Nascar - National Association for Stock Car Auto Racing

Um pouco da história e regras. Acompanhe a temporada 2017 nesta página a cada prova. Basta rolar a mesma e verá fotos e comentários das citadas abaixo

A cada semana uma corrida. Provas já publicadas

38 - Homestead-Miami (Flórida) Ford Ecoboost 400

37 - Phoenix Raceway 500, 12 de novembro

36 - Texas AAA 500, 5 de novembro

35 - Martinsville First-Data-500, 29 de outubro

33 - Kansas Hollywood 400, 22 de outubro

32 - Talladega Alabama 500, 15 de outubro

31 - Charlotte, Bank of America 500, 8 de outubro

30 - Dover 400 International Raceway, 1º de Outubro

29 - New Hampshire Motor Speedway - ISM Connect 300, 24 de setembro

28 - Chicagoland 400, Illinois, 18 de setembro

27 - Richmond Federated Auto Parts 400 , 10 de setembro

26 - Darlington, Carolina do Sul, 3 de setembro

25 - Bristol Speedway, Bristol, Tennessee, 19 e 20 de Agosto

24 - Michigan International Speedway, 12 e 13 de agosto

23 - Watkins Glen International, 5 e 6 de agosto

22 - Pocono Overtons 400, 29 e 30 de julho

21- Brickyard 400 Indianapolis, 22 e 23 de julho

20 -New Hampshire Motor Speedway, 15 e 16 de julho

19 - Kentucky Speedway, 8 e 9 de julho

18 - Daytona Speedway 400, 1º de julho

17 - Sonoma Raceway, 25 de junho

16 - Michigan International Speedway, 16, 17 e 18 de junho

15 - Texas (Dallas Fort Worth) e Pocono (Pensilvânia), 9,11 e 12 de Junho

14 - Dover International Raceway 400, 2,3 e 4 de junho

13 - Charlotte 600, 27 e 28 de maio

12 - Charlotte Speedway All Stars, 20 e 21 de maio

11 - Kansas Speedway, 14 de maio de 2017

10 - Talladega Superspeedway, 7 de maio de 2017

9 - Richmond International Raceway 29 de abril

8 - Bristol Motor Speedway, Bristol, Tennessee, 22 de abril

Testes de Pneus em Daytona, 13 de abril

7 - Texas Motor Speedway,  Fort Worth, Texas, 9 de abril

6 - Martinsville Speedway, Virginia, 2 de abril

5 - Auto Club Speedway Fontana Califórnia, 26 de março

4 - Phoenix International Raceway, Estado do Arizona, 19 de março

3 - Las Vegas Motor Speedway, Estado de Nevada, Sábado, 11 de março

2 - Atlanta Motor Speedway, Hampton, Estado da Geórgia, 5 de março de 2017

1- Daytona 500, Estado da Flórida, 26 de fevereiro de 2017

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Uma corrida de carros envolvendo várias marcas famosas americanas. Automóveis comuns que rodavam nas ruas e rodovias em todos os Estados Unidos e estavam em todas as concessionárias de marcas famosas como Ford, Mercury, Chevrolet, Pontiac Buick, Cadillac, Dodge, Oldsmobile, Plymouth, Hudson Hornet... e todos com um super motor com oito cilindros em “V” ou seis cilindros em linha com preparações refinadas. Assim foi criada a Nascar ou National Association for Stock Car. Uma disputa espetacular em alta velocidade por pistas que aos poucos foram construídas com curvas e retas inclinadas em todos os Estados Unidos. Abaixo a primeira foto oficial da primeira chegada da Daytona 500 em 1959. Lee Petty está no Oldsmobile 1959 modelo 98 Holiday SceniCoupe, nº42, o carro do meio, acima do Ford Thunderbird nº 73. Perto do muro um Chevrolet Impala.

Na década de 30, um mecânico chamado William H.G (Bill) France tinha um grande projeto. Desejava ir para o sul com a família e deixar esta parte dos Estados unidos mais rica. Chegou a Miami, Flórida, mas foi em Ormond Beach que começou a trabalhar como mecânico.Tudo começou em 1947 quando foi fundada a Nascar - National Association for Stock Car Auto Racing. O circuito com 4,02 quilômetros era um grande traçado oblongo com duas curvas em 90º. Metade do traçado em areia, na praia, que tinha uma boa largura, longe da água em maré baixa e a outra em asfalto na rodovia nacional A1A. Esta praia já servia há anos para testes de velocidades.

Esta reunião aconteceu no Streamline Hotel com vários pilotos e empresários e em fevereiro de 1948 e após 69 dias de reuniões foi fundada e Nascar. Abaixo Lee Petty que venceu em Daytona no ano de 1959 num Oldsmobile 1959 modelo 98 Holiday SceniCoupe. Ele usava o numero 42 e seu filho Richard, que foi um recordista da categoria usava o numero 43 em seus Dodge e Plymouth.

Muitos carros competiam, tinham para-lamas recortados para aliviar peso, alguma preparação e muita habilidade era necessária para os candidatos à vitória. E havia grande publico reunindo pessoas de todas as idades. Era também um desfile de modas, pois havia muitas mulheres bonitas em trajes de banho ou com roupas mais esportivas. Em algumas provas mais de 100 carros estavam na largada.

Aos poucos as fábricas foram se investindo e vários empresários de todos os segmentos interessados em investir nos carros, nos pilotos e fazer muita propaganda em ambos e também dentro e fora da pista. Por volta de 60 carros se alinham no grid de largada uns grudados nos outros.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os estados americanos que recebem as Provas

A temporada começa em Daytona na Flórida. Depois vai para Las Vegas (Nevada), Phoenix (Arizona), Martinsville, Texas Motor Speedway (Fort Worth, Texas, Bristol Motor Speedway (Tennessee), Richmond (Virgínia) Talladega (Alabama) , Kansas (Missouri), Charlotte (Carolina do Norte) Dover (Illinois), Pocono (Pensilvânia), Michigan International Speedway (cidade de Brooklyn no estado do Michigan), Sonoma ao norte de São Francisco, na Califórnia.

Volta a Daytona para mais uma prova, depois vai para o Kentucky Speedway (Kentucky) New Hampshire Motor Speedway (Nova Inglaterra), Indianapolis Motor Speedway (Indiana) volta à Pocono e depois à Watkins Glen (estado de Nova Iorque) que já foi palco de provas de várias categorias inclusive a Fórmula Um. É o único circuito misto da categoria.

Outra vez em Michigan, Bristol, Darlington, Richmond, Chicagoland Speedway (Illinois), New Hampshire, Dover, Charlotte, Talladega, e Kansas. Depois vai à Martinsville (Virgínia) volta ao Texas, Phoenix e termina em Homestead (Miami) Começa no final do inverno em fevereiro e termina no início de novembro.

Há corridas diurnas e noturnas. A primeira, Daytona 500, recebe cerca de 160.000 espectadores. Os pilotos que pontuam sempre recebem prêmios e aqueles que ganham mais provas se tornam milionários no final da temporada. A família de Bill France, seu filho júnior, tem a posse de todos os direitos do complexo. Além da pista e boxes, há lojas, restaurantes, hotéis, etc

Além dos para-lamas recortados já citados, o piloto era preso ao assento inteiriço por um cinto pélvico ou uma corda! No começo da década de 50 as gaiolas (Roll Cage) já estavam em uso em alguns carros para dar maior proteção ao piloto. Abaixo o Hudson Hornet. Tinha um motor com seis cilindros em linha muito afinado e potentes. Era chamado "The Fabulous Hudson Hornet" e foi tricampeão na NASCAR em 1951, 1952 e 1953

Estes usavam um óculos comum para proteção dos olhos e um capacete com uma proteção lateral de couro como os usados na Segunda Guerra. Não eram muito protetores, mas melhor do que nada. Um piloto que chegou a ganhar uma corrida fez uma gaiola de madeira e foi desclassificado. Abaixo uma dos anos 70.

A velocidade dos carros já estava bem alta nos “Speedway” na década de 60 estavam mais evoluídas, tornando-se peça fundamental do carro. Na década de 70 já eram cronometrados à 350 km/h e causavam embaçamento na visão dos pilotos. A associação dos pilotos profissionais recém criada proibiu as corridas nestes circuitos muito rápidos. Retas e curvas inclinadas, circuitos com 2,4 a 3,5 quilômetros, a aerodinâmica pouco desenvolvida e a trepidação causavam estes problemas. Abaixo um Ford Fairlane 1957.

A gaiola cobria parte da capota, boa parte da frente, um pouco da parte de trás e as portas eram soldadas para dar maior rigidez à carroceria. Abaixo um Plymouth Belvedere 1964 de Richard Petty.

Nesta época quase todos os carros americanos tinham chassi e a corrida era aberta exclusivamente para carros de duas portas. Abaixo um Ford Galaxie 500 1966 cupê. As rodas tinham desenho original, mas mais largas e com cinco furos.

Já na década de 70 os carros estavam mais seguros por dentro e por fora. Para os pilotos novos bancos envolventes, macacões à prova de fogo e a tela na janela era para proteger os braços do piloto em caso de capotagem para que o mesmo não saísse para fora do carro e fosse esmagado pela capota. Abaixo um Ford Thunderbird 1987.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

UM POUCO DAS PISTAS

Abaixo a cidade de Daytona no Estado da Flórida nos Estados Unidos

Daytona - Em 1962 foi feita uma prova de três horas. Em 1964 uma de 2.000 quilômetros e depois, em 1966, as 24 horas de Daytona para o Campeonato Mundial de Marcas. Em 1971 foram reduzidas às 6 horas. Há muito era disputada as 500 Milhas de Stock-Cars e as 200 Milhas para motocicletas de alta cilindrada (500 cm³ e 750 cm³) . Esta famosa pista tem 32° de inclinação nas curvas e é considerado alto. Por isso a suspensão do lado direito do carro é mais alta como os pneus mais largos para compensar e evitar uma quebra ou desgaste maior do conjunto nas curvas inclinadas. Chegava-se, na década de 90, a  montar dois pneus, um dentro do outro. Em caso de explosão do externo o acidente seria menos grave. Muito melhor em qualquer prova, independente da inclinação da pista, ficar na parte de baixo da curva.

Indianápolis - Tem 9° de inclinação nas curvas, são considerados baixos. O circuito de Milwaukee idem. Tem 2,5 milhas de extensão como Daytona.

Pocono - Tem extensão de 2,5 milhas com inclinações de 14° na curva 1, 8° na curva 2 e 6° na curva 3. Pode receber 76 mil pessoas. Recebe provas da Verizon IndyCar Series, NASCAR Sprint Cup, NASCAR Xfinity Series, NASCAR Camping World Truck Series e da ARCA Series. Em todos os boxes estão sempre a direita. 

Watkins Glen -Foi inaugurado em 1948 e passou por uma reforma geral em 1971. Hoje tem 5,4 quilômetros. É um circuito misto que já abrigou provas da Fórmula Um, Can-Am (Campeonato de marcas Canadense e americano), International Race of Champions (IROC) que é uma competição automobilística disputada a cada ano desde 1973 por 12 pilotos entre campeões mundiais e destacados no cenário americano. Os carros usados foram o Porsche Carrera RSR, Chevrolet Camaro, Dodge Daytona, Dodge Avenger e o Pontiac Trans Am. Também há provas do Sports Car Club of America (SCCA) que reuniu carros como o Chevrolet Camaro, Dodge Challenger, Ford Mustang e AMC Javelin. Dos poucos circuitos em que a corrida acontece em sentido horário.

