Tricampeões dominam GP Galeão, que faz festa do automobilismo no Rio

Tricampeões dominam GP Galeão, que faz festa do automobilismo no Rio

Daniel Serra e Ricardo Maurício foram os primeiros vencedores da Stock Car no Aeroporto RIOgaleão

Após uma década de ausência, o GP Galeão festejou a volta do automobilismo ao Rio de Janeiro com duas corridas bastante movimentadas e emocionantes neste domingo (10) no Circuito Cacá Bueno, instalado na pista 10/28 do Aeroporto Internacional RIOgaleão Tom Jobim. Em dia protagonizado por dois tricampeões da Stock Car Pro Series, Daniel Serra e Ricardo Maurício, ambos da Eurofarma-RC, saíram da Cidade Maravilhosa com as vitórias nas Corridas 1 e 2, respectivamente. Serrinha ainda assumiu a liderança do campeonato e agora soma 99 pontos, um a mais que o atual campeão, Gabriel Casagrande (abaixo)

Ricardinho (abaixo), porém, deixou o Rio de Janeiro como o maior pontuador da etapa. Terceiro colocado na Corrida 1, o tricampeão conquistou a vitória na segunda prova do dia depois que Marcos Gomes, da Cavaleiro Sports, foi punido em 5s após passar Maurício na Curva Petrópolis, quando o trecho era sinalizado por bandeira amarela. Com isso Ricardinho concluiu o fim de semana com 46 pontos e faturou o “Claro 5G Man of the Race”, prêmio concedido a quem atinge a maior pontuação no final de semana.

Aviões no circuito — A primeira corrida da Stock Car em um aeroporto comercial foi bastante movimentada do início ao fim. Com arquibancadas e camarotes cheios, a primeira boa surpresa foi o sobrevoo de dois aviões de caça modelo F-5M da Força Aérea Brasileira, capazes de operar a até 1,6 vezes a velocidade do som, em mais uma demonstração de sinergia entre o local escolhido para a prova e espetáculo oferecido ali pelo esporte a motor.

Já na largada, o público teve outra surpresa, com fileiras de sete carros ficaram lado a lado na Reta da Apoteose, acentuando a expectativa de competitividade pelas características do traçado montado no Galeão. Daniel Serra foi o grande protagonista da Corrida 1 ao liderar praticamente de ponta a ponta, enquanto Matías Rossi comprovou a ótima forma mostrada desde sábado e terminou em segundo. Sergio Jimenez, que tinha ritmo forte e parecia encaminhado para o primeiro pódio da temporada, foi envolvido em incidente no episódio em que Rubens Barrichello e Beto Monteiro escaparam na Curva Petrópolis. Os três pilotos abandonaram.

Ao fim de 26 voltas, Serra cruzou a linha de chegada e venceu a Corrida 1, enquanto Matías Rossi foi o segundo colocado. Ricardo Maurício completou o pódio do GP Galeão. Gabriel Casagrande foi o quarto, seguido por Cesar Ramos e Felipe Massa, que obteve seu melhor resultado na Stock Car. Guilherme Salas, Thiago Camilo, Rafael Suzuki e Felipe Baptista fecharam a relação dos dez primeiros colocados. Abaixo Cacá Bueno.

“Foi um fim de semana muito legal para a equipe e para o evento. Quero dar os parabéns à categoria pela estrutura que foi montada aqui. Estou muito feliz por ter conseguido a pole e a vitória. Isso mostra o quanto estivemos fortes aqui para a Corrida 1. Marcamos muitos pontos e subimos no campeonato. É um impulso para voltarmos ainda mais fortes para a próxima etapa”, disse o novo líder da classificação.

Final imprevisível — A segunda prova foi igualmente emocionante e trouxe um desfecho imprevisível. Felipe Baptista largou na frente em razão da regra do grid invertido e lutou por várias voltas com Thiago Camilo pela liderança, mas perdeu terreno depois da janela de pit-stops obrigatórios. Daí em diante, nas voltas finais, Maurício assumiu a liderança, seguido por Marcos Gomes, Gaetano di Mauro, Gianluca Petecof e Bruno Baptista.

