Quarto Encontro de Carros Antigos do Clube Fuscas dos Surdos e Mudos de Belo Horizonte, Minas Gerais- Fevereiro de 2022

Quarto Encontro de Carros Antigos do Clube Fuscas dos Surdos e Mudos de Belo Horizonte, Minas Gerais- Fevereiro de 2022

Foi no segundo domingo do mês, em 13 de fevereiro de 2022, o aprazível e simpático encontro do Clube Fuscas dos Surdos e Mudos de Belo Horizonte que nasceu em 2020. Foi na Praça Ernesto Tassini, na Rua Alvinópolis, 460, no Bairro Santa Tereza em Belo Horizonte.

Várias marcas presentes e belos exemplares de autos antigos. O Clima estava ótimo, a praça é bonita e agradável. O evento começou as 10:00 horas da manhã e se estendeu a tarde.

Os Volkswagen

O Fusca foi fabricado aqui com motores 1.100 (Alemanha) , 1.200, 1.300, 1.500 e 1.600 cm³. É de longe o motor mais utilizado no planeta. Em carros, barcos, ultra-leve, motocicletas, triciclos, etc. Foi lançado aqui no Brasil em 1959, fabricado em São Bernardo do Campo, São Paulo. Mas os primeiros, de origem alemã desembarcaram no porto de Santos, São Paulo em 1950. E caiu no gosto brasileiro!

Um dos carros mais queridos do país acabou de completar 60 anos de produção do Brasil. Em 1950 chegavam importados os primeiros Fusca no Brasil e passaram a ser fabricados aqui em 1959. Um dos carros mais amados do Brasil. Lá fora foi chamado e ainda é de Carocha em Portugal, Escarabajo na Argentina, Cox ou Coccinelle na França, Magiolino na Itália e Beetle nos países de língua inglesa

Foi produzido em grande escala aqui, em seu país de origem Alemanha, onde era apelidado de Käfer, besouro em alemão, e também foi fabricado na Austrália, África do Sul e no México, último país a produzi-lo.

Em 1970 chegava o Fuscão com motor 1.500 cm³ e 44 cavalos. E vendeu muito bem! O painel podia ter revestimento imitando madeira. foi o carro mais vendido da década de 70, apesar do lançamento do Chevrolet Chevette, do Fiat 147, do irmão VW Brasília…

Também nesta década, não faltaram rodas de liga de 13 e 14 polegadas mais largas, a famosa “tala larga” , com pneus radiais, escapamentos da marca Kadron, volantes de menor diâmetro e também eram rebaixados para ganhar mais estabilidade.

A produção terminou em 1986. Só havia a opção com motor 1600 (o 1300 deixou de constar em 1984), vidros verdes, rodas com diâmetro de 14 polegadas…mas voltou em 1993 e por volta de 47.000 Fuscas foram produzidos até 1996 e em Puebla, no México até março de 2003 e na Alemanha foi encerrada em 1978.

Ao todo foram de 1938 à 2003: 21.529.464 produzidos sendo 15.444.858 na Alemanha (330.251 conversíveis ), 3.350.000 no Brasil cerca de 2,5 milhões no México (Vocho) e montados na Austrália, Bélgica, Finlândia, Indonésia, Irlanda, Malásia, Nova Zelândia, Nigéria, Filipinas, África do Sul e Venezuela Leia a história do Volkswagen mais famoso do mundo

Um dos últimos modelos

Um derivado que estreou no final da década de 60. O sedã 1600 quatro portas. Leia mais sobre o Typ 3. Conheça a história do Typ 3

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Clube-do-Fusca-Surdos-e-Mudos-Fev-2022-53.jpg

O esportivo de maior sucesso no Brasil: O Puma Conheça

Volkswagen arrefecidos a água

A linha Gol começou em 1980 com um modelo arrefecido a ar. Depois veio a grande família arrefecida a água. Conheça . Abaixo um GTS.

Depois do Gol chegava o VW Voyage. Abaixo um muito potente

A Parati fez enorme sucesso

Um Volkswagen Santana sedã

Belo Volkswagen Quantum

E a variação Versailles. A diferença para o Santana estava na grade, o logo oval da Ford e pequenas diferenças na traseira. Esta é um modelo com motor 1.8.

Na onda dos rebaixados

Leia mais sobre este belo modelo

Um Chevrolet Opala sempre marca boa presença. Conheça

O representante da Ford Leia mais sobre a linha Galaxie, LTD e Landau

Bayerische Motoren Werke AG – BMW 740i, ano 1996, com motor M62 V8 geração E38, 4,4 litros, 282 cavalos e cambio marca ZF (Zahnradfabrik Friedrichshafen) com cinco  marchas.


E barracas com muito a oferecer num ambiente muito agradável

A Turma muito animada. Parabéns. Revi amigos e agradeço especialmente a Cláudio Lopes Kakau pelo convite.


Sobre Santa Tereza

Bairro em Belo Horizonte, Minas Gerais O boêmio bairro de Santa Tereza atrai uma multidão despreocupada em busca de cerveja e petiscos nos bares despretensiosos. Alguns apresentam música ao vivo, entre eles, o icônico Bar do Museu Clube da Esquina, decorado com fotos de bandas brasileiras que começaram lá. A Praça Duque de Caxias é uma charmosa praça arborizada sob a Igreja de Santa Tereza, com estilo colonial dos anos 1930, e o MIS Cine Santa Tereza, com cinema e biblioteca. Um bairro muito especial da capital mineira.


A Placa


Preocupação e cidadania


Texto, fotos e montagem Francis Castaings

© Copyright – Site https://site.retroauto.com.br – Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

Acesse o site Retroauto na versão anterior