A torcida: Algumas vagas tem que ser reservadas com muita antecedência em corridas mais importantes. Os ingressos se esgotam rapidamente. Desde o começo há uma frase famosa: A marca que vence a corrida no domingo, vende mais na segunda! Por isso tudo é levado muito a sério. Um detalhe interessante: Há torcidas por marca. Quem não quer ver seu varro ganhando? Mas interessante também: Não há brigas entre torcidas!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os carros da década de 70

Na década de 70 já estavam muito aperfeiçoados. E velozes! As carrocerias tinham que ser idênticas a da produção em série.  Abaixo o Plymouth Road Runner

O box, a troca de pneus e ajustes.

O temido Dodge Charger Daytona. Depois que sua carreira acabou nas pistas, foi esquecido nas equipes. Hoje vale uma fortuna! No enquadramento um Ford Torino Cobra Talladega.

Aos poucos na década de 60 e 70 as fábricas foram se interessando caso o publico fosse grande. E era, mas ótimas equipes privadas que estavam nas pistas. Com uma constante troca de regulamentos a Ford saiu, mas retornou e também dava muito apoio aos que usavam o Ford Torino Cobra Talladega, sendo que estes nomes eram intencionais. Até 1969 a empresa havia vencido consecutivamente o sétimo campeonato com pilotos de estirpe como David Pearson, Cale e Lee Roy Yarbrough. Grande parte dessas a bordo do Ford Galaxie 500. O Torino tinha motor com oito cilindros em "V”, 7.030 cm³, um carburador Holley de corpo quádruplo e 600 cavalos a 6.000 rpm. Câmbio de quatro marchas manual, tração traseira, chassi em aço reforçado pela gaiola tubular (Roll Cage) e tinha 5,15 metros de comprimento este cupê. Pneus 8,20 x 15.

A Chrysler combatia com o Dodge Charger Daytona e o Plymouth Road Runner Super Bee. O numero 43 já era reservado ao “King”, o Rei Richard Petty. O motor também era um V8 com 6.980 cm³ e também com 600 cavalos á 6.000 rom. Também com quatro marchas, tração traseira e pneus 7,75 x 14. O Charger tinha 5,18 metros e o Road Runner Super Bee 5,5 metros graças aos nada discretos aerofólio traseiro e bico dianteiro usado para melhorar a aerodinâmica. Tinha peso equivalente ao Ford: cerca de 1.750 quilos.

A American Motors com o AMC Matador e a A General Motors tinha o Chevy Monte Carlo com um Big Block (Bloco motor grande) de 427 polegadas cúbicas nas mãos de Junior Johnson/Bobby Allison.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Em 2017

Na década de 90 os carros tinha que ter a mesma carroceira do modelo em série produção. Hoje nem tanto. São quatro marcas que disputam: A Chevrolet com o SS, a Ford com o Fusion e a Chrysler talvez voltará com o Charger em 2018. Abaixo um Toyota Camry

O Chevrolet SS

O Ford Fusion

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Acidentes

Acidentes acontecem em quase todas das 36 provas de todas as categorias. Assim que  confusão acaba e o socorro entra, o carro madrinha (Pace Car) entra na pista na frente de todos e os ficais agitam muito as bandeiras amarelas. Aqueles que saíram ilesos das batidas, vão para os boxes para abastecer (gasolina de 103 octanas) , trocar pneu (cinco furos na roda e pistola pneumática) e fazer reparos na carroceria caso haja necessidade.  Não podem ficar mais do que cinco minutos para todas as tarefas. Em cada curva há no mínimo duas ambulâncias e duas picapes ou caminhos reboque para entrar rapidamente para o resgate ou rebocar um bólido. 

O piloto hoje está muito mais protegido.Capacete integral, tela com maior área, coluna de direção retrátil e um enorme HANS (Head And Neck Support ou Suporte para cabeça e pescoço.

A gaiola atual é muito mais segura que as anteriores

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Patrocinadores

Há um pouco de tudo e o colorido do macacão do piloto, do pessoal do box e do carro está longe de ser enfadonho. Alimentação, bebidas, correios, forças armadas, cervejas, refrigerantes, roupas, peças para carros, lubrificantes e aditivos para carros, locadoras, jornais, revistas, canais de televisão, energéticos, etc.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O centro e os boxes

O trabalho nos boxes é intenso, eles são simples e não há muito espaço. A equipe como em todas as corridas trem que ser rápida na troca de pneus, abastecimento, etc.

Chegou primeiro, pagou mais, fica lá dentro!

Na área interna, dentro dentro da pista,  ficam os caminhões das equipes que carregam os carros, trailers onde dormem pilotos e equipes e da arquibancada a grande plateia vê tudo!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As principais categorias são:

Monster Energy NASCAR Cup Series que incluem Strictly Stock Series, Grand National Series, Winston Cup Series, Nextel Cup Series e Sprint Cup Series. São provas nacionais, 36 corridas nos Estados Unidos, em vários estados, o principal patrocinador é o energético Monster Energy. Foi fundada em 1948. Os carros tem motores com oito cilindros em “V”, bloco motor em ferro fundido, 5.860 cm³ (358 polegadas cúbicas) de cilindrada, 865 cavalos de potência a 9.000 rpm, arrefecidos a água, tração traseira, carburador de corpo quádruplo e cambio manual de quatro marchas, peso 1.542 quilos. Tem velocidade final de 200 milhas por horas (330 km/h) nos ovais mais rápidos como Daytona e Indianápolis.

Xfinity Series – Incluem a Model Sportsman Division, Busch Series e Nationwide Series, 33 provas nos Estados Unidos e Canadá. Também com motor V8 e 800 cavalos. Foi criada em 1982.

Chevrolet Camaro já está em 2017. Também, estão o Ford Mustang e o Toyota Camry

Camping World Truck Series inclue a Super Truck Series, Craftsman Truck Series. É uma categoria nacional para picapes leves com 24 provas criada em 1995 e as provas são nos Estados Unidos e Canadá. Todas com motor V8 e 700 cavalos. São a Ford F-150, Chevrolet Silverado 1500 e Toyota Tundra.

Regras para 2018

Nota: Para todas as categorias os prêmios em valores, em dólares, são muito altos. Há vários patrocinadores e quem ganhar, fazer a pole, ficar entre os 5 ou entre os 10 melhores no campeonato a quantia em cinco temporadas passa fácil de um milhão de dólares!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Homestead-Miami (Flórida) Ford Ecoboost 400

No último domingo, dia 19 de novembro,  Martin Truex Junior ganhou a prova, numa ótima disputa, nas últimas voltas, num ótimo duelo contra Kyle Bush, e também foi merecedor ao carregar a grande taça de campeão Nascar 2017 pela equipe Furniture Row Racing. Ele e seu Toyota Camry  cruzaram em primeiro oito vezes neste ano.

Comemorando com a companheira Sherry Pollex

Onde? Miami, Estado da Flórida. O campeonato começou a acabou aqui.

Os quatro candidatos Brad Keselowski,  Kevin Harvick, Kyle Busch e Martin Truex Jr

O Resultado da Prova

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Classificação do Campeonato 2017

Posição Pilotos                      Pontos
1             Martin Truex Jr.    5040
2             Kyle Busch              5035
3             Kevin Harvick        5033
4             Brad Keselowski    5030
5             Chase Elliott            2377
6             Denny Hamlin        2353
7             Matt Kenseth           2344
8             Kyle Larson             2320
9             Ryan Blaney            2305
10           Jimmie Johnson     2260

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A disputa com Kyle Busch (cinco vitórias no ano), que chegou em segundo, com o Toyota nº18, nas últimas voltas foi ótima. Truex passou na frente por no máximo cinco carros de diferença

Kyle Larson chegou em terceiro, mas venceu o primeiro e segundo estágio. Estava muito combativo e várias vezes chegou a cravar 190m mph! Na corrida puderam usar 10 jogos de pneus. Os quatro da largada mais dez. 

Foi a última corrida de Dale Earnhardt Junior, que se despede da categoria, foi até ao pódio saldar o colega Truex. Elegância! Belo gesto! Dale Earnhardt Junior, de dentro do carro, se pronunciou e sua voz foi até os alto falantes do circuito. Agradeceu ao público, patrocinadores e à família.

Dale Earnhardt Junior foi muito homenageado antes e depois da prova. Merecidamente!

O fã feliz com o autografo de Dale em sua miniatura

Kevin Harvick chegou em quarto lugar.

Danica Patrick se despede e é muito querida dos fãs

Cenas da prova com muitas emoções

Phoenix Cam-Am 500

Uma corrida com 312 voltas, num oval de pouco mais de uma milha, três estágios, sendo que o primeiro e o segundo com 75 voltas e o último com 162 voltas sedo que Kyle Busch com seu Toyota Camry da equipe Joe Gibbs Racing , Kevin Harvick com seu Ford Fusion da Stewart-Haas Racing e Martin Truex Junior também com um Toyota da Furniture Row Racing estavam com a classificação garantida para a última corrida no estado da Flórida. A pole position foi de Ryan Blaney com seu Ford da Wood Brothers Racing, mas a festa final foi de Matt Kenseth.

A fritada faz parte da festa

E ele tem um grande fã clube

Onde? Phoenix no estado do Arizona

O Resultado

Kyle Larson com seu Chevrolet SS logo mostrou as garras e estava bem afinado, venceu o primeiro estágio, mas foi traído pelo motor no último estágio.

Denny Hamlin chegou em segundo no primeiro segmento, mas no restante da prova não foi bem.

Assim como kyle Larson, Jimmie Johnson com seu Chevrolet SS da Hendrick Motorsports, sete vezes campeão na categoria, se despediu da disputa pelo título. Em 2018 a Chevrolet correrá como o modelo Camaro.

Chase Elliot salvou a honra das fábricas americanas chegando em segundo com seu SS

Martim Truex Junior mais uma vez pontuou muito chegando em terceiro

Mais uma ótima corrida da Nascar, com poucos acidentes, nada grave, rodadas e leves batidas nos muros. Kyle Busch foi o campeão em 2015, Kevin Harvick em 2014, Martin Truex Junior avança mais nos pontos e Matt Kenseth fecha o quarteto do título para o domingo, dia 26 de novembro. Quem será o campeão?  Role a página para ver como foram as anteriores.

Texas AAA 500

Muito calor, dentro e fora do carro e um novo vencedor, faltando apenas duas provas para o final. Kevin Harvick com seu Ford Fusion, foi o segundo piloto, após Kyle Busch que assegurou sua classificação no Play Off após vencer a AAA (American Automobile Association) Texas 500. Dentro dos carros os pilotos estavam sentindo uma temperatura de 50º Centígrados. Um pouco quente para esta época do ano.

Kevin Harvick foi combatente e deixou Martin Truex Jr e seu Toyota Camry bem longe de ameaça-lo.

Onde? Fort Worth, onde foi realizada a prova, fica a 40 quilômetros a oeste da capita do Texas, Dallas.

O Resultado

A festa de Kevin Harvick. Ao todo foram 334 voltas sendo o primeiro com 100 e vencido por Kevin.

Kyle Larson bate no muro e seu Chevy começa a pegar fogo. Faltavam apenas 52 voltas, já estavam no terceiro estágio e a bandeira vermelha teve que ser erguida.

Truex chegou em segundo neste oval de 1,5 milha. Alguns pilotos chegaram à 195/200 mph (321 km/h) garantindo um grande espetáculo para a plateia.

Em terceiro Denny Hamlin chegou com seu Toyota que já garantiu o campeonato de construtores.

Cenas da Prova. As próximas provas serão em Phoenix (Arizona) e Homestead-Miami (Floride) que fecharam a temporada 2017. Os pilotos Chase Elliott e Jimmie Johnson, ambos com Chevrolet SS ainda estão disputando uma vaga na final. Vamos esfregar as mãos!