Na penúltima volta, aumentando a tensão nos momentos finais Marquinhos (abaixo) passou Maurício na Curva Petrópolis (4), em trecho que naquele momento era sinalizado por bandeira amarela. Gomes conseguiu manter a ponta e logo depois cruzou a linha de chegada em primeiro. Mas seu erro não passou despercebido e a direção de prova determinou punição de 5s, com Ricardinho declarado vencedor. Bruno Baptista foi o segundo e Gaetano di Mauro completou o pódio. Em seu melhor resultado na Stock Car, Gianluca Petecof foi o quarto, à frente de Gabriel Casagrande. Os cinco segundos de punição foram o suficiente para Marcos Gomes cair de primeiro para sexto.

“Foi um momento muito especial para nós, para toda a equipe Eurofarma-RC, por ter levado as duas vitórias para casa. Não tive a melhor das estratégias na primeira corrida, mas ainda consegui o pódio, foi muito importante. Me posicionei muito bem na largada da Corrida 2, de oitavo para terceiro lugar. Tivemos aquele incidente na Curva 4 com o Marquinhos, que tentou passar onde tinha bandeira amarela, e aí não pode. Sabíamos que iríamos reverter essa posição. Mas o que mais importa é levar a vitória para casa, ser o maior pontuador do fim de semana e voltar para o jogo. Isso é o que importa”, declarou Ricardo Maurício (abaixo).

A quarta etapa da temporada 2022 da Stock Car está marcada para 15 de maio no Autódromo Velocitta, em Mogi Guaçu, interior de São Paulo.

Resultado final da Corrida 1 (dez primeiros):

  • 1º- Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – 27 voltas
  • 2º – Matías Rossi (A.Mattheis-Vogel/Toyota Corolla) – a 3s659
  • 3º – Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – a 7s795
  • 4º – Gabriel Casagrande  (A.Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) – a 10s073
  • 5º – Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – a 11s770
  • 6º – Felipe Massa (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze) – a 14s037
  • 7º – Guilherme Salas (KTF Racing/Chevrolet Cruze) – a 15s735
  • 8º – Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – a 17s277
  • 9º – Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Toyota Corolla) – a 17s599
  • 10º – Felipe Baptista (KTF Sports/Chevrolet Cruze) – 19s166

Resultado final da Corrida 2 (dez primeiros):

  • 1º – Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – 21 voltas
  • 2º – Bruno Baptista (RCM Motorsport/Toyota Corolla) – a 1s538
  • 3º – Gaetano di Mauro (KTF Sports/Chevrolet Cruze) – a 1s883
  • 4º – Gianluca Petecof (Full Time Sports/Toyota Corolla) – a 2s162
  • 5º – Gabriel Casagrande (A.Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) – a 2s350
  • 6º – Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) – a 2s500
  • 7º – Guilherme Salas (KTF Racing/Chevrolet Cruze) – a 3s549
  • 8º – Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – a 6s636
  • 9º – Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 8s328
  • 10º – Átila Abreu (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) – a 9s016

Classificação do campeonato após três etapas

  • 1º – Daniel Serra, 99 pontos
  • 2º – Gabriel Casagrande, 98
  • 3º – Thiago Camilo, 78
  • 4º – Ricardo Maurício, 74
  • 5º -Cesar Ramos, 63
  • 6º -Gaetano di Mauro, 59
  • 7º – Rubens Barrichello, 56
  • 8º – Bruno Baptista, 55
  • 9º -Marcos Gomes, 51
  • 10º – Rafael Suzuki, 50

Os patrocinadores

Texto e fotos VICAR PROMOÇÕES DESPORTIVAS – Departamento de Comunicação – Assessoria de Imprensa – Rodolpho Siqueira/Bruno Vicaria/Leonardo Marson

Montagem: Francis Castaings

© Copyright – Site https://site.retroauto.com.br – Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução de conteúdo do site sem autorização seja de fotos ou textos.

Acesse o site Retroauto na versão anterior

Volte a página principal do site