Fortes Ford - As Picapes da marca do Oval no Brasil

Encontro_Nova_Lima_Jambreiro_Fevereiro_2016_(77)

Em agosto de 1957, a Ford Motor do Brasil S.A., apresentava um novo produto. Saía das linhas de produção o primeiro veículos Ford brasileiro. Era o caminhão F-600, motor V8 dianteiro, movido à gasolina, arrefecido à água motor 272 (4.457 cm³) com 167 cavalos de potência a 4.400 rpm. Seu torque máximo de 35,9 m.kgf a 2.200 rpm. Era importado dos Estados Unidos da América. Cerca de 40% das peças já eram nacionais e dois anos depois, já tinha alto índice de nacionalização.O segundo produto era a picape F-100, que fez grande sucesso perante os fiéis da marca do oval. Este motor da linha iria equipara a partir de 1967 o luxuoso sedã Ford Galaxie (Conheça) , primeiro automóvel da marca. Mas a Ford chegou no princípio do século 20 montando o Ford T e depois o Ford A (saiba mais) Na mesma linha de montagem foi produzido o intermediário F-350, um caminhão leve, mas com capacidade de carga de 2.670 quilos.


Picape Ford F-100 da segunda geração americana (1953-1956) estreou aqui em no final de 1957 e tinha o mesmo motor V8 272. Abaixo um impecável modelo Picape Ford F-Series ano 1954.Nos Estados Unidos tinha opção de motores com seis cilindros em linha com 3,5 litros e 3,7 litros ambos com 100 cavalos.

Alphaville_Nova_Lima_Encontro_Anual_Abri_2016_(7)

Sua altura era de 2,2 metros, 5,76 de comprimento, largura de 1,82 metros, 3,30 metros entre eixos e pesava 1.780 quilos.  Sua capacidade de carga era de 500 quilos. Foi fabricada nos Estados Unidos entre 1953 e 1956, na Austrália e no Brasil (1957–1962). Fazia-se necessário um estribo para subir a bordo!

Ótima capacidade de carga e a caçamba "Step Side". Suas medidas eram 2,4 metros de comprimento por 1,49 de largura. Os pneus eram na medida 6,0 x 16 com seis lonas para as picapes com motores V8.


Por dentro. Cambio mecânico com três marchas a frente com alavanca na coluna. Na América havia a opção automática com o cambio Ford-O-Matic automatic. O velocímetro era graduado até 140 km/h e trazia ainda, abaixo, pequenos mostradores com temperatura da água, nível de gasolina, amperímetro, relógio de horas, hodômetro parcial e luzes espia. 

E seu belo motor V8 272 (4.457 cm³) . Nos Estados Unidos ainda haviam as opções: 239 Y-block com 130 cavalos, 223 Mileage Maker I6 com 137 cavalos, 256 Y-block com 140 cavalos, 272 Truck 2V Y-block  com 172 cavalos, 279 Lincoln Y-block  com 152 cavalos, 317 Lincoln Y-block V8 com 170 cavalos e 368 (6.030 cm³) Lincoln Y-block com 300 cavalos!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Segunda Geração - 1962

Nova_Lima_Marco_2015_123

Por dentro

E a nacional F-100 fabricada entre 1962 e 1964.Nesta geração indústrias de carrocerias nacionais faziam uma versão cabine dupla com duas portas, perua com três janelas laterais na versão F-100 Luxo e também furgão fechada. Raras!

E no V8 o filtro de ar estava mais baixo

O caminhão F-600 tinha o mesmo motor, mas com relações de marcha e diferencial alteradas

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

1965

Foi substituída pela F-100 Twin-Bean construída no Brasil entre 1965 e 1970

Em 1967 a Ford absorvia a Willys Overland do Brasil que fabricava a Rural e a picape Jeep

Campos_do_Jordao_2014_Maio_279


O robusto motor V8

Premiada em Araxá em 2016

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Terceira Fase

Em maio de 1971 era um modelo completamente novo com a mesma carroceria, que se tornaria longeva aqui e na Américas. Era o mesmo modelo americano de 1968. Linhas retas e modernas  em todas a extensão da carroceria. Na frente dois faróis, ladeando uma bela grade grade cromada e muitos frisos cromados na frente.

A picape Ford F-100 da década de 70 também usava o motor V8 dos Galaxie. Usou o motor 272 e 292 dos sedãs.  

Com a crise mundial do petróleo, em 1973, a Ford já fabricava nos Estados Unidos o motor OHC (Over Head Comand , ou seja, válvulas no cabeçote) que equipava o Ford Mustang II. Tratava-se do motor de quatro cilindros em linha e 2,3 litros na fábrica, o mesmo do Ford Maverick, produzido em Taubaté (São Paulo). Em setembro de 1976 fazia parte da linha esta opção econômica de motorização tal qual fez a General motor aplicando o motor 151-S na C-10 da picape Chevrolet.



Picape Ford linha F que começou com o motor V8, na crise do petróleo após 1973 usou o motor 2,3 OHC de quatro cilindros do Maverick e depois se tornou F-1000 com motor diesel 3,9 litros diesel MWM (Motoren Werke Mannheim AG)

Picape Ford F-1000 com motor 3,9 litros, movido a diesel, marca MWM (Motoren Werke Mannheim)  com 86 cavalos. A F-100 com motor V8, o mesmo da linha Galaxie/LTD/Landau foi grande sucesso tanto aqui quanto nos Estados Unidos.