Martinsville First-Data-500

Num dos circuitos mais curtos e estreitos da temporada, onde se chega á uma velocidade máxima de 115 mph, está é uma prova que exigiu muita pericia dos pilotos que conseguiram terminar as 505 voltas, pois no final houve, na última volta, mais um acidente envolvendo muitos carros. Estava frio, mas o público foi muito bom e a iluminação noturna é eficiente.

Kyle Busch com seu Toyota Camry da equipe  Joe Gibbs Racing ganhou a prova e é o primeiro finalista de da Nascar Cup Series. Abaixo com sua esposa Samantha Busch

Onde? Estado de Virgínia

O Resultado

Martin Truex chegou em segundo

Clint Blower com seu Ford Fusion chegou em terceiro

Brad Keselowski venceu o primeiro e segundo estágio, mas chegou em quarto no último segmento.

Bubba Wallace está contratado para pilotar o carro da equipe de Richard Petty em 2018

Vai substituir Aric Almirola. Eles será o segundo piloto negro da Nascar. O primeiro foi Wendell Scott que corria num Ford Torino e teve uma vitória não atribuída e foi injustiçado. Nesta corrida de Martinsville foi homenageado por Wallace.

O grande acidente (big one) na última volta.

E apesar de ser raro Denny Hamlin e Chase Elliott quase se enfrentaram fora das pistas. Os fiscais não penalizaram nem um nem outro. Coisas de corridas de carro! Só mais três provas para terminar o ano:  em 5 de novembro Texas Motor Speedway, no dia 10  Phoenix International Raceway e para encerrar com grande estilo Homestead-Miami Speedway em 17 de novembro.


Kansas Hollywood Casino 400

Truex fez a pole e ganhou mais uma prova do campeonato se tornando grande favorito ao título.  Abaixo com sua companheira Sherry Pollex

E a festa merecida com seu Toyota após 400 milhas, 267 voltas, sendo que no último estágio com 107 voltas houve um grande acidente envolvendo muitos carros.  Foi na volta 198 que aconteceu o "Big One"e quatorze carros não terminaram a prova. Neste oval de 2,4 quilômetros alguns pilotos chegam à 203 mph ( 324 km/h)

O resultado. Truex está a frente de Kyle Bush (Toyota) em 27 pontos e 43 de Brad Keselowski da Ford.

Mostrando que tem sete vitórias na temporada. Truex dedicou sua vitória ao mecânico Jim Watson da equipe Furniture Row Racing que faleceu devido à um ataque cardíaco.  Estes pilotos já não concorrem mais ao título: Jamie McMurray (Chevrolet), Ricky Stenhouse Jr (Ford), Matt Kenseth e Kyle Larson (Chevrolet).

Kurt Bush chegou em terceiro com seu Ford Fusion

Ryan Blaney chegou em terceiro.

Matt Kenseth da Toyota foi desclassificado. Nos boxes, após o acidente, havia mecânicos em excesso tentando reparar seu carro. Haviam sete e os comissários estavam de olho.

Cenas da prova que ficou conturbada no final. O piloto Jimmie Johnson do Chevrolet SS nº48 conseguiu evitar com muita perícia um acidente maior. Mas na segunda vez não! Ele já foi sete vezes campeão na categoria.

Talladega Alabama 500

Uma prova com 188 voltas, pouco mais de 800 quilômetros e muitos acidentes. Apenas treze carros completaram a corrida após muitos acidentes, vários carros destruídos, mas sem problemas físicos para os pilotos.

Com médias superiores à 190 milhas (305 km/h) os acidentes causam grandes sustos e estragos.

O piloto Brad Keselowski venceu com perícia e competência numa ótima arrancada após o último acidente, após a saída do carro madrinha. Ótima tática. Abaixo com sua bela esposa Paige White.

Sendo cumprimentado por Edsel Ford II

A festa e a saudação em cima de seu Ford Fusion

O Resultado

É um dos mais rápidos traçados

Onde? No estado do Alabama

Ryan Newman fez uma bela prova e fez seu Chevrolet SS chegar em segundo

Trevor Bayne chegou em terceiro para premiar a Ford

Um festival de bandeiras: Foram onze amarelas e três vermelhas em quase quatro horas de corrida e só treze carros receberam a bandeira quadriculada após 188 voltas

O grande estrago do domingo

Dale Earnhardt Junior com o carro do pai

Um Chevrolet Monte Carlo muito famoso que fez os fãs vibrarem e relembrarem com uma volta.

O pai morreu aos 48 anos num acidente em 18 de fevereiro de 2001 em Daytona Beach, estado da Florida em um acidente.  Foi sete vezes campeão da Winston Cup (atual Monster Energy NASCAR Cup Series). Morreu após um acidente na última volta da Daytona 500 de 2001.  Obteve 76 vitórias em 676 corridas. Ganhou os títulos de 1980, 1986, 1987, 1990, 1991, 1993 e 1994 e ficou 428 vezes entre os dez primeiros.  Um ídolo até hoje!

Charlotte Bank of America 500

Martin Truex Junior com seu Toyota Camry obteve sua sexta vitória no ano, 13ª na carreira, dominou o fim da corrida que foi muito emocionante e mesmo com duas bandeiras amarelas bem no final, sua relargada foi excepcional! 

O resultado

Onde? Carolina do Norte

Um carro muito bem preparado e um piloto ótimo e determinado! Este chegou à 196 mph ( 323 km/h) no fim das retas embalado nas saídas das curvas. As arquibancadas estavam cheias e Charlotte é um dos templos da Nascar! Os rapazes dos boxes, trocas de pneus e abastecimento foram surpreendentes!

Um Toyota, um Chevrolet e um Ford. Chase Elliott chegou em segundo.

 

Kevin Harvick venceu o primeiro segmento e chegou em terceiro no último e principal

Os ventos sopram a favor de Danica que provavelmente continuará em 2018 na equipe de Paul Menard. Não terminou a provas, pois bateram na traseira de seu Ford Fusion num acidente provocado por Ricky Stenhouse Jr e Brad Keselowski!

O piloto Dale Arnold Jarrett ( ao volante do Ford Taurus e campeão em 1999) homenagearam Robert Yates falecido há poucas semanas.

Robert Yates morreu aos 71 anos.

Robert Yates foi um grande preparador de carros da categoria.

Kyle Busch não passou bem pediu e foi atendido pelos médicos após a prova. Exaustão! Curvas de 24 graus, retas de 5 graus e 500 voltas totalizando 1.945 quilômetros! Esta foi a segunda prova classificatória do Play Off.

Dover 400 Apache Warrior 400

Mais uma grande vitória de Kyle Busch na categoria maior Monster em Dover no primeiro dia de outubro. Foi a primeira eliminatória para o Play Off e quatro pilotos foram eliminados.  Neste oval curto, que exige muita perícia e os carros chegam à 170 milhas por hora, Kyle obteve a primeira vitória no Play Off, Brad Keselowski ganhou o primeiro segmento, Kyle Larson no segundo e Busch fechou o terceiro de forma brilhante. Sua segunda consecutiva e 41ª na categoria

O resultado

Onde? Dover, estado Delaware













O Chevrolet n°24 de Chase Elliott da equipe Hendrick Motorsport chegou em segundo.

Jimmie Johnson e seu Chevy nº 24 da equipe Hendrick Motorsport, tem o maior recorde de vitórias nesta pista, onze neste oval desafiador completou a prova em terceiro lugar. Ele está com 42 anos de idade e muito em forma para competir com os estreantes que terão muito trabalho ainda.

O líder Martin Truex Jr (Furniture Row Racing) chegou em quarto

O jovem e talentoso Kyle Larson (Chip Ganassi Racing), filho de havaianos, chegou em quinto e finaliza uma temporada brilhante.

Danica Patrick lembrado a importância do Outubro Rosa

A cada edição, público e pilotos cantam o hino. Belo Exemplo!

Um justa homenagem à Dale Earnhardt Jr.

Mais um ótima prova!

New Hampshire Motor Speedway, ISM Connect 300

Kyle Busch mais uma vez dominou uma prova da categoria máxima da Nascar. E venceu sua 41ª corrida na categoria máxima levando-se em conta a Monster. Foi o pole position e ao final foi muito saudado pelo público. Foi sua terceira vitória no ano. Com esta já está no Play Off onde apenas 12 pilotos disputarão. Ele ficou mais da metade da prova na frente.

O resultado

Foi a segunda prova do Play Off. Sempre largam 40 carros em cada prova e no Play Off serão apenas doze pilotos

Foram 300 voltas, no circuito de 1,7 quilômetros,  divididas em três segmentos sendo que o último contou com 150 voltas, acidentes e muitas bandeiras amarelas.com quatro curvas com inclinações entre 2 e 7 graus.  Uma pista muito rápida e os carros chegam à 150 mph ( 247 km/h)

Muito regular na temporada e sempre pontuando Kyle Larson da Chip Ganassi Racing ficou em segundo com seu Ford Fusion

Matt Kenseth ficou em terceiro lugar

Brad Keselowski da equipe Penske que chegou em quarto também garantiu sua vaga entre os 12 melhores do ano. 

Kyle Busch, campeão de 2015, graças à sua perícia, escapou de um acidente que envolveu Austin Dillon e Kevin Harvick lors, Martin Truex Junior da equipe Furniture Row Racing e Dale Earnhardt Jr da equipe Hendrick Motorsports que não apresentou bons resultados nesta temporada. Esta batida se deu no final do segundo segmento e o terceiro começou com bandeira amarela

Martin Truex (abaixo) Kyle Busch já estão classificados para o Play Off. Cada um com uma vitória nesta fase final.

Kyle Busch conta com 181 vitórias nas três categorias Monster, X-Finity e Camping Word Series. Foi o pole nesta e obteve a terceira do ano. Danica Patrick ainda com futuro incerto em 2018, mas é certo que patrocinadores, organizadores e demais pilotos não vão querer ficar sem ela.

Chicagoland, Tales of the Turtles 400

O piloto Martin Truex Junior começa bem o playoff na categoria máxima da Nascar Cup Series e vence com seu Toyota Camry da equipe Furniture Row Racing.

Nesta rápido circuito onde atingem até 195 milhas por hora (321 km/h), Truex dominou a prova e carimbou sua quinta vitória na temporada.

Onde? Chicagoland Speedway, Joliet, Illinois

Resultado

No circuito de 1,5 milha, com curvas de 18 graus, Chase Elliott da Hendrick Motorsport chegou apenas sete segundos atrás do líder.

Kevin Harvick da Stewart-Haas Racing chegou em terceiro com seu Ford Fusion

Aqueles que disputam o título,  Joey Logano da Team Penske está eliminado, mas Denny Hamlin da Joe Gibbs Racing e Kyle Larson da Chip Ganassi Racing ficaram entre o cinco melhores na frente de Brad Keselowski da Team Penske e de Jimmie Johnson da Hendrick Motorsport.

Richmond Federated Auto Parts 400

Mais uim fim de semana para Kyle Larson não esquecer. Kyle da Chip Ganassi Racing registrou sua quarta vitória na temporada ganhando a Federated Auto Parts 400 em Richmond no estado da Virginia.Se no fim de semana passado foi carros japoneses em primeiro e segundo lugar neste os Chevy e Ford fizeram bonito. O líder Martin Truex Jr da Furniture Row Racing com seu Toyota atingiu o muro, teve o pneu furado e saiu da prova. Na relargada, já no final da corrida, o Chevrolet SS branco e vermelho n°42 não permitiu passagem a nenhum de seus concorrentes

O resultado

A festa de Kyle, que tem apenas 25 anos, apresenta ter mais experiência. Sua equipe estava eufórica!

