livros

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A Editora Alaúde fez uma tem ótimos livros sobre os carros brasileiros e estrangeiros. Clique sobre a figura e acesse.

Vários bons títulos.

Ambos em capa dura e são muito ricos em fotos e dados. Clique sobre a figura para acessar.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Texto, fotos e montagemFrancis Castaings                               

© Copyright - Site http://www.retroauto.com.br - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Veja como foi em 2015

Volte a página principal do site.