Auto_Encontro_Nova_Lima_Jambreiro_Junho_2015__(80)

Vista de trás. Moderna e com ótima capacidade de carga. Podia levar 496 quilos!


Picape americana Ford F-150. Esta é da nona geração de 1992 a 1997


A Ford Ranger e a F-250 assumiram seu lugar

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Argentina

No país vizinho foi lançada em 1961. Foi a quarta geração nos Estados Unidos e fabricada lá entre 1961 e 1966.


Hot's

Bela e rara picape Hot Ford 1937. Foi introduzido o motor V8 flathead com 136 polegadas cúbicas (2,2 litros e depois um mais potente com 221 polegadas cúbicas com 3,6 litros bem mais adequado

Esta fez parte da primeira geração nos Estados Unidos (1948–1952)

E a remodelação da mesma

Muito utilizada em hot's

Um furgão hot

Bela dupla, furgão e picape da série F americana fabricadas entre 1948 e 1952 .









Cachoeira_do_Campo_2014_Maio_060














Galaxeiros_Encontro_Novembro_2015_141





















------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Em Escala

No catálogo da Matchbox em 1966 já constava a Ford Pick-up, vermelha, caçamba step-side, rodas esterçantes e imitação de capota de lona branca. Media 71 mm de comprimento. Anos mais tarde, em 1977, ainda estava lá só que era amarela, caçamba comum, com adereços de zoológico e um leão dentro de um vidro no lugar da capota. Era um Wild Life Truck.

A HotWheels Mattel fez uma F-150, modelo 1979, escala 1/60, caçamba longa, com capota preta e decalques nas laterais.

Também a Maisto fez um modelo igual a nossa, escala 1/43, na cor branca com decalques nas laterais.

A ERTL fez uma versão street rod do F-100 de 1956, similar ao primeiro modelo brasileiro, em 1/18. Na cor laranja, vinha com rodas largas e baixas e suspensão rebaixada, além de interior e motor detalhados.

Mais antigo, mas também parecido com os nossos, era o F-100 de 1953 reproduzido pela K-Line, em escala 1/43 e na cor vermelha. Era um modelo original, com detalhes imitando cromados, rodas vermelhas, pneus com banda de rodagem e interior cinza.

O último modelo do F-1000 pode ser encontrado em kit para montar.

A AMT/ERTL fabrica o F-150 americano de 1993, já com a frente que aqui chegaria em 1996, em escala 1/25 e com nível de dificuldade 2. Feito em plástico, vem com dois jogos de rodas, interior e motor detalhados.







--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nas Telas

Em Risco Duplo (Double Jeopardy) com Ashley Judd, Tommy Lee Jones e Bruce Greenwood, filme de 1999, uma mulher(Ashley) , mãe de um garoto de três anos, é injustamente condenada pelo assassinato de seu marido, embora o corpo nunca tenha sido encontrado. Na prisão, descobre que o marido tramou tudo com a amante para ficar com a fortuna do seguro de vida e resolve se vingar. Anos depois, ela consegue a condicional.

Em sua busca, passa na casa da mãe e esta, empresta uma F-100 já meio surrada para ela seguir em busca de justiça. Numa pequena cidade, em investigações, ela tem que escapar. Usa a caçamba muito bem para tirar carros de sua trajetória e faz belas manobras. Bom filme.

Em Mad Max, filme australiano de 1979, que tornou Mel Gibson um astro internacional, os vilões tem um camionete Ford F-100 sem capota. Aparece em uma das várias perseguições.

Outro ótimo filme é Gran Torino. de 2008. Clint Eastwood interpreta Walt Kowalski, um trabalhador aposentado da Ford americana e  veterano da Guerra da Coreia. Ele passa seu dia bebendo cerveja e faz reparos em sua casa. Fazia questão de sempre dizer que sabia consertar muitas coisas. Ele possui um belo Ford Gran Torino Verde e uma picape F-100 1972. É vizinho, mas não muito simpático de famílias asiáticas, negras e latinas no bairro onde mora. E se torna um herói relutante quando fica ao lado de um adolescente asiático que foi forçado por uma gangue a roubar seu precioso automóvel. Uma improvável amizade se desenvolve entre os dois, e Walt aprende que tem muito em comum com os vizinhos asiáticos. A direção também é de Clint Eastwood e o filme recebeu o prêmio da Academia Japonesa de Cinema para Melhor Filme em Língua Estrangeira e Clint o de melhor ator da National Board of Review Award por sua ótima atuação. Em DVD e merece ser visto pela história e pelos carros!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nos Raids

Para fazer o levantamento dos faróis brasileiros para a Marinha brasileira, por todo o nosso litoral, partindo do sul, até o nordeste, o nosso famoso navegador solitário Amyr Klink usou as camionetes que foram cedidas pela Ford.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
















--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------








Texto, fotos e montagem Francis Castaings

© Copyright - Site http://www.retroauto.com.br - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Volte a página anterior

Volte a página principal do site.