Joey Logano da equipe Penske com um Ford Fusion chegou em segundo.E precisava da vitória para assegurar seu lugar no selecionado Play Off

Ryan Newman saiu em 27º e chegou em terceiro

Em sua última temporada na Nascar, Dale Earnhardt Junior com seu Chevrolet SS da equipe Hendrick Motorsports também não irá para p Play Off.

Os dezesseis finalisatas

Cenas da prova

 

Darlington Southern 500

Um fim de semana quase perfeito para Denny Hamlin que obteve sua segunda vitória na Nascar Cup Series neste ano após Loudon (Tennessee). E foi na Monster e na Xfinity. Em ambas com o Toyota Camry. Abaixo na Xfinity

Onde?

O Resultado

Darlington é uma das pistas mais difíceis da temporada. Foram quase quatro horas de corridas, quatro pilotos em luta pelo "Play Off", quase 500 milhas (+/-500 quilômetros) .

O piloto Hamlin, que já tem 31 vitórias na Nascar, quase deixa escapar quando na entrada dos boxes erra, faltando apenas 52 voltas para o final já no terceiro segmento. A pista tem 2,198 quilômetros (1,366 milhas), duas curas com inclinação de 23° e 25° graus e as retas 2 e 3 graus.

Estava lotado! Cabem 75.000 pessoas!

Kyle Bush da Stewart-Haas Racing foi o segundo

E o terceiro para Kurt Busch da Stewart-Haas Racing com um Ford Fusion

O líder era Martin Truex Jr da Furniture Row Racing) que entrou nos boxes à 54 voltas do final. Esbarrou no muro e teve um pneu arrebentado!

A maior parte dos carros estavam pintados com as cores de carros do passado (década de 80) para homenagear pilotos. Mas esta ganhou!

Cenas da prova

E o Rei Richard Petty, 80 anos, mais de 200 vitórias  ...

Dirige seu Plymouth 43 STP Belvedere ano 1964 antes da largada com todos do pelotão atrás ... e foi penalizado, ganhou bandeira preta, pois deu uma volta a mais!

Bristol Motor Speed Way

Um fim de semana para Kyle Busch não esquecer. Foram três vitórias nas três categorias. Venceu pela Toyota na corrida de picapes Camping World Truck Series, na classe intermediária Xfinity Series e na principal Monster Energy Cup Series. Foram 500 voltas nesta última categoria e Kyle festejou muito. Visto de cima o circuito parece uma arena romana. Alguns pilotos chegaram a 132 mph ( 217,00 km/h) neste pequeno oval de 855 metros. É necessário muita pericia dos pilotos que tem curvas com 26 graus de inclinação.

Fez muitas comemorações com seu Toyota Camry nº18. Ganhou 8 dos 9 segmentos  desde sexta-feira e no fim de semana. Já tem em seu currículo 180 vitórias (91 na Xfinity) e sua sexta em Bristol! Foi campeão em 2015. E como sempre agradeceu muito ao público.

Onde? em Bluff City no estado do Tennessee. Uma cidade muito pequena, mas nos dias de corrida fica lotada! E Estava nestes três dias.

O resultado

Brexton, filho de Kyle e Samantha, faz muito sucesso com o público

Um prova bem disputada. Foram 500 voltas nesta pista de concreto e Kyle saiu da 18ª posição para a primeira em poucas voltas. Na 445ª volta, do terceiro e último segmento com 250 voltas, que é muito cansativo neste circuito, Kyle pulou e administrou muito bem a vantagem que tinha sobre Erik Jones

O segundo lugar para Erik Jones da equipe Furniture Row Racing Toyota

Denny Hamlin (equipe Joe Gibbs Racing)  ficou com o terceiro. Em quatro Matt Kenseth (Joe Gibbs Racing), quinto para  Kurt Busch (Stewart-Haas Racing - Ford). Ryan Newman colocou seu Chevrolet SS da equipe Richard Childress Racing em sexta posição

Momentos de mais uma bela prova com poucos acidentes, mas a bandeira vermelha foi acionada, caminhões entraram na pista para limpar, varrer e aspirar detritos. Seja de metal, plástico ou borracha. A cada corrida, uma festa, uma celebração, respeito às forças armadas, homenagens do público. Uma grande festa!

Michigan International Speedway 400

Terceira vitória na temporada para Kyle Larson com seu Chevrolet da equipe Chip Ganassi Racing no oval de duas milhas no estado de Michigan. Esta pista tem quatro curvas com 18 graus e a área na reta em frente aos boxes é muito larga.

Brad Keselowski  fez a pole position, venceu o primeiro estágio, mas não ficou entre os dez primeiros. Numa corrida muito equilibrada, com 200 voltas, 400 milhas os dois primeiros estágios com 60 voltas e no final do último estágio de 80 voltas, na 78ª a corrida foi interrompida, bandeira vermelha por conta de detritos na pista deixados por dois carros acidentados sem gravidade. Eram de Paul Menard (Richard Childress Racing - Chevrolet) e Michael McDowall (Leavine Family Racing - Chevrolet).

O resultado

Após 23 provas de 36, Martin Truex está em primeiro com quatro vitórias, Kyle Larson com três, Jimmie Johnson com três também,  Brad Keselowski com duas e Kyle Bush com uma citando aqueles com mais pontos até o momento.

Keselowski, da equipe Penske Ford, fez a pole com a média de 203,097 milhas por hora, ou seja, quase 327 km/h numa pista muito rápida! Na corrida alguns chegaram a desenvolver 207 milhas por hora. Foram 39 carros que largaram nesta prova.

A troca de pneus do Ford de Brad Keselowski

A duas voltas do final, após a re-largada Kyle fez uma ótima arrancada mergulhando para a esquerda, parte baixa da pista, distanciando-se dos demais. Foi a terceira vitória consecutiva neste circuito.

Na sua traseira estava Martin Truex da equipe Furniture Row que chegou em segundo. E também venceu o segundo estágio da prova.

Erik Jones ficou em terceiro

A prova é sempre um espetáculo. Há a prece, o hino nacional, o voo do grande avião Hércules C-130, fogos de artifício, muito público, acidentes sem gravidade e muita disputa como sempre. Também havia muitos carros e picapes acampados na área central.

Watkins Glen International

Foram 90 voltas num circuito misto, Watkins Glen , com 90 voltas, 220,5 milhas (364 quilômetros) percorridas, primeiro e segundo estágio com 20 voltas e o último com 50 voltas e muita emoção numa pista que já abrigou e Fórmula Um nos anos 60 e 70, Indy,  corridas de protótipos,  e IMSA (International Motor Sports Association) onde havia a saudável rivalidade entre Camaro, Mustang, Barracuda e Javelin nos anos 60 e 70. Veja o traçado acima. Havia muito espectadores, muito sol e nesta pista, se chover, os carros podem optar por pneus de chuva e há um limpador no para-brisa.

E Martim Truex vence sua quarta prova na temporada

E a Toyota completou mais uma vitória

Onde? Estado de Nova York

A comemoração

O resultado

Truex economizou gasolina e chegou pouco a frente de Matt Kenseth da equipe Joe Gibbs Racing - Toyota),

E Daniel Suarez (Joe Gibbs Racing) chegou em terceiro.

Mais uma ótima prova e Kyle Bush cravou 292 km/h quando fez a pole.

Imagens da prova

 

Pocono Overtons 400, 29 e 30 de julho

O circuito de Pocono tem a extensão de 2,5 milhas com inclinações de 14° na curva 1, 8° na curva 2 e 6° na curva 3. Em suas arquibancadas pode receber 76 mil pessoas. E estava cheio, clima agradável de 26° C e a tão esperada vitória de um grande vencedor de estágios neste ano. Foi Kyle Busch que interrompeu a ausência de pódios. Há 36 provas ele não vencia! E a Toyota comemorou sua centésima vitória na Nascar. Nesta pista muito rápida e muito larga na área da largada os carros chegam à 300 km/h.

Ele já venceu em quase todos os circuitos. Neste ainda não havia ganho e falta Charlotte

O acidente da primeira volta. Envolveu Matt Kenseth (Joe Gibbs Racing), Matt DiBenedetto (Go FAS Racing) e Aric Almirola (Richard Petty Motorsport). Na confusão Jimmie Johnson (Hendrick Motorsports) foi vitima de uma batida de seu companheiro de equipe Kasey Kahne.

O resultado

Kevin Harvick da equipe Stewart-Haas Racing ficou em segundo com seu Ford Fusion.

E Martin Truex Jr da equipe Furniture Row Racing ficou em terceiro. Os três primeiros travaram uma bela disputa.

Momentos da prova

Xfinity

Mais uma prova com boas disputas. E outra vitória para a Toyota

O resultado

E Ryan Preece ficou com a vitória

E seu Toyota Camry. Um final de semana muito bom para a marca japonesa.

Brickyard 400 Indianápolis, 22 e 23 de julho

A largada dos boxes depois da paralisação no primeiro estágio por causa da chuva após dezoito voltas.O receio, apesar do ótimo controle meteorológico era a chuva durar muito tempo, pois não há iluminação nesta pista e o sol se põe por volta das 21:00 horas.         A pista de indianápolis é um templo sagrado da velocidade para os americanos. E também um desafio para eles e pilotos europeus, latinos e orientais. É uma pista de alta velocidade e o erro não é permitido.

Suas curvas tem 9 graus de inclinação e a pista tem 2,5 milhas (4,0 quilômetros). A corrida tinha 160 voltas totalizando 400 milhas. O primeiro estágio com 60 voltas, o segundo idem e o terceiro 100. Foi inaugurada em 1909 e o nome Brickyard vem de tijolos, pois ela era de tijolos e pouco a pouco foi mudando para o asfalto até 1961. Mas deixaram um pequeno trecho onde até hoje é saudado! Os carros nesta prova chegavam à 190 milhas por hora (305 km/h).

Muitos acidentes, bandeira vermelha por causa do acidente entre Truex e Larson, prorrogação por causa do acidente a duas voltas do final, várias trocas de posições, punições, abastecimento onde o piloto quase leva a mangueira junto  numa corrida muito emocionante que fez o espectador e o telespectador vibrarem. Kyle Larson obteve sua quarta pole position no ano, mas também envolveu-se em acidente. Jimmie Johnson muito rápido com seu Chevrolet em oito voltas ganhou dezesseis posições. Mas o grande vencedor foi Kasey Khane com seu Chevrolet SS.

Onde? No estado de Indiana

O Resultado

Um relargada já com acidentes

Os bólidos estacionados. Danica está no Ford nº 10

Os acidentes não pouparam famosos

Brad Keselowski brilhou mais uma vez com seu Ford Fusion. O piloto Kyle Busch venceu o primeiro e o segundo segmento, mas se envolveu em acidente no terceiro.

Ryan Newman em terceiro também está bem

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Xfinity

Foi também uma ótima prova no sábado.

E mais uma vez William Byron festeja. E com apenas 19 anos de idade já tem um desempenho de campeão. É sua terceira vitória na temporada e atingiu cerca de 175 milhas por hora na pista.

O resultado

O famoso beijo nos tijolos faz parte da comemoração

Joey Logano que foi o terceiro na disputa com Brennan Poole


New Hampshire Motor Speedway, 15 e 16 de julho

A festa de Denny Hamlin que ganhou sua primeira vitória neste ano em New Hampshire e também a primeira para a equipe Joe Gibbs Racing em 2017 numa prova com quinze bandeiras amarelas. Foram 301 voltas divididas em três estágios, 75, 75 e 151 no último totalizando 318,5 milhas percorridas, por volta de 525 quilômetros. Estavam 39 carros na pista. Como sempre é proibida a entrada nos boxes nas últimas duas voltas.

A comemoração do piloto Denny Hamlin destruiu o pneu esquerdo traseiro

A largada

Todos já em velocidade. Os carros atingem em média 125 milhas por hora ( 249,00 km/h) e o volta mais rápida foi de Brad Keselowski à uma media de 127,28 milhas por horas com seu Ford Fusion (abaixo).

A pista de asfalto e granito tem 1,6 milha (2.57 kms), curvas variam entre 2º a 7 graus neste oval.

Onde? Costa leste cidade de Loudon

O resultado

Kyle Larson deu um show na prova. Ganhou 24 posições com em 16 voltas com seu Chevrolet SS da equipe Chip Ganassi Racing - Chevrolet

Martim Truex também deu um show também e chegou em terceiro lugar. E conseguiu a marca de 14 segmentos vencidos na temporada. Truex Jr foi o piloto que liderou mais voltas, 137 nas 301 da prova. O Top 5 foi completado por Matt Kenseth (Joe Gibbs Racing) e o primeiro  Ford Fusion de Kevin Harvick (Stewart-Haas Racing).

Houve uma bandeira vermelha para recuperar a pista. Havia um buraco que foi fechado rapidamente.

O Toyota de Matt Kenseth

E o Ford Fusion de Kevin Harvick  da equipe Stewart-Haas Racing.

Imagens de mais uma ótima prova e que não houve acidentes. Daniel Suarez (Joe Gibbs Racing), Clint Bowyer (Stewart-Haas Racing), Kurt Busch (Stewart-Haas Racing), Brad Keselowski (Team Penske - Ford) e Jimmie Johnson (Hendrick Motosports - Chevrolet) ficaram entre os 10 primeiros.

Xfinity

Kyle Busch vence na prova de New Hampshire. A prova foi interrompida na volta 31 por causa da chuva

Por causa da pista molhada um acidente sem maiores problemas

A prova foi interrompida por pouco tempo

Kyle cruza a linha de chegada. Já ganhou 175 vezes na categoria e 16 neste circuito! Só 7 carros terminaram na mesma volta.

O resultado

O segundo lugar para Ryan Preece

A luta de William Byron foi impressionante.

Kyle Busch tem se tornado uma das estrelas da Xfinity como da Monster.

Os que competiram. Infelizmente a Dodge, que competiu até 2012, não tem data para voltar. Seria ótimo uma quarta marca!

Kentucky Speedway, 8 e 9 de julho

Mais uma prova de alta velocidade na Nascar. Uma pista oval com duas curvas de 10 e 14 graus, 1,5 milha (2,45 quilômetros) de extensão e 400 milhas a serem disputadas acelerando muito. A prova de sexta-feira à noite, dia 8 de julho não ocorreu por causa de muita chuva na cidade de Sparta, Estado do Kentucky nos Estados Unidos. Pilotos, mecânicos, equipe e público se recolheram quando não havia mais esperanças.

Que amedrontou muitos, mas no sábado houve a prova da Xfinity e no domingo a Monters Energy. Ficou muito nublado por muito tempo.

Onde?                     

A largada para a prova

Martim Truex Junior com seu Toyota Camry foi o vencedor

Martim Truex Junior está muito bem na temporada e já venceu treze segmentos! E dez vitórias na Nascar! E está em primeiro no Play Off No último segmento em 50 voltas não foi ao box. É a sua terceira vitória no campeonato.

O resultado

Kyle Larson Muito bem na temporada com seu Chevrolet SS. Nesta prova saiu em ultimo e chegou em segundo!

Assim como Chase Elliot que ficou em terceiro

O público sempre entusiasmado

O belo Fusion de Ricky Stenhouse Jr.

Kurt Busch teve problemas com acidente faltando uma volta para acabar a prova

Outro acidentado da última volta. É o Toyota de Matt Kenseth que está com 45 anos e deve-se aposentar neste ano. Talvez seja substituído por Erik Jones

Xfinity

Mais uma prova com muitos acidentes e paralisações

Carros danificados que não voltaram a pista

Outros não!

O resultado

Byron se prepara antes da prova

Byron no Chevrolet Camaro nº 9 disputando com o Toyota Camry nº28

Muita disputa até o fim!

Daytona 400, Flórida, 1º de julho

A primeira prova do ano foi a As 500 Milhas de Daytona e em 1º de julho voltou para uma prova de 100 voltas no circuito, 400 milhas,no Super Speeday, sendo o primeiro estagio com 30 voltas, o segundo com 30 e o último com 40. A maior média chegou a 193 milhas por hora (310 km/h) à 8.600 rpm com Brad Keselowski pilotando seu Ford Fusion. Abaixo o vencedor Rick Stenhouse

Como sempre show aéreo antes da prova, homenagens a ex-combatentes, hino nacional e muito respeito pela pátria

O resultado

A festa de Rick Stenhouse Junior

O segundo colocado Clint Blower

O Chevrolet SS de Paul Menard ficou em terceiro lugar

A homenagem a Dale Earnardt Junior pelas suas 17 vitórias na pista

Mostrando o quadro com seus carros.

Sempre ovacionado pelos fãs e seu Chevrolet 88

No terceiro segmento houve 26 mudanças de lideres, doze bandeiras amarelas, a batida no muro de Kyle Larson, do Chevrolet SS 42 azul envolveu vários carros na pista! A primeira grande batida foi na volta 40, depois na 98 e depois na 106 incluindo todos os segmentos. Kurt Busch no Ford Fusion nº41 não se machucou apesar da violência da batida. O arco de proteção funciona muito bem! Nas fotos pode-se notar no carro 16 por exemplo, a aleta abrindo na capota. Elas são laterais e longitudinais e fazem o mesmo papel que um freio aerodinâmico num avião. 

XFinity Series

O Resultado

Willian Byron em seu Chevrolet Camaro

Outro Chevy Camaro de Elliot Sadler

Acidentes também na Xfinity


E carros muito bonitos. Observe a homenagem a militares no alto do para-brisa. Belo gesto!

Sonoma Raceway, Califórnia, 25 de Junho

E a Nascar foi para as curvas do circuito de Sonoma na Califórnia. E foi bonita a prova!

E foi uma prova muito disputada digna de campeões. E haverá mais curvas para a direita este ano em Watkins Glen no estado de Nova Iorque  (veja o calendário nesta) . Abaixo o terceiro lugar para o Ford Fusion de Brad Keselowski

Onde? Califórnia, ao norte de São Francisco. E lá que funciona uma das unidades da famosa escola de pilotagem  Bob Bondurant School of High Performance Driving. Neste também foram disputadas ótimas provas pelo campeonato  Sports Car Club of America SCCA. Eram corridas de compactos esportivos como o Ford Mustang, Chevrolet Camaro,  AMC Javelin, Pontiac GTO, Dodge Challenger...

A pista com 2,5 milhas (4,04 Kms), subidas e descidas leves e pontos de difícil ultrapassagem.

O resultado

E Kevin Harvick cruzando a linha de chegada com o Ford Fusion. Foram três segmentos totalizando 350 voltas de muita emoção e mostrando novos talentos.

E a felicidade de Kevin Harvick

Dale Earnhardt Junior e Danica Patrick não se deram bem. A velha disputa Chevrolet versus Ford. Ela foi vitima de dois acidentes em toda a prova. E não teve culpa!

O segundo lugar para Clint Bowyer também com um Ford Fusion

Uma corrida num circuito diferente, muito disputada, carros muito próximos uns dos outros, muitas mudanças de marchas, demonstração de habilidade, alguns acidentes sem gravidade e bons resultados! A corrida nos ovais também mostram as habilidades do pilotos, andando muito rápido numa pista inclinada e os carros bem juntos. São diferentes formas de se pilotar!

Michigan International Speedway, 17 e 18 de junho

No dia 18 de junho, nos Estados Unidos e em alguns países da Europa, é comemorado o dia dos pais. Houve uma bela homenagem ao dia dos pais, voo de jatos sobre o circuito, hino nacional antes da prova cantado por Lisa Bascon, cantora californiana de origem hispânica e a prova mais importante vencida pelo pai Kyle Larson com seu Chevrolet SS. As curvas do circuito de duas milhas (3,2 kms), inaugurado em 1968,  tem 18 graus e a reta de chegada tem inclinação de 12 graus.

Onde? Na cidade de Brooklyn no estado do Michigan, norte dos Estados Unidos.

O resultado

Kyle comemorou muito a vitória neste que é um dos ovais mais rápidos da temporada onde os carros chegam à 212 mph (340 km/h). Foram três segmentos, o primeiro com 60 voltas, o segundo também e  terceiro com 80 voltas. Por conta das fortes inclinações os pneus do lado direito tem um desgaste maior. O vento estava muito forte no dia e num dos segmentos houve três bandeiras amarelas por causa de um saco de leite que poderia ter prejudicado de forma perigosa um concorrente.

Chase Elliott chegou em segundo

O terceiro lugar ficou com Joey Logano com seu Ford Fusion

Cenas de mais uma prova com muitas emoções

Nascar Xfinity Series

A Xfinity aconteceu sábado, dia 17 de junho, também em Michigan. E com um final emocionante!

O Toyota de Denny Hamlin chegou pouco a frente do Chevrolet Camaro de William Byron. Quase cruzaram juntos a linha de chegada e as câmeras de televisão foram fundamentais para tirar dúvidas! O Toyota cruzou a faixa na parte baixa da pista.

O Resultado

E a comemoração

Ótima cena

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As picapes da Camping World Series

O resultado

E tudo aconteceu no Gateway Motorsports Park que é um autódromo com um formato oval localizado na cidade de Madison, no estado de Illinois. A corrida foi noturna, 32 picapes largaram e John Hunter com sua Chevrolet Silverado foi o vencedor. Um picape de corrida chega a pesar 1.542 quilos, tem possantes V8 e é uma categoria que atraí muitos jovens pilotos.

A festa da equipe


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Texas, Dallas Fort Worth e  Pocono, Pensilvânia 9, 10 e 12 de junho

Começou na sexta-feira, dia 10, em Dallas Fort Worth no estado do Texas o fim de semana nas pistas. Neste dia foram as picapes da Camping World Series que aceleraram. No sábado e no domingo, as categorias X-Finity e Monster se apresentaram-se no Pocono Raceway no estado da Pensilvânia, uma pista com quatro quilômetros, curvas com 6,8 e 14 graus e retas onde os carros mais rápidos atingiam até 160 milhas por hora (264 km/h). Nos três dias acidentes fortes, mas sem consequências para os pilotos.

Onde? Pocono, Pensilvânia

A largada

Quem ganhou ? Ryan Blaney

Numa bela disputa com Kevin Harvick

O primeiro e o segundo quase juntos na chegada!

O resultado

O terceiro lugar para Erik Jones que lutou muito também

Ryan Blaney com sua equipe celebrando. É sua primeira vitória!

[

A corrida contou com 200 voltas, três estágios, o primeiro com 50 voltas, o segundo com 60 e o terceiro com 90.


O acidente

O acidente que envolveu Jamie McMurray e Jimmie Johnson ambos com Chevrolet SS. Jimmie Johnson saiu de traseira, quase rodou, esterçou, desceu para a parte interna, voltou para cima, bateu no muro com a traseira e foi raspando neste já com o carro bem amassado até parar. Se batesse de frente seria bem pior! O carro de Jamie McMurray, nº1, também desequilibrou, estourou um pneu que raspou na chapa do para-lama, o fogo começou e lentamente o carro bateu no muro e, já em chamas,  começou a descer para a parte interna até parar perto do mudo da parte baixa. Jamie saiu do carro ainda em movimento. Ambos foram socorridos sem graves problemas. Vejam as fotos abaixo.

O rei Richard Petty entre Bubba Wallace que agora pilota o carro com o famoso número 43 e Ryan Blaney  vencedor da prova

O famoso 43 com seu tradicional patrocinador. Agora no Ford Fusion, mas foi por muito tempo colocado nos Dodge e Plymouth que Richard Petty pilotou.

Um Belo show como sempre. Se pela TV as filmagens são fantásticas, já pensou ao vivo?

Quando Dale Earnhardt Jr. estava com seu Chevrolet SS nº 88 na liderança

Nascar Xfinity Series

A Xfinity aconteceu sábado em Pocono assim como a Monster.

Quem ganhou? Ford Mustang nº 22 de Brad Keselowski, da equipe SKF Ford.

O Mustang nº 22

E celebrando!

O Chevrolet Camaro que chegou em segundo de Justin Allgaier alcançou  121.17 mph (199,93 km/h) de média

E Kyle Larson chegou em terceiro

Justin Allgaier cometeu um erro e foi ultrapassado por Brad Keselowski. Observe a linha amarela na parte baixa da curva. Como na estrada: Se for contínua não poderá haver ultrapassagem, senão há punição.

Mas uma bela prova como sempre com muitas emoções! Se não for contínua poderá haver ultrapassagem.

Camping World Series

Prova muito disputada, mas com acidentes espetaculares, mas sem danos para os pilotos. Abaixo o piloto Kyle Benjamin que conseguiu sua vigésima primeira pole.

Uma ótima corrida também no Texas

O resultado

A largada

O vencedor Christopher Bell pilotando um Toyota Tundra festejando que venceu Chase Briscoe (Ford F-150) por centímetros.

Logo após a largada

E o acidente que assustou, a picape capotou, mas sem gravidade para o piloto que ficou esperando a picape ser desvirada.

Dover International Speedway 400, 2,3 e 4 de junho

No primeiro fim de semana de junho aconteceu o Dover International Speedway. Foi lá que aconteceu a prova com 400 voltas, três segmentos, dois com 120 voltas e o último com 160 voltas. Sempre muito emocionante e com um grande acidente envolvendo muitos carros nas últimas voltas da prova da Monster e beneficiando o vencedor Jimmie Johnsons e seu Chevrolet SS. Abaixo a comemoração. Foi sua octagésima terceira vitória na carreira.

A largada

O acidente na relargada faltando apenas duas voltas para o final. Dezoito carros envolvidos, mas sem gravidade para os pilotos.

E os caminhões e picapes reboques tiveram trabalho

A festa de Jimmie Johnsons comemorando sua décima primeira vitória em Dover

O resultado















Onde? Dover, estado Delaware













Um povo patriota e amante da velocidade há décadas. E o público feminino presente!

Cerca de 90.000 pessoas estavam lá


 












Kyle Larson em ótima corrida chegou em segundo














E Matrin Truex ficou em terceiro com o Camry

Abaixo fotos da prova

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Xifinty: Mustang, Camaro e Camry

Categoria concorrida e bacana. Infelizmente a Chrysler adiou a entrada dos Dodge para 2018

A largada com a bandeira verde

E o resultado. A vitória ficou com Kyle Larson com um Chevrolet Camaro

Kyle Larson festejando com a equipe

E seu carro desenhado pela Nascar

Pé embaixo com o Ford Mustang pilotado por Bubba Wallace

E o Camaro de Ben Kennedy  cujo bisavô é Bill France Sr.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Camping World Series

A largada. Foram três estágios e 200 voltas. As curvas chegam a ter 24 graus de inclinação

Algumas derrapadas

E o resultado. A vitória ficou com Johnny Sauter com um Chevrolet Silverado 1500

Johnny Sauter festejando ao lado de sua Chevrolet Silverado

A picape de Johnny Sauter

 

Charlotte 600, Carolina do Norte, 27 e 28 de maio

Uma corrida que ficará na memória dos americanos e de quem viu pela televisão em vários países do mundo não só pelas belas disputas na pista, mas também pelas homenagens aos homens das Forças Armadas que lutaram na terra, ar e mar defendendo seu país. Houve uma oração antes da prova, salva de tiros, hino nacional cantados por todos na pista e nas arquibancadas, esquadrilha de aviões e até um helicóptero que pousou no gramado e um oficial deu a “ordem” para ligarem seus motores para dar início às 400 voltas no circuito de 2,04 milhas.  Um espetáculo!

Começou a tarde, choveu, caminhões e homens treinados secara a pista e a prova teve sua parte noturna que é muito bonita também. A pista é muita bem iluminada. Foram quatro segmentos totalizando 600 voltas.

Quem ganhou ? Austin Dillon com seu Chevrolet SS

Os trabalhos no box no carro de Dillon

Os 10 primeiros sempre ganham pontos e muito dinheiro

E a grande comemoração

Kyle Bush em ótima fase chegou em segundo.

Toques de leve podem causar grandes estragos

Mas sem maiores problemas os pilotos foram juntos para os boxes conversando

E rodadas...

Este é o Toyota Camry de Martin Truex Jr. que chegou em terceiro lugar

Em todos os da categoria Monster, o nome do patrocinador não estava no alto do para-brisa. Estavam os nomes dos militares mortos da guerra! O Toque Militar Fúnebre/Marcha fúnebre foi executado por um militar com um Trompete.

Daniel Suarez é o piloto deste Toyota e está muito bem cotado. A torcida latina estava lá!

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Ford Mustang vence na Xfinity

O Resultado

Recebendo a bandeira quadriculada numa prova muita disputada onde houve doze bandeiras amarelas por causa dos acidentes e rodadas

A satisfação de Ryan Blaney e sua equipe

Concorrência nos boxes cheios

E na pista Toyota rodando e Camaro avançando

Muitas rodadas

Bela disputa

Charlotte All Stars, Carolina do Norte, 20 de maio

A festa de Kyle Busch em dois dias em duas categorias! Ele ganhou na sexta na Camping World e no sábado na prova maior dos melhores pilotos da categoria.  Um fim de semana emocionante com muita velocidade! o Vencedor levou para a casa 1.000.000 Doláres

A pista de Charlotte foi inaugurada em 1959, é considerada uma das prediletas de pilotos, equipes e fãs. É tão importante quanto Daytona. Tem 2,4 quilômetros (1,5 milha), é um pista muito rápida, curvas com inclinações de 24º e entram na reta com inclinação de 5º. Os carros nesta prova chegaram a atingir 191 milhas por hora (307 km/h). A temperatura na tarde era de 34º e na pista 59º.

Onde?

Foram três provas com 20 voltas sendo que o ganhador ia para a final com 10 voltas. Os 16 pilotos que não disputaram as três provas classificatórias são aqueles que já venceram provas, fizeram volta melhor ou melhores classificações anteriores e nunca tenham vencido em Charlotte. Somando 16 já inseridos, três vencedores e um pelo voto popular. Ao todo 70 voltas que totalizaram

Kyle Busch comemorando muito.

O resultado final

Kyle Larson chegou em segundo, foi um dos vencedores das três eliminatórias e é um piloto jovem(24 anos) e muito regular

E sendo saudado pelo público antes da prova

Os pilotos entram junto com os mecânicos, cumprimetam o público, que na maioria das vezes aplaude e recebem bonés como brinde.

O terceiro foi para Jimmie Johnson também co um Chevrolet SS

O quarto lugar para Kurt Bush

E o quinto para Jamie McMurray

E o sexto para Kevin Harvick

As três provas que antecederam a prova final são chamadas de estágios. E Erik Jones (20 anos) tentou fazer uma bela ultrapassagem, no terceiro estágio, estava muito embalado com seu Toyota Camry, mas pegou a grama, quase rodou, evitou o muro, mas teve um pneu estourado.


 

Cenas da Corrida Monster - Pista, Boxes, arquibancada e show aéreo.

Camping Word Series em Charlotte - Sexta-feira, 19 de maio

A prova com as picapes, Camping World Truck Series, aconteceu na sexta feira a noite e também foi muito disputada, mas Kyle Busch venceu com tranquilidade.

A largada

O resultado

A festa do campeão com a Toyota Tundra

Johnny Sauter ficou em segundo lugar com uma picape como esta Chevrolet Silverado

A prova foi dominada pela Toyota. Abaixo uma picape Ford F-150


Nota: Na maioria dos estados americanos o veículo mais vendido é uma picape.

Cenas da Corrida Camping World Truck Series - Pista, festa e arquibancada.


Kansas Speedway , Kansas, 14 de maio

Kansas Speedway é um circuito oval localizado em Kansas City no estado do Kansas. Tem 1,5 milha (2,4 quilômetros) de extensão e suas curvas tem entre 10 e 15º de inclinação. Alguns acidentes feios aconteceram na categoria maior Monster, com três carros sendo que o piloto Aric Almirola da equippe Richard Petty Motorsports quebrou a vertebra cervical T5, um palmo baixo do pescoço e ficará algumas semanas afastado das provas. ele foi imobilizado  e foi de helicóptero para o hospital.

A largada. Corrida boa, plateia idem. Observe a área de escape, gramado, entre os boxes e a parte de cima da pista e as arquibancadas principais.

Um colorido magnífico nos carros

Onde? Estado do Kansas

O resultado

O vencedor foi Martin Truex Junior com seu Toyota

Vibrando e agradecendo seus fãs

Brad Keselowski ficou sem segundo com seu Ford Fusion

E kevin Harvick em terceiro. Este já é um veterano com 41 anos

O acidente aconteceu na volta 199. Joey Logano está no Ford Fusion nº 22, se desequilibra e é atingido pelo Ford nº 10 de Danica Patrick. Ambos batem no muro

 O carro 43 de Aric Almirola atinge vilolentamente ambos. Isso prova o quanto esta gaiola é segura, a importância do Hans, do capacete, cintos e demais equipamentos de segurança. Se fosse há dez anos passados era morte certa. Este foi o acidente mais grave do ano.

Muitas atividades no boxes a cada parada

O Ford Fusion 21 chegou em quatro lugar

Danica Patrick com o Wonder Woman One Cure Ford

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Camping World Truck Series

O resultado

Kyle Busch em ótima fase com sua picape Toyota Tundra

E com a família comemorando. Foi outra vez o vencedor

Há também sustos na Camping World Truck Series

Atendimento para a picape Toyota que chegou em quarto lugar com Christopher Bell

O mesmo colocando ela no limite

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Talladega Superspeedway, Alabama, 7 de maio

Um dos mais emblemáticos circuitos da temporada recebeu as categorias Nascar em 7 de maio.  Bill France desejava criar outro Superspeedway com características semelhantes ao de Daytona. Em 1969 recebeu a primeira prova em seu traçado de asfalto cuja extensão é de 4,28 quilômetros (2,65 milhas), curvas com inclinação entre 16 e 33 graus e 3 graus na reta. É o mais rápido de todos e carros já alcançaram a 340 km/h! O recorde é de 216,309 mp/h (348,116 km/h) e pertence a Rusty Wallace feito conseguido em junho de 2004. Neste ano Wallace estava com 48 anos e mais de 54 vitórias na Nascar em 634 participações!

Pode receber 78.000 espectadores.

Já em velocidade

Onde? No estado do Alabama

O Resultado

O vencedor Ricky Stenhouse Junior com seu Ford Fusion

A festa

A tradicional queimação de borracha

E junto com Danica

O segundo colocado Jamie McMurray com o Chevrolet SS e já foi campeão mundial de Kart.

E o terceiro lugar para Kyle Bush

Começando a embolar...

E muitos acidentes...

E rodas para o alto

Assim com Daytona este circuito é considerado The Big One, ou seja, expressão usada para circuitos envolvendo acidentes com cinco carros ou mais. Abaixo indo para os boxes, mas sem condições de reparos

Após o acidente, ida para os boxes e depois saída rápida

A família Dale Earnhardt, pai e filho, foram homenageados por terem o maior numero de vitórias nesta pista. Foram 11 triunfos


Ele, Dale Earnhardt Junior, no meio da torcida, sendo ovacionado

Junto com a esposa

Como sempre belas disputas. O Chevrolet 88 é de Dale Earnhardt Junior. A família tem uma concessionária Chevrolet em Tallahassee, capital da Flórida.

E sua entrada no box

Pista com fortes inclinações

Estes privilegiados podem até fazer um churrasco

Até a próxima prova no Kansas Speedway

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Richmond International Raceway - Virgínia, 29 de abril

Na nona prova do campeonato Nascar, Joey Logano torna a vencer mais uma corrida com seu Ford Fusion nº22. Uma corrida muito disputada na pista e nos boxes. Joey Logano vai muito bem no campeonato, venceu em Richmond e em segundo ficou Brad Keselowski.









 




Onde fica?

Carros prontos para agarrar a pista

O Richmond International Raceway é um circuito oval localizado em Richmond no estado da Virgínia. É pequeno com 0.75 milhas ou 1.206 metros de extensão com inclinações entre 8 e 14° nas curvas.

A batalha é constante e vibrante

Na reta há uma inclinação de 2 graus. Sua primeira prova foi em 1946, uma das pioneiras e pode receber 71.000 espectadores.

O resultado

A festa de Joey Logano com seu Ford Fusion

O piloto no pódio

O segundo colocado Brad Keselowski.

E o terceiro lugar para Denney Hamlim com o Toyota

Grandes disputas

Cenas muito bonitas

Há décadas este patrocinador é fiel às corridas e o carro 43 já foi Plymouth, Dodge, Pontiac... e agora Ford. O piloto Aric Almirola também ganhou prêmio já que chegou em nono lugar!

A cada bandeira amarela os carros rodam devagar e atentos para novamente acelerar após já terem passado pelos boxes para alguma inspeção.

Um pouco de ginástica para entrar já que a porta é soldada e garante maior rigidez ao carro

Muita agitação nos boxes

Muita festa após a prova

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Kyle Larson vence na Xfinity

Uma prova muito disputada entre marcas que espectadores e telespectadores gostam muito já que são carros rivais nas ruas e pistas há anos. O Chevrolet Camaro, o Ford Mustang, o Dodge Challenger e recentemente o Toyota Camry

O Resultado


















Os carros alinhados é sempre um espetáculo














E muita velocidade bem perto do muro

Piloto se preparando para a prova

Pilotos muito jovens na categoria

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Bristol Motor Speedway, Bristol, Tennessee, 22 de abril

Normalmente na Nascar a corrida Xfinty é realizada no sábado, e a Monster, categoria máxima, no domingo, mas choveu...e foi adiada a prova para uma hora da tarde, hora local, para a segunda feira, 24 de abril. O Bristol Motor Speedway  tem capacidade para 162.000 espectadores, sua primeira corrida foi em 1961, tem quatro curvas e menos de um quilômetro de extensão 0,850 metros.

O teste de aderência em um Ford Mustang

Onde?

A pista. Neste também há corridas noturnas.

O Chevrolet SS de Jimmie Jonhsom

O resultado da Monster

A largada

Prova muito disputada

Nota-se a umidade na pista

O Ford Fusion de Clint Bowyer que chegou em segundo lugar

A troca de pneus sempre tem que ser muito rápida para Kyle Larson que foi o pole position, terceira na temporada

O carro de Brad Keselowski voltando para os boxes

Erros acontecem!

E Danica agora está na Ford

Nota: O anúncio de que Dale Earnhardt Junior, 42 anos,  vai retirar no final da temporada.

É muito popular na Nascar desde sua estreia em 1999. Neste ano correu cinco vezes, ficou uma vez entre os dez primeiros. em 2000 conseguiu duas vitórias, em 2001 três e até 2003 já tina nove vitórias e uma quantia alta acumulada. No ano que vem o Chevrolet 88 terá outro dono. Fez uma bela carreira com 13 poles, 600 corridas e 26 vitórias no currículo. Pertence à uma família de alta velocidade. Seu pai Dale Earnhardt foi sete vezes campeão e venceu 76 corridas. Seu avô Ralph Lee Earnhardt foi campeão em 1956 e sua última corrida foi em 1964.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A largada da Xfinity em Bristol

Belo Ford Mustang na ponta que ficou em segundo lugar.

O resultado

O Toyota Camry cruza a faixa e recebe a bandeirada final

A festa de Erik Jones que tem apenas 20 anos.

A comemoração de Erik Jones e sua equipe

Este Mustang perde a roda

E muitos acidentes. Observe que a Chrysler entrou na disputa. No canto superior direito o Dodge Challenger  preto nº40

E a temporada segue com muitas emoções

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Testes de Pneus em Daytona, Flórida

A empresa norte-americana Goodyear fez testes de pneus na semana entre 13 e 14 de abril na pista de Daytona 500 no estado da Flórida. Como pode-se ver na foto abaixo, não existe pneus de chuva, pois não há corridas se chover! Eles foram apresentados no circuito de Charlotte a as letras com cores diferentes servem para diferenciar o tipo de borracha.

Cada equipe receberá um conjunto e fará sua opção por pneu mais macio que dá mais aderência. Os pneus comuns, menos macios não se desgastam tanto e é ideal para corridas mais longas. O Prime é o amarelo e mais comum. O outro, verde, mais macio.

Novos compostos de borracha foram testados pelos pilotos Erik Jones, Alex Bowman, Joey Logano, Danica Patrick e Ryan Newman.

Abaixo o Ford Fusion de Joey Logano.

O Chevrolet SS de Ryan Newman

O carro de Alex Bowman

O Toyota de Erik Jones. Ele venceu na categoria Xfinity no Texas Motor Speedway

Danica sempre fiel a Chevrolet

Sem trafego na pista é muito melhor para testar os componentes dos carros

A próxima prova será em 23 de abril, domingo, no Bristol Motor Speedway  no estado do Tennessee.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Texas Motor Speedway,  Fort Worth, Texas, 9 de abril 2017

A cidade americana de Fort Worth fica a 40 quilômetros a oeste da capita do Texas, Dallas, fazendo parte da região metropolitana conhecia como Dallas-Fort Worth. 

O Texas Motor Speedway é um circuito oval muito rápido com 1,5 milha de extensão, ou 2,45 quilômetros e suas curvas tem inclinação de 24°. Esta foi a sétima prova da temporada e também muito disputada. Os carros chegam a atingir até 315 km/h no final das retas. A primeira prova válida para o calendário foi em 1996

A largada é sempre sensacional e muito disputada

Uma festa para os espectadores nas arquibancadas e telespectadores na TV

A festa do vencedor com seu Chevrolet

E pegando a bandeira quadriculada

Onde?

Resultado

O Chevrolet SS de Jimmie Johnnson

Por dentro do carro

A festa texana de Jimmie Johnnson

O segundo lugar para Kyle Larson

O terceiro lugar para o Ford Fusion nº22 de Joey Logano.

O Mister Nascar Richard Petty, "The King" foi campeão por sete vezes na Nascar

Este famoso texano pilotou por vários anos Dodge e Plymouth sempre com o número 43. Mas desta vez este Ford Fusion com o mesmo número não foi bem.

Acidentes marcaram os treinos e a corrida

Mas sempre há uma picape ou caminhão para rebocar

E há sempre muito trabalho nos boxes

Desde sexta-feira quando os carros começam a chegar.

E durante

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Categoria Xfinity no Texas Motor Speedway

A largada

O resultado

Fritada de pneus de Erik Jones com seu Toyota para comemorar

E a festa de Jones no Pódio. Ele tem apenas 20 anos e terá um grande futuro.

E a categoria tem belos carros como este Mustang e Joey Logano. Correu com este no sábado na categoria Xfinity e na Monster com um Ford Fusion chegando em terceiro.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Já viu o filme Cars? Sim, ele também mostra a Nascar num ótimo desenho animado. O Herói principal é Lightning McQueen, este cupê vermelho.

Relâmpago McQueen (Lightning McQueen em inglês) é o personagem principal do filme com animação gráfica Carros da Disney/Pixar. Este nome é em homenagem ao ator e piloto Steve McQueen. Este grande protagonista das telas era um amante da velocidade e fez filmes épicos como Bullit e 24 Horas de Le Mans. Já o filme carros conta a história de Lightning McQueen que ganha a copa Pistão. Todos os personagens são carros inclusive os torcedores nas ruas, oficinas e pista. Fez tanto sucesso que sua continuação Carros 2 não decepcionou!

As crianças adoram.

 A próxima prova será dia 22 e 23 de abril em Bristol Motor Speedway no estado do Tennessee.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Martinsville Speedway, Virginia, domingo, 2 de abril

Martinsville é uma pequena cidade do estado de Virgínia com apenas 16.000 habitantes e lá tem um Speedway, o Martinsville Speedway. É um autódromo com traçado oval, pequeno, com pouco mais de 800 metros, (0,526 milhas) e os carros totalizam 500 voltas neste asfalto. Faltando pouco mais de 80 voltas um acidente envolvendo quatro carros deu mais emoção à prova que teve várias paralisações. O autódromo que recebe corridas desde 1947 tem inclinações de 12 graus nas curvas e capacidade para 65 mil pessoas.

Arquibancadas cheias e respeito ao hino

Onde? Leste americano.

Resultado

E o Ford Fusion de Brad Keselowsk da equipe Penske vence pela segunda vez na Copa Monster Energey Nascar após 500 voltas. E é sua 23ª vitória na categoria.

Com a mulher e a filha para uma foto. Bons registros sempre valem a pena

E muita comemoração

O segundo colocado Kyle Busch, no Toyota, vai muito bem no campeonato também. O Chevrolet SS de Chase Elliot ficou em terceiro.

Várias boas disputas entre marcas

Muita emoção e carros bonitos

E muitos acidentes. Começou assim...

E foi...

muita confusão

Nesta prova a bandeira amarela foi acionada várias vezes.

O muro foi acertado várias vezes

Nos boxes

Sempre há trabalho antes, durante e ...

depois para que haja muita velocidade

Um garoto pede ao seu ídolo Brad Keselowsk um autografo na miniatura. Bacana!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Na NASCAR Camping World Truck Series

A festa co campeão com uma Silverado

O resultado da quarta etapa

A festa de Chase Elliot

Mas também houve acidentes

No próximo 9 de abril, domingo, tem mais no Texas Motor Speedway em Fort Worth, Texas.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Auto Club Speedway Fontana Califórnia, domingo, 26 de março

O Auto Club Speedway, na cidade de Fontana, na Califórnia, é distante de 60 quilômetros de Los Angeles, capital deste estado. Do sul ao norte a paixão pelo automóvel e pelas corridas é muito grande. É lá que tem famosas empresas que personalizam carros para famosos e também para o cinema americano. O famoso George Barris criou o Batmóvel a partir do projeto do Lincoln Futura, a rica garagem de Jay Leno também fica neste estado em Burbank e a empresa do Designer Chip Foose é em Santa Bárbara só para citar alguns.

Na capital dizem que os habitantes não têm pernas e sim rodas tal é a quantidade de carros circulando.

Largada da Monster Energy

Largada da Xfinity séries

Com carros bonitos que conhecemos aqui

O circuito tem duas milhas ou 3,2 quilômetros de extensão com inclinação de 14° nas curvas de maior raio, 11° na curva principal e 3° na reta oposta. Acomoda em suas arquibancadas quase 95.000 espectadores.

Onde?

Resultado

E o Chevrolet SS de Kyle Larson. Arrancou na pole e está muito bem pontuado na temporada. Está em primeiro lugar!

E a festa queimando os pneus como é costume nas comemorações de vitórias

E a festa de Kyle no pódio. Tem apenas 24 anos. Em 2004 a idade dos pilotos variava entre os 25 e 60 anos de idade. Competência e braço não falta aos veteranos!

E seu carro antes da batalha

O segundo colocado Brad Keselowski em segundo com seu Ford Fusion

O Ford Fusion de Clint Bowyer que chegou em terceiro.

O Camaro e o Mustang da Xfinity. Joey Logano no Ford Mustang 22 persegue Kyle Larson que está no Chevrolet Camaro 42

E a bandeirada final final na Xfinity. Foram dadas 205 voltas

Danificado vai para os boxes

O Toyota de Martin Truex chegou em quarto lugar da Monster Energy

O trabalho sempre intenso nos boxes

E lotado!

Danica estava lá, mas infelizmente não ficou entre os dez primeiros

E seu Chevrolet SS

O famoso Dale Earnhardt  Junior, sua esposa e amigos  pilotos

E seu Chevrolet SS

No próximo 2 de abril, domingo, tem mais em Martinsville Speedway estado da Virgínia

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Phoenix International Raceway, Estado do Arizona, domingo, 19 de março

O autódromo Phoenix International Raceway, no estado do Arizona, fica na cidade de Avondale bem perto da capital Phoenix. Sua primeira prova foi em 1964 e seu traçado oval tem três curvas com raios diferentes e inclinações entre 11 e 9 graus. Tem um milha de extensão, ou seja, 1.609 metros. Foram 312 voltas, 312 milhas ou quase 500 quilômetros.

Pode receber por volta de 51.000 espectadores e a média horária é de 235 km/h. Sabia qua a Nascar tem 75 milhões de americanos adultos (1/3 da população) que seguem o campeonato e três milhões de arquibancadas nos circuitos do país? A corrida é transmitida para mais de 150 países e atraem mais de três bilhões de dólares por ano em patrocinadores. 

No início da prova o carro é levado com cuidado para a pesagem por exemplo.

A pesagem antes da prova

O Chevrolet SS que chegou em segundo lugar

Inspeção no box

A pista é bem larga e pode ter corridas diurnas e noturnas.

Onde?

O vencedor recebendo a bandeirada

O Chevrolet 31 da categoria Monster Energy de Ryan Newman

Ryan Newman comemora com sua equipe.

Justin Allgaier comemora sua vitória na categoria Xfinity Series pilotando o Chevrolet Camaro abaixo.

E exibindo seu prêmio e a festa da equipe.

A disputa é durante toda a prova. Este Toyota é de Kyle Busch e ficou em terceiro na Monster.

Outro Toyota na disputa. Este ficou em sétimo.

E muitas emoções

O piloto Joey Logano que chegou a se envolver num acidente na prova de Las Vegas

O trabalho no box

Observe no fundo da foto as picapes e caminhões. Quando acionada a bandeira amarela todos vão para os box independente do reparo a ser feito. O mesmo pneus dos treinos terão que ser utilizados na largada. Após pode haver a troca.

Na Monster Energy, a mais potente, na Xfinity Series ou na Camping World Truck Series as provas entre marcas são muito disputadas.

Não faltam patrocinadores. Observe o colorido do carro.O chassi tubular é em aço, suspensão dianteira independente e traseira com eixo rígido e braços traingulares

A próxima será no oval Auto Club Speedway, na cidade de Fontana, na Califórnia, distante de 60 quilômetros de Los Angeles.

Dia 26 de março tem mais.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Las Vegas Motor Speedway, Estado de Nevada, Sábado, 11 de março

Como sempre uma grande largada, a pista estava muito boa para os carros e um público vibrante que lotou as arquibancadas

Onde?

Um piloto dentro do carro antes da corrida

O vencedor Martin Truex da Monster Energy a categoria mais rápida.

A felicidade de Martin Truex

Prova muito disputada também na Xfinity. O belo trio Camaro, Mustang e Camry

O vencedor Martin Truex acelerando muito.

Kyle Larson em segundo com um Chevrolet SS

Chase Elliot com um Chevrolet SS chegou em terceiro

Como em quase todos os circuitos, curvas muito inclinadas e o melhor é correr na parte de baixo e evitar o temido muro

O público não perde um momento sequer para registrar

Houve um contratempo entre Joey Logano. Até as equipes chegaram as vias de fato! Joey Logano e Kyle Busch nos carros 22 e 18 tiveram um acidente.

O Toyota de Kyle Busch ficou danificado.

E esperou na pista para tirar satisfações

O carro de Logano estava na parte baixa, perdeu um pouco o controle e bateu na porta direita de Kyle Busch. Kyle, desequilibrado,  rodou, foi para a a parte baixa e depois parou. Coisas de corrida! Veja parte da cena.

O piloto Joey Logano em outra disputa. Kyle Busch não teve condições de continuar e Logano chegou em quarto.

Muitas emoções que fazem o público vibrar

Há duas provas na categoria e na segunda Brad Keseslowski com um Ford Fusion foi o terceiro na Monster Energy

O resultado

Como sempre vários carros param no boxe quando da bandeira amarela e a correria é grande

O Ford Fusion foi para a pista...

Mas voltou!!!

Danica sempre presente

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Atlanta Motor Speedway, Hampton, Geórgia, 5 de março de 2017

Uma grande largada

Onde?

O circuito cheio

O campeão - Brad Keselowski na Monster Energy

A comemoração de Brad Keselowski com seu Ford Fusion

O resultado

Começando a voar

Voando?

Um stock Car chegando

O trabalho no box

Mais comemoração

Outra bela corrida

Danica também estava lá

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Daytona 500, Flórida, 26 de fevereiro de 2017

Largada

O Piloto Kyle Busch campeão

Os Carros

Ambos Ford Fusion Ryan Blaney com o 21 chegou em primeiro e Kurt Busch com o 41 em segundo

Uma prova muito disputada. AJ Allmendinger com o Chevrolet SS nº 47  que ficou em terceiro e Paul Menard com o nº 27

Belos carros

E acidentes

O trabalho no box. Partes da carroceria como a frente são em plástico reforçado com fibra de vidro.

A piloto da equipe Stewart Hass Racing Danica Patrick. Ela tem 34 anos, correu na fórmula Indy e desde 2012 está na Nascar. Na Indy foi a melhor estreante e ganhou o prêmio JP Morgan Chase Rookie do ano em 2005.

E seu Chevrolet nº 10

Resultado

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Calendário das provas das principais divisões da Nascar 2017 National Association for Stock Car Auto Racing

Sprint Cup

Data      Local

18/2       Daytona International Speedway (Unlimited)

19/2       Daytona International Speedway (Daytona 500 Qualifying)

23/2       Daytona International Speedway (Duel)

26/2       Daytona 500

5/3         Atlanta Motor Speedway

12/3       Las Vegas Motor Speedway

19/3       Phoenix International Raceway

26/3       Auto Club Speedway

2/4         Martinsville Speedway

9/4         Texas Motor Speedway

23/4       Bristol Motor Speedway

30/4       Richmond International Raceway

7/5         Talladega Superspeedway

13/5       Kansas Speedway

20/5       Charlotte Motor Speedway (NASCAR All-Star Race)

28/5       Charlotte Motor Speedway

4/6         Dover International Speedway

11/6       Pocono Raceway

18/6       Michigan International Speedway

25/6       Sonoma Raceway

1/7         Daytona International Speedway

8/7         Kentucky Speedway

16/7       New Hampshire Motor Speedway

23/7       Indianapolis Motor Speedway

30/7       Pocono Raceway

6/8         Watkins Glen International

13/8       Michigan International Speedway

19/8       Bristol Motor Speedway

3/9         Darlington Raceway

9/9         Richmond International Raceway

17/9       Chicagoland Speedway

24/9       New Hampshire Motor Speedway

1/10       Dover International Speedway

7/10       Charlotte Motor Speedway

15/10    Talladega Superspeedway

22/10    Kansas Speedway

29/10    Martinsville Speedway

5/11       Texas Motor Speedway

12/11    Phoenix International Raceway

19/11    Homestead-Miami Speedway

Xfinity Series

Data      Local

25/2       Daytona International Speedway

4/3         Atlanta Motor Speedway

11/3       Las Vegas Motor Speedway

18/3       Phoenix International Raceway

25/3       Auto Club Speedway

8/4         Texas Motor Speedway

22/4       Bristol Motor Speedway

29/4       Richmond International Raceway

6/5         Talladega Superspeedway

27/5       Charlotte Motor Speedway

3/6         Dover International Speedway

10/6       Pocono Raceway

17/6       Michigan International Speedway

24/6       Iowa Speedway

30/6       Daytona International Speedway

7/7         Kentucky Speedway

15/7       New Hampshire Motor Speedway

22/7       Indianapolis Motor Speedway

29/7       Iowa Speedway

5/8         Watkins Glen International

12/8       Mid-Ohio Sports Car Course

18/8       Bristol Motor Speedway

26/8       Road America

2/9         Darlington Raceway

8/9         Richmond International Raceway

16/9       Chicagoland Speedway

23/9       Kentucky Speedway

30/9       Dover International Speedway

6/10       Charlotte Motor Speedway

21/10    Kansas Speedway

4/11       Texas Motor Speedway

11/11    Phoenix International Raceway

18/11    Homestead-Miami Speedway

Camping World Truck Series - Picapes

24/2       Daytona International Speedway

4/3         Atlanta Motor Speedway

1/4         Martinsville Speedway

12/5       Kansas Speedway

19/5       Charlotte Motor Speedway

2/6         Dover International Speedway

9/6         Texas Motor Speedway

17/6       Gateway Motorsports Park

23/6       Iowa Speedway

6/7         Kentucky Speedway

19/7       Eldora Speedway

29/7       Pocono Raceway

12/8       Michigan International Speedway

16/8       Bristol Motor Speedway

27/8       Canadian Tire Motorsport Park

15/9       Chicagoland Speedway

23/9       New Hampshire Motor Speedway

30/9       Las Vegas Motor Speedway

14/10    Talladega Superspeedway

28/10    Martinsville Speedway

3/11       Texas Motor Speedway

10/11    Phoenix International Raceway

17/11    Homestead-Miami Speedway

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Miniaturas

Lindo Ford Galaxie 500 1963 "Texas Thunder" da fabricante Sun Star na escala 1/18. Vale quanto pesa!

Várias. O Plymouth Richard Petty escala 1/43 é da Racing Champions fabricada em 1992. A que está na embalagem é da Winner's Circle, piloto premiado Rusty Wallace, um Dodge Charger na escala 1/64. As outras são Hot Wheels, alguns da coleção básica outros especiais adquiridos há muito tempo. O amarelo (26) e o branco e azul (6) são Ford Taurus. O nº 32 e 44 são Ford Galaxie de edições especiais. Os Ford Torino Talladega estão com os números 78, 68 e o sem número cor preta é um Ford Thunderbird.  Os que tem número 13 e 45 são Dodge Charger e Dodge Coronet Super Bee. Outro preto é um Chevrolet Lumina nº1 e um Pontiac Grand Prix também de uma série especial. Outros dois verde com teto preto e azul com capô branco são Chevrolet Impala de Danica da temporada de 2010.

Livros: Todos antigos, em inglês sendo que o que está mais a direita é da coleção em quadrinhos francesa, uma edição especial de Michel Vaillant Spécial Steve Warson. Vale a pena apreciar e ler. Aprende-se muito! E observando detalhadamente as fotos!

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Bons Filmes sobre a Nascar - Dias de Trovão, 500 Milhas, Red Line 7000 e Fire Ball.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Texto e tradução Francis Castaings  - Fotos/photos from: Nascar - National Association for Stock Car. Também/Also  Livro Michel Vaillant Spécial Steve Warson, livro/Revista em quadrinhos e fotos de publicação.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

© Copyright - Site http://www.retroauto.com.br - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Volte a página principal do site.